Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

ENDIPE / 2012

I started to publish some of my templates - whiteboard great for pitching ideas. Enjoy.
by

sandro bortolazzo

on 14 January 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of ENDIPE / 2012

Sandro Faccin Bortolazzo
Orientadora:

Introdução
REPRESENTAÇÕES DA GERAÇÃO DIGITAL
Na trilha das Gerações
•O termo “geração” tem sido nomeado como o período de sucessão entre descendentes em linha reta (pais, filhos, netos). Aproximadamente 25 anos era a média de tempo que se estimava para calcular a idade de formação entre uma geração e outra. Hoje, o intervalo está mais curto e já se pode falar em uma nova geração a cada 10 anos. Isso significa que mais pessoas diferentes estão convivendo – em casa, nas escolas, nas universidades, no mercado de trabalho.
Objetivo
BAUMAN, Zygmunt. 44 Cartas do Mundo Líquido Moderno. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.
BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Trad. Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.
CAIRO, Aberto; MOON Pete; SORG, Letícia. A internet faz mal ao cérebro? Revista Época. 31 de Outubro de 2011. p. 76 – 84.
COSTA, Marisa V; RAMOS do Ó, Jorge. Desafios à escola contemporânea: um diálogo. Educação & Realidade, v.32, n. 2, jul./dez. 2007, p.109-116.
COSTA, Marisa V . Cartografando a gurizada da fronteira: novas subjetividades na escola. In: VEIGA-NETO, Alfredo; ALBUQUERQUE Jr., Durval; SOUSA FILHO, Alípio (orgs.). Cartografias de Foucault. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.
Coupland, Douglas. Generation X: Tales for an Accelerated Culture. London: Abacus, St. Martin’s Press, 1991.
PALFREY, John e GASSER, Urs. Born Digital. Understanding the first generations of digital natives. New York: Basic Books, 2008.
PRENSKY, M. Digital natives, digital immigrants, part I. On the Horizon. Lincoln: NCB University Press, v. 9, nº 5, 2001.
ROSE, Nikolas. Inventando nossos eus. In: SILVA, T.T. da. Nunca fomos humanos - nos rastros do sujeito. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.
TAPSCOTT, Don. Grown up digital: how the net generation is changing your world. New York: McGraw-Hill, 2009.

A transformação nos modos de circulação de informações e conhecimento está diretamente relacionada à evolução das tecnologias de comunicação. E na medida em que o avanço tecnológico organiza formas de poder, é possível considerar ques fatos históricos, aparatos midiáticos e artefatos têm engendrado outros modelos de subjetividade.
1) Investigar o surgimento da Geração Digital.
2) Problematizar como o conceito de pedagogia cultural vêm contribuindo para o entendimento de como os sujeitos escolares contemporâneos se constituem.
3) Debater a respeito dos processos de subjetivação dentro da escola face às transformações tecnológicas.
A análise pretende colocar em evidência características dessas crianças nascidas em meados dos anos 1990, circunscritas pelas tecnologias digitias e atreladas à cultura da mídia e do consumo.
NASCIDOS NA ERA DIGITAL:
OUTROS SUJEITOS, OUTRA GERAÇÃO

Sandro Faccin Bortolazzo/ UFRGS
Pesquisa
•Em meros 50 anos, as tecnologias alteraram radicalmente o modo de vida nas sociedades. Impreterivelmente, nenhum aspecto do cotidiano ficou imune e ninguém escapou a sua influência. O fato é que a revolução tecnológica é um caminho sem volta.
Hipótese
A pesquisa que se apresenta busca investigar as relações entre as novas tecnologias e a produção de sujeitos jovens contemporâneos como as principais forças subjacentes ao surgimento da chamada Geração Digital.
Na trilha das Gerações
•O termo “geração” tem sido nomeado como o período de sucessão entre descendentes em linha reta (pais, filhos, netos). Aproximadamente 25 anos era a média de tempo que se estimava para calcular a idade de formação entre uma geração e outra. Hoje, o intervalo está mais curto e já se pode falar em uma nova geração a cada 10 anos. Isso significa que mais pessoas diferentes estão convivendo – em casa, nas escolas, nas universidades, no mercado de trabalho.
Na trilha das gerações
•Cultura Digital cultura da atualidade onde se podem estabelecer relações entre homens e máquinas.
•Esta é uma geração pioneira na história da humanidade, pois é a primeira vez em que as crianças passam a desempenhar papel de professores, ensinando algo aos adultos – geralmente o manejo com as tecnologias, ferramentas nas quais estão imersas desde o nascimento.
Aprendizes da era digital
Por outro lado, há grupos de especialistas e intelectuais afirmando que por razão do uso exacerbado de aparelhos e dispositivos digitais nosso cérebro estaria sendo alterado, deixando os sujeitos menos inteligentes, distraídos e imensamente superficiais.
O desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação é um elemento decisivo para criar marcas de tempo, consideradas igualmente um dos principais fatores de reconfiguração da sociedade.
Entre computadores e salas de aula : formando sujeitos digitais.
Se antes éramos telespectadores, ouvintes ou leitores hoje é possível interagir com tudo isso e ainda produzir informação
Uma geração inventada e produzida pelos meios de comunicação (mas não apenas por eles) tem caracterizado estes jovens pelo uso ilimitado que fazem das tecnologias digitais. Ilimitado no sentido de conduzir seus relacionamentos pessoais e profissionais, seus modos de vida e suas práticas de entretenimento e lazer a partir dos dispositivos tecnológicos.
Referências
Contato: sandrobortolazzo@hotmail.com
Full transcript