Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Redes sociais

A irresponsabilidade nas redes sociais
by

Carla Morschel

on 2 July 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Redes sociais

Pensar e configurar primeiro é a alternativa.
Segundo o coordenador de pós-graduação de cognição e linguagem da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), Carlos Henrique Medeiros de Souza,
muitas pessoas ainda estão descobrindo sobre o uso das redes sociais.
“As redes sociais aceleraram a comunicação, facilitaram as formas de se comunicar, diminuíram as barreiras e socializaram a informação. Isso é um benefício muito grande. O que se vê hoje é que as pessoas potencializaram seus comportamentos, tornando público o que já era. As pessoas muitas vezes publicam sem saber quem está lendo aquela postagem e ficam expostas na mídia a qualquer tempo. Marca-se para sempre sua vida e sua conduta hoje vai poder ser vista para sempre.
Elas não pensam que ali, naquele meio, montaram seu histórico de vida.
Vejo a chegada dessa tecnologia como um ganho maior, do que prejuízos. Só é preciso saber lidar com esse novo espaço de convivência.”

Necessário descobrir mais sobre o uso das redes sociais
Existem leis que regem um país,
assim como o MARCO CIVIL DA
INTERNET:


Atenção para as regras
A responsabilidade
é de quem?
Por onde anda o respeito ao próximo??
Você precisa parar pra pensar
E você, se preocupa com o que posta nas redes sociais?
Redes sociais!!
Irresponsabilidade nas Redes sociais
Ética é fazer o certo mesmo quando ninguém estiver olhando.
Ser honesto e não faltar com a verdade, uma questão de ética.
Rede = vida
Direitos e deveres
Reclusão
Sua liberdade termina onde começa a do próximo
Idade mínima indicada: 13 anos
Consciência, discernimento e riscos
Idade
Consciência, "olha nosso grilo falante!!"
Os " valores" não podem mudar.
Cuidado!!
Seria mais humano se as pessoas simplesmente tivessem consciência.
Qualquer tipo de violência é crime; seja corporal ou verbal. Se não há respeito, que hajam LEIS.
Que a LEI seja cumprida
“As redes sociais chegaram de forma veloz e com um suporte tecnológico rápido, mas ainda,
não se tem uma medida de todo mal e bem que elas podem causar.
Por um lado elas
têm um papel social na construção da notícia e podem produzir coisas boas como a troca de ideias, experiências, eventos e valores. Já por outro, podemos ver constantes casos de bullying, difamação e pornografia.
O vício pode causar várias doenças como o isolamento social, obesidade, confusão da realidade com o mundo da fantasia, instabilidade de humor e intolerância.
É preciso que junto com a rede social, exista vida social, onde ela possa ser vivida exercitando a troca de experiências e contato pessoal.
As redes possuem suas vantagens, sua presença é inegável, mas não se pode vender esse produto para ser consumido de qualquer maneira por todos, porque assim, a vida interior começa a ser tomada como peça de exigência da tecnologia." Psicólogo, Luiz Antônio Cosmeli.

Tudo tem vantagens e desvantagens
Lembre-se:
caráter, moral e ética
O MUNDO PRECISA DISSO!
Fontes:
Reportagem Jornal NH, 11/05/2014
Reportagem Jornal online Ururau, 18/11/2012.
@
MARCO CIVIL DA INTERNET

Marco é um avanço para a internet,
dá segurança e protege a rede contra
regulações, definindo responsabilidades.



O Marco Civil estabelece que provedores
de acesso devem armazenar os registros
de datas de acesso dos usuários por um ano.
Isso significa que o provedor – Claro,
Embratel, GVT, Net, Oi, Telefônica, etc. –
manterá uma lista com os horários de
acesso e com qual endereço IP cada
usuário acessou a rede.
Já os serviços na rede devem manter um histórico por seis meses, exceto quando sua atividade não for comercial.


A regra ajuda a identificar
responsáveis durante
investigações, por exemplo,
para confirmar se a conexão
de uma casa foi usada para
publicar algum tipo
de conteúdo nas redes sociais.

Com o Marco Civil,
as responsabilidades por ações na rede ficam definidas. A princípio, um site ou serviço não é cúmplice por um conteúdo publicado pelos seus usuários.
Full transcript