The Internet belongs to everyone. Let’s keep it that way.

Protect Net Neutrality
Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

COMPETÊNCIAS PARA O MERCADO DE TRABALHO DE SÉCULO XXI

No description
by

Ighor Passig

on 30 May 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of COMPETÊNCIAS PARA O MERCADO DE TRABALHO DE SÉCULO XXI

Não existe profissão do futuro, e sim profissional com alta trabalhabilidade. Trabalhabilidade significa a capacidade de atrair oportunidade, credibilidade, visibilidade e sustentabiliade.
O segredo do sucessso desses profissionais não é sorte, e sim a adoção de uma postura proativa, empreendedora, resiliente e otimista.
Com criatividade, visão, integridade, e perseverença cada um constrói sua sorte.
Por isso, em primeiro lugar, precisamos ajudar nossos alunos a entender que a escolha de sua profissão deve ser feita com base naquilo de que se gosta, nos seus reais interesses e naquilo que se quer para a vida. E, tão importante quanto a escolha, é cuidar das suas proprias competências, investir em si mesmo e estar disposto a aprender sempre. Essas atitudes devem ser cultivadas desde cedo na escola.
ATITUDE EMPREENDEDORA
A TRABALHABILIDADE
COMPETÊNCIAS PARA O MERCADO DE TRABALHO DE SÉCULO XXI
Atualmente falamos de "trabalhabilidade": a capacidade que uma pessoa tem de conseguir oportunidades de trabalho, por meio de empregos formais, prestação de serviços, concursos ou seu próprio negócio, exercendo o empreendedorismo. Para desenvolver a trabalhabilidade, é importante cuidar dos relacionamentos. Atualmente, muitas das oportunidades de trabalho são proporcionadas por contatos pessoais. É muito mais barato e confiável contratar uma pessoa indicada por alguém da própria empresa. A rede de relacionamentos de um jovem começa a ser formada já na escola. Por isso, nós, professores, devemos ensinar aos alunos a importância de fazer boas amizades, de estar ao lado de gente que se cuida, se considera e quer crescer.

Há um consenso entre os profissionais de Recursos Humanos de que os próximos anos prometem alterações cada vez mais aceleradas, intensas e complexas. Sem dúvida, o grande fator da mudança é a internet, que interliga o mundo com informações em tempo real. Assim é fundamental saber mudar, conviver e aprender.
O termo "empregabilidade" usado durante muitos anos para designar o valor que um profissional tinha no mercado de trabalho de acordo com a possibilidade de ele conseguir um emprego estável.
Outros diferenciais importantes são: educação, polidez diploma de uma universidade bem conceituada, fluência em diferentes idiomas, domínio da língua portuguesa conhecimento de programas de informática, cursos extracurriculares e alguma experiência com atividades voluntárias. A experiência internacional, por meio de intercâmbio ou viagens, pode ajudar muito também.

Empreender é enxergar as tendências e pensar em formas de investir em oportunidades novas no mercado de trabalho. O empreendedor é aquele que sabe ler a realidade a partir de diversos ângulos, que olha para um segmento e enxerga o que ninguém viu antes. Por isso, é tão importante desenvolver nos alunos a autonomia e a iniciativa pessoal, incentivar a curiosidade pelas coisas, pelas pessoas, pelas invenções e a busca por novos conhecimentos. Isso é ter atitude empreendedora.
As principais características das pessoas empreendedoras são:

* Autoconhecimento: saber quais são nossos pontos fortes e nossas fraquezas, e como melhorá-las é essencial.

* Autoestima: com autoestima elevada, a pessoa se sente livre e motivada para tomar decisões e soltar a criatividade.

* Solidariedade: essa característica ajuda no autoconhecimento e a encarar a realidade e as necessidades humanas de um modo digno.

* Contexto cultural: ter bom contexto cultural é ser praticamente ativo do mundo e ter consciência dos problemas, das dificuldades e das oportunidades que podem ser mudadas.

* Inteligência emocional: é saber perceber as emoções dos demais, procurar o melhor momento para falar com os outros, usar a forma mais adequada de falar coisas dificies, conter a raiva em momentos de desconforto e buscar sempre a conciliação em conflitos, além de ter automotivação para superar as dificuldades e dasafios.

* Criatividade: é o que faz uma pessoa pensar em algo além do tradicional.

