Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Protocolos de Rede e Modelo OSI

Protocolos de Rede Modelo OSI da ISO
by

João Piedade

on 4 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Protocolos de Rede e Modelo OSI

Protocolo: Definição Um protocolo pode ser definido como um conjunto de normas ou regras definidas com um dado objetivo.

Um protocolo é um método standard que permite a comunicação entre processos (que se executam eventualmente em diferentes máquinas), isto é, um conjunto de regras e procedimentos a respeitar para emitir e receber dados numa rede. Protocolo ICMP - O protocolo ICMP (Internet Control Message Protocol) é responsável por gerir as informações relativas aos erros nas máquinas ligadas na rede. Dado os poucos controlos que o protocolo IP realiza, permite não corrigir estes erros, mas dá-los a conhecer aos protocolos das camadas vizinhas. Deste modod, o protocolo ICMP é utilizado por todos os switchs, que o utilizam para assinalar um erro (chamado Delivery Problem). Protocolos Modelo OSI Modelo OSI Definição ARP - O protocolo ARP permite conhecer o endereço físico (MAC) de uma placa de rede que corresponde a um endereço IP. Descodifica o endereço IP permitindo conhecer (resolver) o respetivo endereço MAC. Protocolos de Rede Modelo OSI da ISO Protocolos de Rede Exemplos HTTP - Hypertext Transfer Protocol
FTP - File Transfer Protocol
ARP - Address Resolution Protocol
ICMP - Internet Control Message Protocol
IP - Internet Protocol
TCP - Transmission Transfer Protocol
UDP - User Datagram Protocol
SMTP - Simple Mail Transfer Protocol
DNS - Domain Name System
DHCP - Dynamic Host Configuration Protocol
Telnet Protocolos HTTP - O protocolo HTTP permite a transferência de ficheiros (essencialmente no formato HTML) na Internet. Permite o acesso a conteúdos através de um navegador web usando uma cadeia de caracteres URL. FTP - Protocolo que permite e define a transferência de ficheiros em redes TCP/IP.
O protocolo FTP tem como objectivos:
•permitir uma partilha de ficheiros entre máquinas distantes
• permitir uma independência dos sistemas de ficheiros das máquinas clientes e servidor
• permitir transferir dados de maneira eficaz IP - Nas redes os computadores comunicam entre si usando o protocolo IP (Internet Protocol), que utiliza endereços numéricos, chamados endereços IP, compostos por 4 números inteiros (4 bytes) entre 0 e 255 sob a forma xxx.xxx.xxx.xxx. Por exemplo, 194.153.205.26 é um endereço IP de 32 bits.
Estes endereços servem para os computadores da rede comunicarem entre si, deste modo cada computador de uma rede possui um endereço IP único nessa rede. Protocolos Classes de Endereços IP Exemplo de um endereço Classe A – 120.2.1.1 Exemplo de um endereço Classe B – 152.13.4.0 Exemplo de um endereço Classe C – 192.168.10.24 Vermelho - Rede
Azul - Computador/ Host Endereços Classe A permitem menos redes mas mais hosts por rede, enquanto por exemplo endereços classe C permitem mais redes mas menos endereços disponíveis por cada rede. SMTP - O protocolo SMTP (Simple Mail Transfer Protocol, que se pode traduzir por Protocolo Simples de Transferência de Correio) é o protocolo standard que permite transferir correio eletónico de um servidor a outro usando uma conexão ponto a ponto. Protocolos TCP - TCP (que significa Transmission Control Protocol) é um dos principais protocolos da camada de transporte do modelo TCP/IP. Ele permite, ao nível das aplicações, gerir os dados provenientes (ou com destino à) camada inferior do modelo (ou seja, o protocolo IP). O TCP é um protocolo orientado para a conexão, isto é, ele permite a duas máquinas conectadas, controlar o estado da transmissão de dados.
As principais características do protocolo TCP são:
• entrega ordenadamente os datagramas provenientes do protocolo IP
• verifica a quantidade de dados para evitar uma saturação da rede
• formata os dados em segmentos de comprimento variável para "entregá-los" ao protocolo IP
• permite o multiplex dos dados, quer dizer, faz circular, simultaneamente, as informações que proveem de fontes (aplicações) distintas numa mesma linha
• permite a início e o fim de uma comunicação entre dois nós da rede. Camadas Modelo TCP/IP Camada Interface de rede : especifica a forma sob a qual os dados devem ser encaminhados independentemente do tipo de rede utilizado
Camada Internet : é encarregada fornecer o pacote de dados (datagrama)
Camada Transporte : assegura o encaminhamento dos dados, assim como os mecanismos que permitem conhecer o estado da transmissão
Camada Aplicação : engloba as aplicações standard da rede (Telnet, SMTP, FTP,…) Protocolos UDP - O protocolo UDP (User Datagram Protocol) é um protocolo não orientado para a conexão da camada transporte do modelo TCP/IP. Este protocolo é muito simples já que não fornece controlo de erros (não está orientado para a conexão…). TELNET - O protocolo Telnet é um protocolo standard de Internet que permite o interface de terminais e de aplicações através da Internet. Este protocolo fornece as regras básicas para permitir ligar um cliente a um servidor através de uma terminal linha de comandos.

