Loading presentation...
Prezi is an interactive zooming presentation

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Psicopatia em mulheres

No description
by

Dayane Franciny Muller

on 5 June 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Psicopatia em mulheres

Psicopatia em mulheres

A escolha do tema.
A psicopatia é um transtorno de personalidade este transtorno em si é mais relatado em homens, muitas vezes deixando de lado o fato de que mulheres também podem sofrer desse transtorno.
A psicopatia
Genericamente, pode considerar-se a psicopatia como uma perturbação que encerra características muito específicas em termos emocionais, interpessoais e comportamentais, em um registro claramente patológico e gerador de um funcionamento extremamente antissocial, mas não necessariamente criminoso, e sem sintomas de depressão ou de ansiedade.
Como a psicopatia se manifesta.
Os primeiros sintomas costumam aparecer, no sexo feminino, durante o período da pré-puberdade, em homens, costumam aparecer antes disso.
A prevalência e a incidência de mulheres psicopatas são menores que a dos homens, chegando a menos da metade de mulheres com este diagnóstico.

Problema de pesquisa
Quais as características do comportamento de mulheres com psicopatia?
Monster: Um desejo assassino.
Vítima de abusos durante a infância, Aileen Wuornos (Charlize Theron) tornou-se prostituta ainda na adolescência. Ela está prestes a acabar com a própria vida quando conhece Selby (Christina Ricci), uma jovem lésbica com quem acaba se envolvendo. Certa noite, depois de ser agredida por um cliente, Aileen acaba matando o sujeito. O incidente desencadeia uma série de outros assassinatos, que faz com que ela fique conhecida como sendo a primeira serial killer dos Estados Unidos.
A psicopatia em mulheres
O número de mulheres psicopatas pode ser previsto como sendo um terço daqueles números prevalentes entre homens e que, por sua vez, correspondem a 2 ou 3% da população geral.
Os estudos são feitos na maioria dos casos em prisões femininas com mulheres que matam e agridem freqüentemente.
Conclusão
Nas mulheres, os sintomas aparecem durante o período da pré-puberdade, atingindo uma quantidade de pessoas muito menor do que em relação aos homens.
Justificativa
Quando o assunto é psicopatia, só é relatado deste transtorno ocorrendo em homens, muitas vezes esquecemos que a mulher também pode ter psicopatia.
Objetivo
Analisar as características de comportamento de mulheres com psicopatia.

Identificando os comportamentos e comparando com o caso do filme “Monster Desejo Assassino”

Hipótese
Mulheres com psicopatia tem um acentuado crescimento dos sintomas como: humor deprimido, irritação, abusar do álcool ou drogas, tem comportamentos autodestrutivos, como mutilação, tentativas de suicídio e instabilidade emocional.
Procedimento de coleta de dados.
Foi realizado um levantamento bibliográfico de artigos que abordassem temas compatíveis com o da pesquisa.
O estudo de caso
Analisamos o filme: "Monster: um desejo assassino". Comparando-o com o conteúdo dos artigos.
Psicopata e suas características.
LETNER, Loiva; PAINES, Vitória e PERIOLO, Vittória – PSICOPATA E SUAS CARACTERÍSTICAS. – Porto Alegre, 2013. Disponível em: http://colegiomaededeus.com.br/revistacmd/revistacmd_v42013/artigos/a9_psicopatia_cmdset2013.pdf. Acesso em: 02 abr. 2014.
Psicopatia em Mulheres
QUILICI, Mário – PSICOPATIA EM MULHERES. Disponível em: http://www.psicopatia.com.br/psicopatiamulheres.php. Acesso em: 02 abr. 2014.
Psicopatia em homens e mulheres
GOMES, Cema Cardona e ALMEIDA, Rosa Maria Martins de. PSICOPATIA EM HOMENS E MULHERES. Arq. bras. Psicol. [online]. 2010, vol.62, n.1, pp. 13-21. ISSN 1809-5267. Acesso em: 01 abr. 2014.
A diferença
Segundo Warren (2003) a diferença em relação ao gênero aparece na forma e na severidade da violência cometida por homens e mulheres, sendo que estas apresentam menores índices de crimes violentos. Essa diferença pode estar ligada ao fato de os homens apresentarem maior insensibilidade emocional em relação às mulheres. Atos violentos por elas cometidos aparecem, antes, associados ao uso de drogas, como álcool e maconha.
Referências
GOMES, Cema Cardona e ALMEIDA, Rosa Maria Martins de. PSICOPATIA EM HOMENS E MULHERES. Arq. bras. Psicol. [online]. 2010, vol.62, n.1, pp. 13-21. ISSN 1809-5267. Acesso em: 01 abr. 2014.

LETNER, Loiva; PAINES, Vitória e PERIOLO, Vittória – PSICOPATA E SUAS CARACTERÍSTICAS. – Porto Alegre, 2013. Disponível em: http://colegiomaededeus.com.br/revistacmd/revistacmd_v42013/artigos/a9_psicopatia_cmdset2013.pdf. Acesso em: 02 abr. 2014.

QUILICI, Mário – PSICOPATIA EM MULHERES. Disponível em: http://www.psicopatia.com.br/psicopatiamulheres.php. Acesso em: 02 abr. 2014.

NUNES, Laura Marinha. SOBRE A PSICOPATIA E SUA AVALIAÇÃO. Arq. bras. psicol. [online]. 2011, vol.63, n.2, pp. 39-48. ISSN 1809-5267.

MONSTER: DESEJO ASSASSINO. Produção de Patty
Jenkins. EUA: Charlize Theron, 2004. (1h49min.).
Ntsc, son., color. Legendado. Port.
Based on Jim Harvey's speech structures
Não procede a ideia de que as mulheres são mais perigosas que os homens ou vice-versa
No caso feminino, os crimes cometidos são normalmente precedidos por drogas ou álcool.
Traumas obtidos na infância afetam em grande proporção as mulheres, causando comportamentos agressivos, prejudicando diretamente seu emocional.
Na vida adulta, estas mulheres tendem a ser sedutoras e persuasivas. Raramente possuem relacionamentos emocionais mais intensos. Apesar dos transtornos ocorrerem pela ausência do sistema límbico, a psicopatia pode ser gerada por decepções ou grandes perdas.
As mulheres tendem a ser mais histéricas e paranoicas.
As mulheres psicopatas geralmente exercem profissões que exijam noções de contato e cuidado com outros indivíduos, neste caso podemos citar enfermeiras e parteiras. Coincidência ou não, grandes psicopatas femininas que exerciam essas carreiras tornaram-se serial killers.
Full transcript