* Comunicação: para se relacionar, para expor as ideias e para criar algo novo é preciso saber se comunicar.


* Trabalho em equipe: é fundamental saber se relacionar em qualquer situação ou local.

* Uso da tecnologia: ter noções básicas dos principais softwares e equipamentos tenológicos é essencial para estar conectado com o mundo e abrir novas oportunidades.
PREPARADOS PARA O DESAFIO
Mesmo em uma época em que há muitos empregos, as empresas encontram enormes dificuldades para contratar pessoas qualificadas no Brasil.

Os profissionais não possuem o conhecimento técnico necessário para exercer as funções.
A baixa qualidade da educação no Brasil é, de fato, um desafio enorme a se vencer.
Só há espaço para quem trabalha naquilo que verdadeiramente aprecia, em que mostre dedicação e capacidade. A nova realidade do mercado de trabalho demanda profissionais reflexivos, que inovem e criem a realidade com criatividade, alegria e mobilidade.

Temos de estimular os alunos a, desde cedo, manter uma atitude positiva e proativa para a construção da própia vida, a escolher e focar a mente naquilo que é positivo e se cercar de pessoas boas.
Em vez de exercer uma mentalidade de encaixe "Onde eu posso trabalhar" ou " O que da dinheiro", nossa sugestão é inspirar os alunos a ver a realidade por diversos ângulos e a buscar dentro de suas aptidões e interreses, atividades ocupacionais que mostrem oportunizadas pelo cenário futuro. A ideia é estimular a atitude proativa, embasada na seguinte mentalidade: "Como posso empreender "Quais as oportunidades existentes ou o que eu posso criar com a minha profissão"

TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES DO MERCADO DE TRABALHO
As tendências a seguir são uma contribuição para o educador que voltar seu trabalho à construção de um projeto de vida em instituições de ensino. Precisamos entender um pouco mais da realidade em que vivemos e das possibilidades que ela nos oferece.
TERCEIRA IDADE
AS DEMANDAS DA MATURIDADE
A pirâmide etária brasileira deixou de ter formato de uma pirâmide. Porque a base (representada pela população jovem), que era larga, diminuiu, em virtude de o casais terem menos filhos. Já o topo (onde está a população mais velha), que era pequeno, vem aumentando com maior longevidade e qualidade de vida. Os jovens brasileiros, que sempre foram maioria, diminuem, enquanto mais velhos aumentam.
Projeções da Organização das Nações Unidas (ONU) apontam que, os 3,1% da população de idosos em 1970, serão 19% em 2050.
NOVA CLASSE MÉDIA
40 MILHÕES ASCENDEM SOCIALMENTE
Uma das maiores transformações pela qual o Brasil passou nos ultímos anos (e ainda passa) é a mobilidade entre as classes sociais, mais especificamente a ascensão das classes baixas.
O país não teve apenas um crescimento da econômico como um todo, mas também viveu uma relativá distribuição da riqueza.
Entre os anos de 2001e 2011, nada menos que 40 milhões de pessoas migraram das classes D e E para classe C, segundo dados da Secretaria de Assuntos Estratégicos de Previdência da República.
MERCADO DE LUXO
UM NOVO MILIONÁRIO POR HORA EM NOSSO PAÍS
O mesmo Brasil com um enorme crescimento da classe média é também um país com vertiginoso aumento de milionários. Para ter uma ideia, entre 2010 e 2011, o número de milionários no país obteve o maior crescimento do mundo, subindo de 155 mil para 165 mil, o que significa o surgimento de pouco mais de um milionário por hora.
INFRAESTRUTURA
O PAÍS CRESCE E PRECISA SE ESTRUTURAR
Sem infraestrutura não há possibilidade de um país crescer, porque dela dependem todas as atividades econômicas. Estimativas da Inter.B Consultoria indicam que o Brasil necessita de investimentos na ordem de R$ 2,5 trilhões nos próximos 25 anos para chegar a um nível médio de modernização.
PETRÓLEO
O PRÉ-SAL É NOSSO
Em 2020, o Brasil deve superar a marca de 6,4 bilhões de barris de petróleo produzidos por dia, o que significa triplicar a produção atual. Para tanto, a Agência Nacional do Petróleo (ANP), que regula o setor - em que a Petrobras é hegemônica, mas não mais monopolizadora, estima investimentos de US$ 400 bilhões em equipamentos e serviços, o que vai gerar muito emprego.
A indústria do petróleo, que representava 3% do PIB brasileiro em 1997, atingirá 20% em 2020.
AGRONEGÓCIO
O BRASIL PODE ALIMENTAR O MUNDO
O mundo hoje tem 7 bilhões de habitantes e estima-se que, em 2050, tenha mais 9 bilhões.
Com uma enorme área agricultável e condições geológicas e climáticas favoráveis, o Brasil utiliza apenas 9% de seu território para a produção de alimentos. Esta pequena porcetagem de terra produtiva já o torna um dos maiores exportadores de produtos agrícolas.
Um em cada 3 empregos gerados no país está ligado à terra.
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
AS MÁQUINAS RECRIAM OS HOMENS
Como seria viver sem computadores e telefones celulares?
A internet é hoje o principal meio de comunicações com a vantagem de congregar os veículos que nasceram antes dela. Os jovens buscam informação, em sua maioria, pela internet. Uma pesquisa acadêmica feita em 2011 pelo jornalista Marcos Brogna com jovens do Ensino Médio de quatro escolas brasileiras aponta que 84% dos jovens consideram a internet o principal veículo de comunicação. Tal fenômeno também pode ser observado entre adultos.Reportagem do jornal O Estado de São Paulo, de 2010, aponta que 88% dos empresários brasileiros compartilham ou planejam compartilhar dados de suas empresas na nuvem, ou seja, em algum sistema on-line. Tal panorama justifica a estimativa de mercado de abertura de 200 mil vagas até o próximo ano.
O MUNDO MICRO
MACRO-OPORTUNIDADES Á VISTA
Nanotecnologia é a ciência que estuda o universo dos nanos. Mas o que são nanos? São partículas muito pequenas, muito menores do que os olhos podem ver. Colocando em números um milímetro é igual a um milhão de nanos.

