Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Desequilíbrio Ambiental e Extinção

No description
by

Giovana Kabardzinsky

on 2 December 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Desequilíbrio Ambiental e Extinção

Giovana Kabardzinky
Taynara Ott

Desequilíbrio Ambiental e Extinção
CEJO

Professor: Thiago
BIOLOGIA

Este é um dos principais desequilíbrios ambientais do país e com afinco deve ser combatido.
Queimadas
As principais forma de poluição do meio ambiente (ar, solo  e atmosfera) são devido a: monóxido de carbono (CO), dióxido de carbono (CO2), dióxido de enxofre (SO2), eutrofização,  pesticidas, metais pesados, petróleo, detergentes e 
queimadas.
A exploração de petróleo geralmente ocorre em plataformas em meio ao mar onde vários casos de derramamento são relatados, esses casos afetam toda a comunidade biológica da área.
Petróleo
A atividade humana no meio ambiente provoca vários casos de desequilíbrio;

Desequilíbrio Ambiental
Pode ocorrer em navios petroleiros, nas plataformas de extração e nos oleodutos de distribuição, causando danos enormes ao meio ambiente.
O desequilíbrio acontece pela alteração na quantidade desses elementos na natureza.
Como a poluição por detritos orgânicos e inorgânicos, que provocam mudanças (químicas, físicas e biológicas) no ambiente.
A poluição causada pelo petróleo é muito tóxica para os animais marinhos e para as aves migratórias, além de prejudicar indiretamente a população que vive no litoral das áreas atingidas.
Um dos piores desastres com o lançamento de petróleo no oceano ocorreu nos Estados Unidos, no ano de 2010, quando uma quantidade enorme do líquido ficou vazando por meses, atingindo uma extensa área do Golfo do México. O prejuízo ambiental foi incalculável e muitas espécies animais e vegetais foram atingidas, tanto no mar quanto na costa.
Por que o petróleo destroi tanto o ambiente marítimo
O petróleo é composto principalmente de vários hidrocarbonetos e, em porcentagens menores, também nitrogênio, enxofre e oxigênio.
Acidentes em que há vazamento de petróleo no mar, fazem com que estes compostos afetem plantas, peixes, mamíferos e toda a vida animal e vegetal de determinado ecossistema.
O petróleo mata primeiro o plâncton, ou seja, os microrganismos vegetais e animais dos quais os peixes se alimentam.
Dessa forma, ocorre uma reação em cadeia:
Os peixes do fundo do mar que se alimentam de resíduos acabam sendo envenenados, e morrem;
A luz do sol é bloqueada, assim as algas não realizam mais a fotossíntes;
O resultado é que os peixes da superfície morrem por falta de oxigênio ou morrem intoxicados pelo óleo vazado;
Substâncias tóxicas se acumulam nos tecidos de mamíferos, tartarugas e peixes, causando distúrbios reprodutivos e cerebrais;

As penas das aves ficam impregnadas de óleo e elas acabam afundando e morrendo afogadas.
A queimada é um processo de queima de biomassa que pode ocorrer por razões naturais ou ser provocada pelo homem.
Sua evolução passa pelos estágios de ignição, chamas, brasas e extinção.
A ignição depende do material a ser queimado (biomassa) e de fatores ambientais como temperatura, umidade relativa do ar e vento.
Outros desequilíbrios ecológicos:

Dióxido de Carbono: contribui para o efeito estufa e seu aumento na atmosfera também está ligado a queima de combustíveis fósseis;
Detergentes: os detergentes jogados indistintivamentes nas águas causam uma redução da penetração de luz, o que afeta os organismos aquáticos (principalmente as algas e consequentemente os peixes que se alimentam delas).
Extinção
Extinção:Está extinguindo-se, acabando, desaparecendo tornando-se raro.
Espécies desaparecem devido a eventos como catástrofes naturais. Desequilíbrio Ambiental é uma das causas, claro.
Segundo estudos:

Mais de 1 milhão de espécies ao redor do mundo podem ser levadas a extinção até 2050
Dinossauros
A extinção dos dinossauros ocorreu naturalmente há milhões de anos, muito antes do surgimento da espécie humana, ao que tudo indica devido à alterações climáticas decorrentes da queda de um grande meteorito.

Causas atuais
Atualmente, as principais causas de extinção são:
- A degradação e a fragmentação de ambientes naturais;
- Grandes áreas para implantação de pastagens ou agricultura convencional;
- Extrativismo desordenado
- Expansão urbana;
- Expansão da malha viária
- Poluição
- Incêndios florestais
- Formação de lagos para hidrelétricas e mineração de superfície.
Estes fatores reduzem o total de habitats disponíveis às espécies e aumentam o grau de isolamento entre suas populações, diminuindo o fluxo gênico entre estas acarretando a extinção de espécies.
Extinção é um tema muito recorrente em notícias...
“Acelera contagem decrescente para a extinção do rinoceronte branco do Norte” (www.publico.pt )

“Zoológico tem 20 espécies de bichos em extinção em Sapucaia do Sul, RS” (www.g1.globo.com)

“Mico-leão-dourado resiste à extinção, mas ainda é uma espécie ameaçada” (www.revistagalileu.globo.com )

Arara azul é uma espécie Brasileira em grande risco de extinção, graças a caça e devastação do seu habitat natural.
O Lobo-guará pode ser extinto em cem anos.
O filme fala sobre o tráfico de animais, muitos deles ameaçados de extinção (Como a Arara Azul)
"Rio 2 é sobre nossas escolhas", diz Carlos Saldanha (Diretor de Animação do filme)
Fontes:

http://omelete.uol.com.br/rio-2/
http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/
http://www.brasilescola.com/geografia/
http://www.mundoeducacao.com/quimica/
http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar./
Full transcript