Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

ECO 095 - Aula 08 - Lean Startup

Aula 08 do Curso de Modelagem de Negócios Inovadores oferecido pela Escola de Extensão do Instituto de Economia da UNICAMP, no 2º bimestre de 2014, que introduz a metodologia Lean Startup.
by

Thiago Ribeiro

on 24 July 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of ECO 095 - Aula 08 - Lean Startup

Prof. Thiago Ribeiro
Aula 08 - Lean Startup
Objetivo: Entender as ferramentas desenvolvidas para auxiliar na construção de startups de alto impacto com vistas à minimização dos riscos do negócio.
Princípios do Design Thinking
Negócios
Inovação de
Experiência
Inovação de Processos
Inovação Emocional
Inovação Funcional
Tecnologia
Pessoas
viabilidade
atratividade
factibilidade
Modelagem de Negócios
Implementação do Projeto
Validação das Hipóteses
Gerenciamento
Design da Solução
Compreensão do Problema
Detecção da Oportunidade de Negócio
Aula 01 e 02
Aulas 02 a 04
Aulas 04 a 06
Aulas 08 e 09
Aula 10
Abertura
07/05
21/05
Aula 02 –
Design Centrado no Cliente
Aula 03 –
Mercado e Concorrência
14/05
Aula 04 –
Business Model Canvas – Front End
28/05
Aula 05 –
Business Model Canvas -Back End

04/06
Aula 07 –
Business Model Canvas
Análise de viabilidade preliminar
10/06
Aula 06 -
Estratégias de Financiamento e Linhas de Financiamento
18/06
Aula 08 - Lean Startup
Business Model Canvas x
Lean Canvas
Aula 09 – Lean Startup
Validação do Modelo de Negócios
25/06
02/07
11/06
Discussão da oportunidade x ideia
Definições Conceituais do Negócio e Perfil dos Segmentos de Clientes
Formação dos Grupos e definição preliminar da ideia
Conceito do Negócio x Perfil dos Segmentos de Clientes
Identificação e análise de Modelos Concorrêntes
Análise dos Modelos de Negócio concorrentes - Job to be Done
Primeira aproximação ao Modelo de Negócios
Front End do Modelo de Negócios
Segunda aproximação do Modelo de Negócios
Back End do
Modelo de Negócios
Modelo de Receitas e Custos
Análise da geração de caixa e margens do projeto
Apresentação do Modelo de Negócios
Feed back dos grupos tutores
Fechamento do Modelo de Negócios
Estruturação do Experimento de Validação do Modelo de Negócios
Validation Board
Aula 10 –
Planejamento Estratégico
Planejamento Estratégico
Plano de Ação para implementação das ações
Construção do Pitch
Lean Startup
Lean Startup
Costumer Development
Modelo para gestão de startups
desenvolvido por Eric Ries e Ash Maruya
"Uma startup é uma organização formada para a busca de um modelo de negócios esclável e repetitivo."
Modelo desenvolvido por Steve Blank
MVP
Minimum Viable Product
Produto Mínimo Viável
O MVP tem como definição “o mínimo conjunto de funcionalidades que permite uma ação e aprendizado sobre os clientes ou usuários”. Sua origem remete ao mantra release early, release often das metodologias ágeis de desenvolvimento, prática que coloca o feedback real dos usuários como norte da evolução do software.
O problema é real?
Existe demanda para solucioná-lo?
Minha solução é a que os clientes buscam?
Meu modelo de negócios é o ideal?
Meu processo de vendas funciona?
Executar o que foi aprendido
Redefinição dos processos em busca de otimização
Steve
Blank
"Uma instituição humana desenhada para entregar um novo produto ou serviço sob condições de extrema incerteza."
Eric
Ries
Startup
9/10 startups falham
66% das startups que atingiram o sucesso mudaram seus planos
O que importa não é o melhor plano, mas encontrar um que funcione antes de acabar com os recursos
"Lean startup é um método para reduzir os riscos e aumentar as chances de sucesso otimizando os recursos." BIZSTART
1) Documente seu Plano A
2) Identifique as partes mais arriscadas do seu plano
3) Teste sistematicamente seu plano
Quais os 3 principais problemas?
Quais as 3 principais
funcionalidades?
Quais as principais atividades que irá medir? Como?
Mensagem única, clara e convincente
que indica o motivo de sua solução ser
diferente e valer a pena prestar atenção
Não podem ser facilmente
copiados ou comprados no
mercado
Qual o caminho até
os clientes?
Público-Alvo
Custos de aquisição do cliente;
Custos de distribuição;
Tecnologia;
Pessoas, etc.
Modelos de receita Receitas
Margens de lucro esperadas
etc
Velocidade
Estado de aprendizado ótimo
Andar em círculos
Otimização prematura
Risco de ficar sem recursos
Foco
Aprendizado
Riscos do projeto
Risco de Produto:
Conseguir o produto certo.
Risco de Cliente:
Construir um caminho para os clientes consumirem seu produto
Risco de Mercado:
Costruir um negócio viável
Visão do Empreendedor
Visão do Cliente
Identificação
Benefício
Preço
Visão do Investidor
Potencial
Defesa
Tração
Margens
Ciclo Lean

•Think Tools AG, um dos sintomas mais extremos da bolha na Europa: o mercado estimava o valor da empresa em 2,5 bilhões de francos suíços em março de 2000, mesmo sem a mesma ter qualquer produto relevante à venda.