Até 2015, esperam-se investimentos de um trilhão de dólares, em todo o mundo, voltados para a nanotecnologia.
NAS CIDADES, NAS FRONTEIRAS, NAS NUVENS DIGITAIS

Nas áreas urbanas, a segurança do cidadão é outra grande demanda que mobiliza não apenas as polícias civis e militar e as guardas civis, mas também empresas privadas prestadoras de serviços. Para dar uma ideia, pesquisa do Instituto de Pesquisas Econômicas aplicadas (Ipea), realizada em 2012, aponta que os brasileiros gastam R$ 40 milhões com seguros e contratações de empresas de segurança, e que a segurança privada cresceu 74% em dez anos.
PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
ELAS TRABALHAM CADA VEZ MAIS E MELHOR
Desde 1991, a lei federal 8.213 determina que empresas com número de funcionários acima de 100 tenham em seu quadro de funcionários 2% a 5% de pessoas com algum tipo de deficiência.

Para ter um ideia, de 2001 a 2007, o número de empregados desta categoria, só no estado de São Paulo saltou de 601 para 73.760, segundo dados da Delegacia Regional do Trabalho.

No censo do IBGE de 2010, 24% dos brasileiros dizem ter algum tipo de deficiência, número considerado expressivo
SUSTENTABILIDADE
O CAMINHO DA SOBREVIVÊNCA
O Brasil mantém mais de 60% de suas matas nativas, enquanto a Europa tem 0,3%.

Enquanto 2008 e 2010, houve um aumento de 160% na contratação de profissionais para cuidar exclusivamente de sustentabilidade.

Algumas iniciantes já são promissoras e inspiradoras. Por exemplo, há dez anos o Brasil é líder em reciclagem de latas de aluminínio, processando dois milhões de latinhas por hora e dando um exemplo para o mundo.
MULHERES
A REVOLUÇÃO DO BATOM
No Brasil, desde 1940 até o ano 2000, a mulher saiu de um patamar de 20% de participação no mercado de trabalho para 40%. O homem, no mesmo período, caiu de 80% para 60%. Em 2012, as mulheres conquistaram a maoria dos empregados formais exercidos por profisssionais com graduação atingindo 53%.

