Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Idade Comtemporânea

No description
by

Bruna Frencl Ribeiro

on 26 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Idade Comtemporânea

Idade Contemporânea
O seu início foi bastante marcado pela corrente filosófica iluminista, que elevava a importância da razão. Havia um sentimento de que as ciências iriam sempre descobrindo novas soluções para os problemas humanos e que a civilização humana progredia a cada ano com os novos conhecimentos adquiridos.
Com o evento das duas grandes guerras mundiais o ceticismo imperou no mundo, com a percepção que nações consideradas tão avançadas e instruídas eram capazes de cometer atrocidades dignas de bárbaros. Decorre daí o conceito de que a classificação de nações mais desenvolvidas e nações menos desenvolvidas tem limitações de aplicação.

Educação
A contemporaneidade é uma época que retomou a educação como centro mediador da vida social e nesse meio todo emerge novos sujeitos para ter direitos educativos como : crianças , mulheres , o deficiente e pessoas de outras etnias e com minorias culturais.
Esses novos sujeitos educativos acrescentaram novos desafios para as teorias e práticas educativas, exigindo da pedagogia uma renovação nos seus modelos educativos e nos conceitos, visando práticas pedagogicas inclusivas fundamentadas no sujeito que necessita de necessidades educacionais especiais.

Arte Contemporânea
A arte contemporânea, em seus estilos, escolas e movimentos, surgiu por volta da segunda metade do século XX, mais precisamente após a Segunda Guerra Mundial, como ação de ruptura com a arte moderna.
Depois da guerra os artistas mostraram-se voltados às verdades do inconsciente e interessados pela reconstrução da sociedade. Sobrepôs-se aos costumes, a necessidade da produção em massa. Quando surgia um movimento na arte, este revelava-se por meio das variadas linguagens, através da constante experimentação de novas técnicas.

Idade Contemporânea

A Idade Contemporânea compreende o espaço de tempo que vai da revolução francesa aos nossos dias. A Contemporaneidade está marcada de maneira geral, pelo desenvolvimento e consolidação do regime capitalista no ocidente e, consequentemente pelas disputas das grandes potências europeias por territórios, matérias-primas e mercados consumidores.

Economia
O neoliberalismo, hoje em dia, é a ideologia adotada em quase todo o mundo. Essa ideologia está difundida em vários planos, principalmente nos planos político e econômico.
Nos séculos XVII e XVIII, foi adotado, para base de revoluções liberais, o liberalismo, o qual era uma das bases do movimento intelectual iluminista.
No campo econômico temos como principal filósofo Adam Smith, pai do liberalismo econômico e do capitalismo, além de outros como Malthus, Ricardo e Mill.
Eles defendiam a ampla liberdade econômica e a não intervenção do Estado na economia. Acreditavam que as relações econômicas podiam ser deixadas em cargo da “mão invisível’’ (expressão usada por A. Smith) do mercado”. E acreditavam que era uma ciência que podia ser explicada através de leis naturais.




Porém, com a crise de 1930 houve um enfraquecimento no sistema capitalista, forçando assim as grandes potências da época, como os E.U.A., a adotarem métodos a fim de resolver esse problema.
Assim, tomando como exemplo o governo norte-americano, a partir do ‘’New Deal’’, o Estado passou a intervir na economia, regulamentando e direcionando as relações e transações econômicas.
Essa idéia reformista para o sistema foi desenvolvida pelo liberal Keynes, na qual ele afirma que o capitalismo é um sistema socioeconômico essencialmente instável e tende para o desequilíbrio.
Friedrich Wilhelm Nietzsche

Friedrich foi um filósofo, escritor, poeta, filólogo e músico alemão. É tido como um dos mais influentes e importantes pensadores do século XIX.
Nietzche nasceu na cidade de Rockeb (Alemanha) em 15 de outubro de 1844 e morreu na cidade de Weimar (Alemanha) em 25 de agosto de 1900.
Principais realizações
- Em suas obras, teceu críticas a cultura, religião e filosofia ocidentais. Defendeu a desconstrução dos conceitos que integrava a cultura ocidental do século XIX. Defendia a ideia de que para libertar, o pensamento deveria ser livre de qualquer forma de controle cultural e moral.
Seu pensamento teve grande influencia nos pensadores das gerações posteriores.
Principais obras:
- O Nascimento da Tragédia no Espírito da Música (1872)
- A Filosofia na Idade Trágica dos Gregos (1873)
- Sobre a verdade e a mentira em sentido extramoral (1873)

Friedrich Nietzsche
Bertrand Russell
Bertrand Russell

Bertrand Arthur William Russell, 3º Conde Russell, foi um dos mais influentes matemáticos, filósofos e lógicos que viveram no século XX. Político liberal, activista e um popularizador da filosofia, Russell foi respeitado por inúmeras pessoas como uma espécie de profeta da vida racional e da criatividade. A sua postura em vários temas foi controversa.
Russell nasceu em 1872, no auge do poderio econômico e político do Reino Unido, e morreu em 1970, vítima de uma gripe, quando o império se tinha desmoronado e o seu poder drenado em duas guerras vitoriosas mas debilitantes. Até à sua morte, a sua voz deteve sempre autoridade moral, uma vez que ele foi um crítico influente das armas nucleares e da guerra estadunidense no Vietnã. Era inquieto.
Recebeu o Nobel de Literatura de 1950, em reconhecimento dos seus variados e significativos escritos, nos quais ele lutou por ideais humanitários e pela liberdade do pensamento.
Aline Salvador Nº02
Bruna Frencl Nº04
Jéssica Da Silva Nº22
Letícia Miranda Nº29
Thamara Ribeiro Nº38


2ºRC
Full transcript