Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

SOCIOLOGIA E ANTROP

No description
by

Igor Costa

on 16 November 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of SOCIOLOGIA E ANTROP

REVISÃO CONTEÚDO
2º BIMESTRE

MAX WEBER
Foi um intelectual, jurista e economista, historiador alemão
e considerado um dos fundadores da Sociologia.
Nasceu em Erfurt, 21 de abril de 1864 e morreu em 14 de junho de 1920

UM TOQUE DE CLÁSSICOS –
MAX WEBER (Maria Ligia de Oliveira Barbosa e Tania Quintaneiro)
A CIÊNCIA COMO VOCAÇÃO
SOCIOLOGIA DO DIREITO
Fato social
Gilles Deleuze é um filósofo francês, considerado um dos maiores filósofos do século passado.
Nasceu em 18 de janeiro de 1925, faleceu em 4 de novembro de 1995
GILLES DELEUZE
LAYMERT GARCIA

Nasceu em Itápolis, São Paulo, em 1948.
Doutorou-se em ciências da informação na França em 1980, e atualmente é professor de sociologia na Unicamp.
FOUCAULT
Michel Foucault foi um filósofo francês, historiador das ideias, teórico social, filólogo e crítico literário

15 de outubro de 1926 — Paris, 25 de junho de 1984
Sociólogo brasileiro, professor na Universidade Federal Fluminense presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
JESSÉ DE SOUZA
ÉMILE DURKHEIM
foi um sociólogo, psicólogo social e filósofo francês.
Nasceu em 15 de abril de 1858, Épinal faleceu em 15 de novembro de 1917
1) A OBJETIVIDADE DO CONHECIMENTO E A CIÊNCIA
1.1) Valores
1.2) Singularidade
1.3) Busca da verdade
1.4) Progresso
5) CARISMA E DESENCANTAMENTO DO MUNDO
5.1) Tendência - Racionalização e burocracia
2) AÇÃO SOCIAL


3) TIPO IDEAL (OU PURO)
3.1) Relação social
3.2) Tipos puros de ação social
1. Ação racional com relação a fins
2. Ação racional com relação a valores
3. Ação afetiva
4. Ação tradicional
4) A DOMINAÇÃO
4.1) Tipos puros de dominação
1. Dominação legal
2. Dominação tradicional
3. Dominação carismática
1) Introdução ao tema

2) Humano x Máquina

3) Crise do conceito de humano no direito

4) Racionalidade econômica x Racionalidade tecnocientífica

5) Possível solução para o direito
CORPOS DÓCEIS
1) Introdução ao Foucault: vigiar e punir

2) Noção de saber e poder

3) Poder disciplinar

4) Arte de distribuições

5) Controle da atividade

6) Organização das Genesis
"corpo como objeto e alvo do poder"


-> Ideia central do texto: compreender a transição das sociedades disciplinares para as sociedades de controle

-> Pós 2a. Guerra Mundial = crise generalizada dos meios de confinamento

-> Confinamento = moldes. Ex: Fábrica
x
-> Controle = modulação, passível de contínua transformação. Ex: Empresa

-> Estados "Metaestáveis" = permanente interação entre as coisas e, portanto, permanente controle delas

-> $ = é o que melhor distingue as sociedades de controle das disciplinares. Somos cifras numéricas nesse sistema

-> Mutação do capitalismo = capitalismo de sobre-produção; dispersivo; vende serviços e compra ações

-> Marketing = o mais importante instrumento de controle social

-> Sociedade de controle = novo regime de dominação vigente
"O homem não é mais o homem confinado, mas o homem endividado"

-> Ideia central do texto: desconstruir a noção difundida de que existe uma nova classe média brasileira

-> Oposição ao liberalismo economicista dominante = classe social não se vincula apenas à renda; conceito mais abrangente

-> Valores imateriais (capital impessoal, cultural) = são a chave para compreensão da reprodução das classes sociais e seus respectivos privilégios ou falta deles

-> Crítica ferrenha à meritocracia

-> Ralé brasileira = classe social desprovida de capital econômico e cultural e, das precondições sociais , morais e culturais que permitem essa apropriação

-> Nova classe social brasileira (desde 1990) = Classe trabalhadora ou batalhadora, não classe média
"A cegueira social encobre dominação e opressão injusta"
Full transcript