Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

EDUCAÇÃO

No description
by

joel cleiton

on 3 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of EDUCAÇÃO

Education
Skills
Experience
References
Work Experience
PLATFORMS
Social
SOCIAL
SEO
CMS
HISTÓRIA DA PEDAGOGIA


A didática surge na transição do séc. XVII, onde a burguesia surgira como classe emergente;
A monarquia se alia a burguesia para um centralismo, ou seja, para a criação do Estado Nacional;
Comenius, séc. XVII, escreve a "Didática Mágna", onde expressa as suas duas visões: preocupação com a reforma da fé e a influência com a realidade concreta das coisas do mundo, como a da natureza, ou seja, das ciências naturais modernas;
A meta principal da Didática Mágna é a agilidade do tempo, pois acreditava que o fim do mundo estava próximo, portanto era necessário a conversão para a volta gloriosa de Jesus no juízo final;
Ainda no séc. XVII, época que a burguesia atuava como classe revolucionária, Rousseau critica a didática por Comenius, para Rousseau a educação deve nos dar tudo que não temos ao nascer e quando adulto, educação da natureza do homem que é o desenvolvimento do órgão.
HISTÓRIA DA PEDAGOGIA
Seguinte princípio didático:

Respeitar o desenvolvimento na-
tural dos indivíduos;

Controlar as influências dos homens
interfirindo o mínimo possível;

Não impor conteúdos, mas arranjar
situações em que o aluno tenha pos-
sibilidade de descobrir por conta pró-
pria.


HISTÓRIA DA PEDAGOGIA
Com a consolidação do capitalismo
no séc. XIX, a burguesia se depara com
uma árdua tarefa, a complexa indus-
trialização da sociedade onde as pe-
dagogias já perpassada não mais dá
certo;
A pedagogia era necessitada de tec-
nologias para preparar a elite para o
mundo científico e difundir as suas
visões de mundo às camadas popu-
lares.
HISTÓRIA DA PEDAGOGIA
No século XIX surge Herbart achando que a pedagogia
como ciência tem como fundamento a ética e a psicolo-
gia, ele adota algumas concepções:

A melhor maneira de promover as formações morais e
intelectual do aluno é despertar o interesse "múltiplo",
o ensino deverá percorrer as etapas que segue: prepara-
ção, apresentação, associação, generalização e aplica-
ção, as experiências pretéritas servem de alicerce à aqui-
sição de novas experiências, constituindo as massas
perceptivas.
HISTÓRIA DA PEDAGOGIA
Para Ghiraldelli a metodologia de Herbart con-
quistou o mundo e instalou-se naturalmente nas
redes públicas de ensinos no final do séc. XIX;

Essa metodologia fazia com que os filhos dos trabalhadores poderiam conquistar o mundo e
ameaçava a burguesia dominante por fazer com que esses alunos podessem chegar às Universidades;
Nessa época surge o movimento da "Escola Nova" (John Dewey), transformando um novo homem pela nova escola, questionando então a escola tradicional conhecida por não científica, ineficiente, medieval etc.
Essa nova escola tenta ser científica, adotando
novos métodos: atividades, problemas, dados,
hipóteses, experimentações etc. Para Savani es-
sa escola dava voz aos alunos onde resultava no
aprendizado.
HISTÓRIA DA PEDAGOGIA
p
Para Dewey a formação democrática recebida dentro da sala seria levada para fora das quatros paredes pelo desenvolvimento nas ciências experimentais;

No Brasil-colônia o sistema educacional levada pelo jesuítas cumpria funções para a coroa Portuguesa, apregoavam o cristianismo no meio indígenas;

"Ratio Studiorum", modelo de educação da companhia de Jesus no que se diz respeito aos colonos no brasil, Manoel da Nóbrega inclui a escola de lê e escrever, atitude avançada para época;

Professores recebial melhores formações, havia reitores, assistido por dois prefeitos para a melhora da pedagogia e aprendizagem dos alunos e todo os anos os professores eram passado por entrevistas para saber das qualificações etc.
A Didática no Império e na Primeira República
Controle Institucional da Igreja;

Trabalho Agrícola e força escrava dos Imigrantes;

Ensino Secundário era de responsabilidade plena da União e o Ensino Primário e formação do Magistério Primário eram de responsabilidade plena dos estados;

A influência da Pedagogia Herbartiana nos Sistemas Educacionais Paulistas;

A influência da Tradição Francesa (Pedagogia Europeia) nos Sistemas Educacionais Mineiro, Baiano e Pernambucano.


A Didática após a Primeira Guerra Mundial
Reorientação do processo educacional, tendo em vista as transformações oriundas da Guerra, implicando na vida política e econômica do País;

A divulgação do Movimento Escola Nova (1920);

A Didática se configura com um conceito de “conjunto de regras, que tem por objetivo de assegurar aos futuros docentes as orientações necessárias ao seu trabalho, separando, porém, a teoria da prática” (ALBUQUERQUE, 2002).

Full transcript