Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Globalização e a Internacionalização das Empresas:

No description
by

on 12 December 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Globalização e a Internacionalização das Empresas:

A Globalização e a Internacionalização das Empresas:
Como Internacionalizar e Competir nos Mercados Globais

Internacionalização
das empresas

Tipo de estratégia que consiste na transposição das estratégias de produtos e mercados e de integração vertical para outros países
Teorias sobre o comércio internacional
Como internacionalizar e competir nos mercados globais
Globalização

Fenómeno de abertura das economias e das suas fronteiras em resultado:

-acentuado crescimento das trocas internacionais de mercadorias
-intensificação dos movimentos de capitais
-circulação de pessoas, do conhecimento e da informação
Origem
Começou no séc. XIV com os
descobrimentos portugueses

Globalização foi-se intensificando devido:
- ao acentuar das trocas comerciais entre os países europeus e as suas colónias espalhadas por todo o mundo

No séc. XX, após a IIª Guerra Mundial ganha novo impulso

No final da década de 1980 o termo globalização começa a ser utilizado com sentido de intercâmbio cultural e de interdependência social e política ao nível mundial.


Cada país terá vantagem em:
Teoria de
Heckscher-Ohlin
Cada país tenderá a:
Prós e Contras da Globalização
A globalização surgiu da necessidade de formar uma aldeia global, que permitisse maiores mercados para os países centrais
Processo da Globalização
Com a forma como os países interagem e aproximam
pessoas passou a ser possível:
obtém-se como consequência o
Origem
-Tempo das rotas do oriente, em que Marco Polo foi um dos primeiros grandes comerciantes internaionais
Porque Internacionalizar?
-Facilidade de acesso a recursos mais baratos ou de maior confiança
-Possibilidade de maior retorno do investimento
-Aumento da quota de mercado
-Evitar a tributação ou contingentação de importação
-Manutenção ou reforço da rede de relações
-Dar resposta a movimentos dos concorrentes
-Ter acesso a competências
-Acesso a recursos mais baratos ou de maior confiança
A Internaconalização foi facilitada devido...
Progressiva abertura dos mercados
Diminuição das tarifas alfandegárias
Progressos tecnológicos
nomeadamente nos transportes e comunicações
Progressos Tecnologicos
Diminuição dos custos de transporte
Este Progresso Tecnologico é visivel:
que facilita as importações e exportações para distâncias longínquas
Rapidez com que as pessoas e bens se deslocam
os bens circulam com maior rapidez, os mercados alargam-se e a informação circula por todo o mundo
Deste modo,
As empresas podem, mais facilmente e com menos custos, ter operações à escala global.
e assim,
Fases da Internacionalização das empresas
Empresa Internacional
Orientação etnocêntrica
Empresa Multinacional
Orientação policêntrica
Empresa Global
Orientação mista
Empresa Transnacional
-Uma empresa «integrada» a nível mundial
Uma empresa internacional com mensalidade doméstica e apoiada no mercado interno

Desenvolve a sua estratégia procurando satisfazer as necessidades dos clientes atendendo às suas diferenças nacionais

Desenvolve a sua estratégia abastecendo esse mercado a partir de um único país onde centraliza as operações
ou
abastece-se nesse mercado global para fazer a distribuição através dos seus canais no mercado interno

Faz a ligação entre os recursos e os mercados globais e nessa ligação construindo as suas vantagens competitivas
Orientação geocêntrica
«pensa globalmente e actua localmente»

Fases que as empresas passam quando se internacionalizam
Prós
Contras
Perda de cultura e identidade
Desemprego
Desigualdade
Perda de soberania nacional
Degradação do ambiente natural
Exploração dos trabalhadores
Destruição de sectores de actividade nos países mais desenvolvidos e ricos
Redução da pobreza
Quando internacionalizar
e quando não o fazer
Como internacionalizar
Modos de entrada
no estrangeiro
A cadeia de valor e a
internacionalização
O que é a cadeia de valor, como a analisar,
o que fazer na cadeia de valor e a subcontratação
Teoria das
vantagens comparativas
produzir mais dos produtos em que é mais eficiente
e trocá-los pelos produtos de que necessita mas em que é menos eficiente que os outro
Baseia-se na vantagem da especialização da produção de cada país em função dos recursos naturais ou do seu avanço tecnológico.
Especializar-se e a explorar os produtos que resultam do uso intensivo dos factores abundantes
e a Importar os produtos que resultam do uso intensivo dos factores escassos.