Entender a mulher (e principalmente, atendê-la) é, portanto, entender o próprio mundo e obter sucesso nele.
O "TAMANHO DA FAMÍLIA" ESTÁ DIMINUINDO
Há 50 anos, se fosse perguntado a uma turma de alunos quantos pretendiam se casar na faixa dos 20 anos de idade, a grande maioria levantaria a mão. Hoje, acontece o contrário. Há cada vez mais pessoas passando dos 30 anos. No Brasil, já são mais de 5 milhões de solteiras nessa faixa etária morando sozinhas, segundo o IBGE. Isso significa 10% dos domicílios no país. E o fenômeno só tende de crescer. Até 2016, serão 12 milhões, segundo projeções do própio IBGE.

Pessoas que vivem sozinhas ou casais sem filhos têm hábitos diferentes. Saem mais de casa, consomem mais para si mesmos ( pois não têm filhos, que exigem grande investimento), têm mais tempo para os estudos e a cultura.
DOCÊNCIA CORPORATIVA
FORMAÇÃO COM FOCO NO MERCADO
O Brasil vive alguns paradoxos em relação à inserção de profissionais no mercado de trabalho. Se, por um lado, estima-se que 8 milhões de vagas sejam abertas até 2015 graças ao crescimento econômico do país, por outro, essas vagas não absorvem a quantidade de desempregados nem boa parte recém-formados em universidades. O motivo de tal fenômeno é a falta de qualificação, o que faz com que o Brasil se torne um atrativo para profisssionais estrangeiros. Só no primeiro semestre de 2012, foram 33 mil pessoas de outros países que chegaram ao Brasil para trabalhar.

As empresas perceberam que não basta a tecnologia se não houver investimento pesado em Gestão de Pessoas e Talentos, com foco na motivação e no envolvimento realmente significativo de quem realiza os mais diversos trabalhos em uma corporação.
DOCÊNCIA ÚNICO CAMINHO PARA UM CRESCIMENTO SUSTENTADO


Dizer que a Educação é a base de qualquer sociedade parece repetitivo. Mas, em um país que cresce economicamente e ainda não acordou para o desafio de seus professores, tal quer saiu da teoria para a pratica. A docência seria uma tendência profissional se fosse considerada condição imprescindível a qualquer outra profissão.

Entretanto temos uma enorme carência de interesse por áreas docentes uma pesquisa do Instituto Victor Civita mostra esse abismo: dos jovens brasileiros em vias de prestar vestibular, apenas 2% se interessam por cursos que possibilitem dar aulas, fato que já se reflete na falta de professores e, de professores qualificados para a imprescindível missão de educar.

Todo esse contexto demanda mais e melhores professores, além de um país que eleja, a educação como sua principal meta.
A TENDÊNCIA MAIS IMPORTANTE - VOCÊ
Falamos aqui de vinte tendências profissionais, considerando o contexto brasileiro mundial. É importante que o jovem as agregue a sua bagagem de conhecimento para ajudar na escolha profissional e para que seu projeto de vida se amplie. Porém, o mais importante não está aqui nem em nenhuma outra publicação sobre o tema: está em você.

A tendência mais importante para a decisão sobre o que prestar no vestibular, ou o que escolher como profissão, seja lá qual for o nível de formação, é aquela que dará sentido. que atenderá aos anseios de coração, respeitando as crenças, os valores e os sonhos de cada pessoa. Não a profissão “que dá dinheiro” e “a profissão mais fácil" ou "a profissão mais difícil", existe a profissão que tem a ver com cada um de nós.

Então, o desafio é abrir os olhos dos alunos, motivar para que pratiquem o autoconhecimento e ampliem os horizontes para alçar o próprio voo. E preciso buscar o máximo de informações sobre a carreira profissional pretendida antes de ingressar em um curso universitário, tecnólogo ou técnico

A cada ano, 900 mil jovens brasileiros desistem da faculdade e um dos maiores motivos é a escolha errada por falta de autoconhecimento, de entendimento da realidade ou de respectivas.

"Nossos alunos não devem buscar apenas o status pessoal e sim contribuir com seus semelhantes procurando não somente ser melhor do mundo, mas melhor para o mundo."
SEGURANÇA


28-01-2016.

Michele Boelling
MUITO OBRIGADA!
Segurança é um conceito amplo, principalmente em tempos de relações digitais. Cada vez que você acessa seu e-mail, sua mídia social, sua conta báncaria ou faz uma transação financeira via internet, por exemplo, há todo um aparto de segurança por trás, que precisa de profissionais trabalhando em projetos e na manutenção de sistemas complexos e em constante atualização.
Full transcript