Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Ritmos Brasileiros na Educação Musical

No description
by

Lívia Martins

on 23 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ritmos Brasileiros na Educação Musical

Trabalho de Pedadogia do Instrumento
Prof Fátima Corvisier
Aluna Lívia Martins

Ritmos Brasileiros na Educação Musical
Ritmos Brasileiros na Educação Musical
Introdução
A Lei 11.769, publicada em 18 de agosto de 2008, deu prazo de três anos letivos para as instituições se adaptarem, pois na teoria será obrigatório o ensino de músicas em todas as escolas públicas e particulares do Brasil, mas pela dificuldade de se implantar algo novo em plena segunda metade do calendário escolar, os sistemas de Educação deverão fazer valer as novas regras apenas em 2012.
Ensino por imitação
Outros Ritmos
Batuque, Moçambique, Quilombo, Macumba, Bumba-meu-boi, Pastoril, Folia-de-reis, Cana-verde, Balaio, Chimarrita, Fandango, Tatu, Tirana, Caiapó, Danças-dos-pajés, Cururu, Carimbó, Samba-cruzado, Conga, entre outros...

Realizando breve abordagem, relativa à área de Educação Musical, utilizando o contexto Música, este trabalho constitui numa tentativa de citar a função social e educativa da música, como mediadora no processo de interação e aprendizagem dos jovens e adolescentes. Engloba-se no trabalho realizado a busca de uma identidade, seu conceito de conhecimento musical e cultural regional, em projeto sócio educativo do ensino coletivo de música, voltado para o ensino de ritmos brasileiros executados com instrumentos de percussão por imitação.
Resumo
Mas está acontecendo?
Justificativa
A obrigatoriedade do ensino de música nas escolas gera muitas discussões sobre o que se ensinar. Qual o conteúdo a ser ministrado? Conteúdo apenas teórico? Ou apenas prático? Ensinar que tipo de música? Contemporânea, popular, erudita ou folclórica? Em grupo ou individual? Estas e outras questões inevitavelmente surgem quando o assunto é o ensino da música nas escolas.
No livro “Ritmos Brasileiros”
do Professor Marco Pereira,
contém os seguintes ritmos brasileiros:
Afoxé; Afro-samba; Baião; Boi-do-Maranhão; Bossa-nova; Calangu; Capoeira; Cataretê; Chamamé; Chorinho; Choro; Choro-canção; Chula; Coco; Congada; Frevo; Galope; Ijexá, Jongo; Maculelê; Maracatu; Marcha-rancho; Maxixe; Partido-alto; Samba; Samba em arpejos; Samba-canção; Samba-choro; Samba de avenida; Samba de coco; Samba de roda; Samba-funk; Samba telecoteco; Tambor de crioula; Tango brasileiro; Toada e Xote, (no livro contém partitura, áudio e contexto de todos esses ritmos acima). E tem os seguintes ritmos: Cabinda: Bambelô; Batucajé; Caboclinho; Cacumbi; Cavalo-marinho; Rojão; Samba de parelha; Siriá; e Xaxado (no livro contém apenas um pequeno contexto). Totalizando 47 ritmos.
"As crianças são ensinadas a tocar pela imitação em primeiro lugar, ao invés de ler música. Desta forma, as crianças a ler são capazes de desenvolver um amor pela música sem ser oprimido pela necessidade de aprender a simbologia da música . Uma vez que eles se familiarizem com a linguagem da música, então será ensinados os símbolos da música escrita".
Essa é a filosofia do Professor
Dr. Shinichi Suzuki
"Reflexões rousseaunianas sobre a música; “Imitação e Melodia” de Jean-Jacques ROUSSEAU por Tradução: André Souza Silva. “A música dramática ou teatral recorre à imitação assim como a poesia e pintura o fazem".
Como conclusão, segue uma proposta de aprendizagem dos ritmos brasileiros por imitação. Em anexo segue alguns ritmos brasileiros como: Frevo; Olodum; Samba; Maracatu e Bumba-meu-boi. Ler o texto que contém abaixo das partituras dos ritmos, é um pequeno texto que serve apenas como uma pequena contextualização. Depois de ler os textos o educador apresenta os instrumentos que ele utilizara no ritmo. Ex: “No ritmo baião vamos utilizar os seguintes instrumentos! Triângulo, agogô, chocalhos, pandeiros e zabumbas.” Depois o educador solfeja o ritmo dos instrumentos escritos na partitura de cima para baixo que pode ser reproduzindo pela fala (Tá tata...) ou através da percussão corporal. O aluno ira reproduzir cada som ditado pelo educador (um instrumento de cada vez), para interiorizar melhor. O educador toca o ritmo no instrumento, chamando atenção para os timbres e acento, logo em seguida os alunos poderá reproduzir o ritmo que o professor tocou, cada instrumento de uma vez (só pandeiros...). Passando por todos os instrumentos dos ritmos escolhido. O educador distribui os instrumentos que foram apresentados e então começa o ensaio do ritmo. Começar lento e acelerar conforme o desempenho da turma. Quando os alunos conseguir assimilar bem o ritmo vai para o outro ritmo.
Conclusão
PEREIRA, Marcos, Ritmos Brasileiros, Ed.Garbolights, 2007
RIBEIRO, Darcy, O Povo Brasileiro, A Formação e o sentido do Brasil, Ed. Compania das Letras, 2°Ed.1995.
PENNA, Maura, Música e seu Ensino, Ed Sulina, 2°Ed. 2010
JEANDOT, Nicole, Explorando o Universo da Música, Ed. Scipione 2006.
FRUNGILLO, Mario D. Dicionário de Percussão, Ed UNESP 2002.
GOMES, Sérgio. Novos Caminhos da Bateria Brasileira: samba, baião, maracatu, ijexá, xote e frevo/ Sérgio Gomes. São Paulo, 2005.
GALVÃO, Zequinha. “Pratica de Bateria”, São Paulo, Ed.Lumiar, 1998.
SIQUEIRA, Magno Bissoli. “O Balanço do Samba”, São Paulo, Ed Lira Music Aps, 1992.
WESTMORELAND SUZUKI SCHOOL OF MUSIC, http://www.wssm.org. 06/11/2012.
ANDRADE, Mario. ”Pequena História da Música”. 8°ed. São Paulo, Ed. Livraria Martins, 1980.
ROUSSEAU, Jean-Jacques
www.marilia.unesp.br/Home/RevistasEletronicas/Kinesis/Traducao.ROUSSEAU.pdf, 08/11/2012.
Bibliografia
Você conhece quantos ritmos brasileiros
de ouvir identificar e saber reproduzir?
Full transcript