Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Teorema de Norton

Trabalho de Eletricidade 1
by

Leonardo Brito

on 7 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Teorema de Norton

Eletricidade 1 Teorema de Norton Teoremas são proposições que, para serem admitidas, necessitam de demonstração. O teorema de Norton é mais uma dentre as inúmeras opções que temos para cálculos de grandezas pertinentes a circuitos elétricos. Ele se assemelha ao teorema de Thèvenin e tem a mesma aplicabilidade. A diferença fundamental é que o circuito equivalente consta de uma fonte de corrente em paralelo com uma resistência. O que é?
O Teorema de Thèvenin estabelece que qualquer rede linear ativa pode ser substituída por uma única fonte de corrente em paralelo com uma única resistência. O Teorema... Vamos considerar o circuito:

O objetivo é calcular a intensidade de corrente na resistência de 40. O primeiro passo é remover o elemento de interesse, no caso a resistência de 40, e nominar os pontos de onde ela foi retirada.
Explicando: Resumindo: 1 – Se deseja-se conhecer o valor de determinada grandeza sobre um elemento do circuito, este deve ser removido temporariamente e os pontos de onde ele foi desconectado devem ser identificados por letras ou números. 2 – Caso se deseje apenas conhecer o equivalente de Norton entre determinados pontos, nenhum elemento será removido. 3 – Calcula-se a resistência de Norton, vista pelos pontos de interesse, curto-circuitando-se todas as fontes de tensão ou substituindo-as pelas suas respectivas resistências internas. 4 – Determina-se a corrente de Norton, como sendo a corrente através de um curto-circuito estabelecido entre os pontos de interesse, observando-se seu sentido correto. 5 – Obtém-se o circuito equivalente de Norton, associando-se em paralelo RN com IN. Retorna-se com o elemento de interesse, calculando-se a grandeza solicitada. A resistência de Norton é a resistência equivalente entre os pontos A e B quando todas as fontes de tensão são curto-circuitadas ou substituídas pelas respectivas resistências internas. As fontes de corrente, se houver, devem ser substituídas por circuitos abertos. Continuando... Alunos: Giulia Cavalcanti, Guilherme Mello, Igor Vidal, João Victor Coutinho, José Daury, Kevin Marinho, Leonardo Brito, Leonardo Sedaca Lívia Nazareth, Lorena Solza, Lucas Moreira e Lucas Santana. Curso: Eletromecânica
Turma: 1212 E.T.E. Helber Vignóli Muniz 40 100 250
20v 12v
Full transcript