Quanto mais abundante for um país em relação a um determinado factor, mais baixo será o seu custo
Teoria da
vantagem competitiva
O sucesso de cada país depende da forma como as empresas de sectores inter-relacionados, os clusters, se organizam e competem a nível global
Avaliar a posição competitiva de um país
Modelo de Porter
Para ganhar vantagem competitiva
é preciso:
Nova abordagem na análise da concorrência
Descobrir um segmento não inteiramente bem servido
Diversificar o produto ou a sua aparência ou alterar o seu processo de produção
Factores que determinam a constituição
de vantagens competitivas das nações:
Condições dos factores
Condições da procura
Indústrias relacionadas e de suporte
Estratégia, estrutura e rivalidade empresarial
A sua posição em termos de factores de produção que sejam necessários para competir numa determinada indústria
A natureza da procura interna para um produto ou serviço de uma indústria, sendo importante a existência de clientes locais exigentes que pressionem as empresas para a inovação e antecipem as necessidades da procura global
A procura ou ausência no país de indústrias fornecedoras e relacionadas pela tecnologia, pelas aptidões ou pelos clientes e que sejam internacionalmente competitivas
Condições que num país regulam a forma como as empresas são criadas, organizadas e geridas, mais a natureza da rivalidade entre elas
Adaptação ao mercado externos
ou padronização
Como competir com Multinacionais
Para decidir quando internacionalizar é necessario:
Fazer uma avaliação objectiva dos seus recursos humanos e eventuais falhas
saber qual a relação preço-benefício, pois os custos de internacionalizar não são apenas os do investimento inicial, haverá outros custos
Factores que influenciam a escolhas da entrada no mercado
Estratégicos
Ambientais
Transaccionais
Controlo a capacidade de a empresa influenciar as decisões e métodos de trabalho no mercado externo
Compromisso de recursos, sejam estes tangíveis ou intangíveis, que é necessário para as operações no estrangeiro
Referem-se ao risco envolvido
É um determinante crítico do sucesso das operações no estrangeiro
Exportação
Licenciamento
Alianças estratégicas
Investimento directo
Realizar transacções financeiras
Expandir o seu negócio sem ser necessário um investimento alto de capital financeiro
pois a comunicação num mundo globalizado permite tal expansão
No entanto,
aumento da concorrência
Para uma PME é mais difícil competir
Para uma PME poder competir eficientemente com uma multinacional:
* Qual é o negócio
* Qual a estratégia de negócio da empresa
Precisa de entender
Deve escolher um nicho de mercado que não seja suficiente atractivo para as multinacionais
É fundamental a empresa saber competir, ter algum tipo de vantagem competitiva que lhe permita superar a escassez de recursos perante á superioridade das multinacionais
É essencial decidir a afectação das diversas actividades da cadeia de valor aos vários espaços onde actua
Se as actividades a montante e as actividades de suporte podem ser facilmente centralizadas
as actividades a jusante tendem a ser aproximadas dos mercados
Cadeia de valor
Sequência de actividades que acrescentam valor ao longo do processo produtivo
desde a obtenção de matérias-primas até à disponibilização do produto ao consumidor
Analisar a cadeia de valor
É necessário:
dividir a cadeia nas suas diferentes fases
escolher o país ou região onde essa actividade pode ser realizada com vantagens
Ao escolher a localização, é implícito que certas localizações têm uma vantagem competitiva face a outras localizações
O que fazer na cadeia de valor e a subcontratação
Pode ser realizada:
Internamente na empresa
Contratada fora, no mercado
ou
Internalização
Externalização
Conduz à integração vertical, constituindo-se como uma alternativa plausível para:
Redução dos custos de transacção e de produção
Acesso a tecnologias e a mercados
Criação de barreiras à entrada de novos concorrentes
Flexibilidade de resposta a alterações e ameaças do mercado
Falamos da reformulação da cadeia de valor para o serviço de mercado doméstico, mas também dos mercados externos
Estratégia multidoméstica
expressa que a generalidade da cadeia de valor é localizada nos países onde a empresa actua, com pouca ou nenhuma, coordenação entre filias
Estratégias internacionais
Estratégia transaccional
Baseia-se em IDE e que tende a dispersar geograficamente as actividades
Estratégia internacional
Baseada em exportações
O marketing descentralizado concentra as actividades de cadeia de valor e mantem um nível de coordenação baixo entre a sede e as subsidiárias
Estratégia global
Composta por um grau de elevada coordenação das actividades e elevada concentração geográfica das mesmas.
Esta estratégia assenta na padronização mundial da oferta com eficiência operacional
É necessário analisar:
Analisar as capacidades desta para realizar a internacionalização
Necessidade de fazer adaptações ao produto que produz
devido a possíveis diferenças nos gostos e preferências dos consumidores ou mesmo especificações técnicas
A necessidade de padronização ou adaptação do produto a cada um dos mercados externos
deve ser vista numa perspectiva mais ampla de adaptação de todo o marketing mix
Bens Padronizados
exemplos:
Produtos de luxo
Químicos
Petroquímicos
Motos
Relógios
Bens de maior adaptação
Vestuário
Bebidas sem álcool
Artigos decorativos
Alimentação
I&D
As multinacionais procuram conhecimento
que permite gerar
O surgimento de paises com:
clientes mais sofisticados
tecnologia mais moderna
maiores níveis de rivalidade entre empresas
Levaram ás empresas
Para satisfazerem o mercado domestico e depois exportar a inovação para outros países
inovação
inovarem
Full transcript