Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O nascimento do império universal

No description
by

Dirseia Zilli

on 29 June 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O nascimento do império universal

Thailoson P. Greiner
Amanda Correia
Introdução:
Neste trabalho vou mostrar como aconteceu o nascimento do império universal e seus principis acontecimentos durante essa época da história, e a influencia que ela teve para história de Roma.
PLATFORMS
Social
SOCIAL
SEO
CMS
O nascimento do império universal
A cultura no século de Augusto
A arquitetura romana
As reformas propostas pelos irmãs Graco e a brutalidade de seu assassinato levaram a sociedade romana polarizar-se em duas facções políticas:

Os populares, que defendiam a ampliação dos direitos da plebe.
Os oligarcas, interessados em manter os privilégios das famílias patrícias.

Com esse confronto as duas facções entraram em confronto aberto, provocando uma guerra civil. Nesse conflito foram duramente reprimidos pelo exército, que deixava de representar os "cidadãos em armas" para se profissionalizar. Foi nesse contexto que eclodiu a maior rebelião escrava que o mundo antigo havia visto que foi chamada de;
a revolta de Espártaco.
Durante o século I a.C., foi instalada em Roma a Ditadora. César, comandante militar que se tornou célebre após a conquista da Gália, foi o mais importante desses ditadores.
No curto período de seu governo, entre 49 e 44 a. C., alternando o cargo de ditador e de cônsul, realizo reformas que reforçaram seu poder. Contudo, foi assassinado pelo filho de, sua amante, Brutus, que liderava uma conspiração oligárquica contra ele. O assassinato de César levou a uma nova guera civil.
Otávio, adotado por César em seu testamento, após derrotar Marco Antônio, tornou-se o primeiro imperador, recebendo o título de Augusto.


Religião e leituras
A guerra civil e o fim da república
O longo período conhecido como Paz Romana, foi marcado por relativa paz interna. Otávio Augusto encomendou o restauro de antigos edifícios e ordenou a edificação de novos templos em Roma. Augusto dizia ter encontrado "Roma de tijolos e a deixaria de mármore".
As grendes criações culturais do chamado "século de Augusto" tornaram-se possíveis justamente devido ao retorno da paz e à riqueza do Império. Com o Império unificado, essa cultura penetrou largamente em todas as províncias romanas. O mundo romano tornou-se bilíngue: o latim era falado no lado ocidental do Império, enquanto o grego era falado nas províncias orientais.
No campo religioso, houve a unificação do panteão dos deuses latinos e gregos e o ingresso em Roma de novos cultos de origem oriental, resultando num sincretismo reigioso.
Destinados exclusivamente aos iniciados, esses cultos eram secetos e se baseavam na crena de uma vida bem-aventurada após a morte.
Os principais meios de difusão da cultura eram as bibliotecas e as leituras públicas. As bibliotecas podiam ser públicas ou particulares e reuniam obras de autores gregos e latinos conservadas em rolos de papiro. O hábito das leituras públicas logo se disseminou pela elit romana e era uma das formas pelas quais os autores novos podiam ficar conhecidos pelo público.
Características:

Funcionalidade - Caráter prático e utilitário
Monumentalidade
Arco de volta perfeita
Abobada de berço
Cúpulas
Herana Grega: Colunas - Ex: templos
O nascimento de um império universal
O Poder do Imperador
O imperador concentrava a função de comandante supremo, o que lhe permitia vetar decisões do Senado. Recebia o título religioso de "grande pontífice", o que lhe dava o controle da vida relgiosa e o autorizava a proibir a prática de cultos novos. O imperador não era considerado uma divindade em vida. Após a morte, contudo, o Senado dedicava-lhe a cerimônia da apoteose, que o consagrava como deuses.
O Império nõ ampliou significativamente as conquistas territoriais republicanas. Entretanto, viu-se diante de um novo problema: protege as fronteiras. A fronteira que separava o domínio romano dos povos bárbaros era chamada de limes, no interior da qual as províncias podiam se desenvolver num clima de relativa paz. O clim de segurana, no entanto, era frágil, devido à pressão continuamente exercida pelas tribos germânicas vindas do norte.
Full transcript