•Webvan, especializada em venda de alimentos que operava num sistema de "crédito e entrega". A empresa faliu em 2001, e foi posteriormente reinaugurada pela Amazon.

•WorldCom, provedora de serviços de internet e chamada telefônica de longa distância famosa por usar práticas fraudulentas para inflar o preço de suas ações. Entrou com pedido de falência em 2002. O ex-CEO, Bernard Ebbers, foi condenado por fraude e conspiração.

•Xcelera.com, empresa suíça de investimentos em start-ups de tecnologia. "Maior alta nas ações no período de 1 ano em toda a história de Wall Street."

•Broadcast.com comprada pela Yahoo! por US$ 5,9 bilhões, o que tornou Mark Cuban um multi-bilionário. O site foi desativado e seu endereço atualmente é redirecionado para a página inicial do Yahoo! [1]

•MicroStrategy, cujas ações perderam mais de metade do valor no dia 20 de março de 2000, após o anúncio de retificações feitas nos dados financeiros dos dois anos anteriores. Um editorial da BusinessWeek disse, "A desgraça da empresa é um sinal claro para todos os investidores das ponto com: finalmente, chegou a hora de prestar atenção nos números."

•inktomi, avaliada em US$ 25 bilhões em março de 2000.

•Tiscali, importante empresa de telecomunicações da Itália cujas ações subiram de 46€ (IPO em novembro de 1999) para 1197€ em apenas quatro meses. Menos de dois meses depois, a cotação caiu para 40€ e continuou a cair, atingindo valores inferiores a 0,2 euros.

•Boo.com, gastou US$ 188 milhões em apenas seis meses6 na tentativa de criar uma loja de artigos de moda online e global. Foi à falência em maio de 2000.
•Startups.com foi a "startup das ponto-com". Faliu em 2002.

•e.Digital Corporation (EDIG): empresa OTCBB (tipo de ação não listada na NASDAQ ou outra bolsa de valores americana) fundada em 1988, anteriormente chamada Norris Communications. Em janeiro de 1999, suas ações estavam cotadas a US$ 0,06. No mesmo mês, após mudar o nome para e.Digital, as ações subiram rapidamente, fechando a US$ 2,91 em 31 de dezembro de 1999 e com uma máxima de US$ 24,50 em 24 de janeiro de 2000. O valor rapidamente voltou ao patamar anterior, e no restante da década oscilou entre US$ 0,07 e US$ 0,165.8 Em 2013, as ações continuam em valores baixos, entre US$ 0,12 e US$ 0,19.

•Freeinternet.com - decretou falência em outubro de 2000, pouco depois de cancelar sua oferta pública inicial. Na época, Freeinternet.com era o quinto maior provedor de internet dos Estados Unidos, com 3,2 milhões de usuários.10 Em 1999, a empresa teve receita de apenas US$ 1 milhão, resultando em prejuízo de US$ 19 milhões.

•GeoCities, comprada pela Yahoo! por US$ 3,57 bilhões em janeiro de 1999. Yahoo! fechou o GeoCities no dia 26 de outubro de 2009.

•theGlobe.com - rede social lançada em 1995, tornou-se notícia ao ter o captital aberto em novembro de 1998 e quebrando o recorde de maior aporte no primeiro dia de uma IPO. O CEO tornou-se um símbolo do excesso dos milionários da bolha da internet.

•GovWorks.com – ponto com fracassada exibida no documentário Startup.com.

•pets.com - pet shop de varejo. Entrou em falência em 2000.

•open.com - produtora, revendedora e distribuidora de soluções de segurança de software. Entrou em falência em 2001.

•InfoSpace – Em março de 2000, atingiu a cotação de US$ 1.305,00 por ação, mas em abril de 2001 seu preço já tinha desabado para US$ 22 por ação.

•lastminute.com, cujo IPO no Reino Unido coincidiu com o estouro da bolha.

•The Learning Company, comprada pela Mattel em 1999 por US$ 3,5 bilhões, vendida por U$ 27,3 milhões em 2000.

Chris Anderson - Diretor Executivo da Revista Wired - outubro de 2004 - Livro em 2006
Early Adopters
Innovators
Early Majority
Late Majority
Laggards
1945 x 2000
Final da II Guerra Mundial
Bolha da Internet
Publicado em 1991 e revisado em 1999 e reeditado em 2014
Revisão Conteúdo e dos produtos
Desenhar o Plano A utilizando o
Lean Canvas

Lean Manufacturing
Toyota
Just-in-Time
Automação
Eliminação do desperdício
Lean
Manufacturing
Full transcript