O protocolo Telnet assenta em três conceitos fundamentais:
• O paradigma do terminal rede virtual (NVT, Network Virtual Terminal);
• O princípio de opções negociadas;
• As regras de negociação. Há anos atrás, cada fabricante tinha as suas tecnologias, topologias, protocolos e havia problemas na interoperabilidade entre equipamentos. Com o evoluir da tecnologia, os fabricantes de equipamentos chegaram a conclusão que o caminho a seguir se deveria basear em normas (standards).
Das muitas organizações ligadas a normalização destacam-se o IEEE (Institution of Electrical and Electronics Engineers) , ISO (International Organization for Standardization) e ITU (International Telecommunication Union).
O Modelo OSI é um modelo de referência da ISO que tem com principal objectivo ser um modelo standard, para protocolos de comunicação entre os mais diversos sistemas, e assim garantir a comunicação end-to-end.

O modelo é composto por 7 camadas, em que cada camada realizada funções específicas.

Camadas do modelo OSI
•Aplicação (Application)
•Apresentação (Presentation)
•Sessão (Session)
•Transporte (Transport)
•Rede (Network)
•Dados (Data Link)
•Física (Physical)
Aplicação (Application)
Fornece serviços às aplicações do utilizador.

Apresentação (Presentation)
Encriptação e compressão de dados.
Assegura a compatibilidade entre camadas de aplicação de sistemas diferentes

Sessão (Session)
Controla (estabelece, faz a gestão e termina), as sessões entre aplicações.

Transporte (Transport)
Controle de fluxo de informação, segmentação e controle de erros

Rede (Network)
Encaminhamento (routing) de pacotes e fragmentação
Esquema de endereçamento lógico

Dados (Data Link)
Controla o acesso ao meio físico de transmissão.
Controlo de erros da camada física

Física (Physical)
Define as características do meio físico de transmissão da rede, conectores, interfaces, codificação ou modulação de sinais. Modelo OSI Modelo OSI e Protocolos Modelo OSI vs TCP/IP Modelo OSI e Equipamentos de Rede Os Router operam na camada 3

Os Switch's operam na camada 2

Hub e placa de rede operam na camada 1 Alguns Utilitários de Rede PING - Teste a conexão com um endereço IP distante
ping -t [IP ou host]
ping -l 1024 [IP ou host]

TRACERT - Lista todos os endereços IP intermediários pelos quais passa o pacote entre a máquina local e o endereço IP específico.
tracert [@IP ou não do host]
tracert -d [@IP ou não do host]

IPCONFIG : Lista ou refresca a configuração rede TCP/IP
ipconfig /all [/release [carte]] [/renew [carta]] /flushdns /displaydns /registerdns [-a] [-a] [-a] Alguns Utilitários de Rede NETSTAT : O comando nbtstat apresenta estatísticas e informações de nomes utilizados pelo NetBIOS através de ligações TCP/IP (NetBT). A opção –n é utilizada para listar apenas nomes de NetBIOS locais para este computador.
netstat [-a] [-e] [-n] [-s] [-p proto] [-r] [intervalo] HOSTNAME - Lista o nome da máquina ARP - O comando ARP permite listar e alterar a tabela ARP. O comando permite de uma forma simples devolver o endereço MAC de uma máquina através do seu endereço IP.
arp [192.168.0.1] http://technet.microsoft.com/pt-pt/library/cc757819(v=ws.10).aspx Mais Informação sobre
comandos de rede Protocolos DHCP - é a sigla para Dynamic Host Configuration Protocol, é um protocolo utilizado em redes de computadores que permite a atribuição dinâmica de endereços IP às máquinas da rede. Existem dos modos de atribuir IP a uma máquina na rede, de forma estática e manual ou de forma dinâmica por DHCP. Protocolos DNS - O DNS (Domain Name System) é um dos serviços mais importantes para o bom funcionamento da Internet. Uma das suas utilizações mais correntes é a tradução de nomes de máquinas nos seus endereços IP e vice-versa.
Todos os computadores ligados directamente à Internet têm de ter um endereço IP válido e e único nesta rede, ao qual deverá sempre corresponder um nome, atribuído segundo as regras do DNS.

Por exemplo, a página web do grupo rumos em http:www.gruporumos.com tem o endereço IP: http://77.91.205.13
Full transcript