Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Concordância Verbal e Nominal

No description
by

Paulo Hirata

on 28 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Concordância Verbal e Nominal

Educação! Educação!

Sonho com Dona Teteca, minha implacável professora de português. Ela aparece, brandindo um exemplar do JB com a segunda parte do artigo Educação! Educação!
Passa-me um sabão danado. [...]
– Seu analfabeto! Não foi isso que te ensinei! Não podes errar a concordância!
Assustado, leio um texto meu que o JB publicou no domingo passado: “Um dos romances que mais marcou minha adolescência...”
Sinto um frio na espinha e balbucio:
– Desculpe, Dona Teteca... Eu me distraí. [...]
Conformado, pego uma resma de papel e começo a escrever, pensando: “Poxa, logo num texto sobre educação!”
Acordo, sobressaltado e ofegante. Perdão, leitores.
UTZERI, Fritz. Jornal do Brasil. Rio de Janeiro, 27 jul. 2003.


1. No texto transcrito, Fritz Utzeri relata o pesadelo que teve com sua professora de português. O autor afirma ter sentido um “calafrio na espinha” ao lembrar-se do que tinha escrito na coluna do jornal. “Poxa, logo num texto sobre educação!”. Por que o autor fez essa declaração, considerando o pesadelo que teve?
Questão 1
“A gentileza é algo difícil de ser ensinada”. No enunciado destacado, há uma inadequação. Qual é ela? Por quê?
Questão 2
Questão 5.b
Questão 3
Concordância Verbal e Nominal
Paulo Hirata - Beatriz Martins - Gabriel Valente
Questão 4
Questão 5.a
Observe, no texto transcrito, a locução verbal destacada em negrito. Identifique a inadequação nela presente e corrija-a, segundo o que recomendam as regras de concordância verbal.
O autor do texto afirma que a inversão do provérbio só estaria adequada se o redator não tivesse faltado à aula de concordância verbal. Identifique a inadequação na concordância verbal do anúncio publicitário, corrigindo-o.
Leia o texto que segue.
Questão 6
Resposta
O erro cometido por Fritz Utzeri foi em relação à concordância na frase "Um dos romances que mais marcou minha vida", pois conjugou o verbo equivocadamente. A conjugação deveria ser "marcaram", pois "que" retoma o termo romances.

O autor faz a declaração por pecar na concordância em um texto sobre educação
Resposta
A inadequação está na flexão do particípo do verbo ensinar. O correto seria flexioná-lo no masculino ("ensinado"), pois concorda com o núcleo do predicativo do sujeito. O erro se dá ao flexionar no feminino, segundo as regras de concordância nominal.
“A gentileza é algo difícil de ser ensinada”.

O que, no enunciado, explica essa inadequação?
A autora cometeu o erro pois fez a concordância com o substantivo "gentileza", logo flexionou no feminino o particípio do verbo ensinar.
Resposta
Nesta tira, existe um problema de concordância nominal. Identifique-o e explique no que consiste essa inadequação.
Resposta
O problema está no termo "cercados". O correto seria "cercadas", pois os nomes que precedem são femininos.
Quando um verbo apresenta sentido de existir, deve ser flexionado na terceira pessoa do singular. No caso, o verbo auxiliar "dever" é quem sofre a flexão.
Resposta
Foi destacado, ainda, no texto, o verbo obter, conjugado de forma equivocada. Reescreva-o, adequando-o ao que determina a norma culta.
"O criminoso só será colocado em liberdade se der palestras públicas e obtiver oito como média"
Resposta
No trecho original, o verbo olhar está flexionado na terceira pessoa do singular, no entanto, deve ser flexionado na terceira pessoa do plural, visto que o sujeito é "Os dentes"
Resposta
Questão 7
a) No texto acima, um leitor da coluna de Sérgio Rodrigues questiona a concordância do verbo ser na frase “O assunto em pauta seriam as ameaças...”. O que provoca a dúvida do leitor.

b) Explique por que, segundo as regras de concordância do verbo ser, o leitor se equivoca na observação que faz sobre a “ambiguidade” presente na frase transcrita.
a) A inversão da ordem direta sintática. "As ameaças seriam o assunto em pauta"
b) O que levou o leitor a se equivocar foi a inversão da ordem .
Questão 8
I. O grupo de meninos __________ por aqui. (passou/passaram)
II. Termos e expressões (utilizados/utilizadas).
III. Grupos e pessoas economicamente (diferenciados /diferenciadas).
IV. _____ muitos doces na festa de amanhã. (haverá/haverão)

Resposta: I - Ambas
II - Ambas
III- Ambas
IV- Haverá
Full transcript