Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

De Tecnologia da Informação e Comunicação a Recursos Educati

No description
by

Elisandra Angrewski

on 7 April 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of De Tecnologia da Informação e Comunicação a Recursos Educati

Capa do livro
Caráter transformador das TIC:

1. Alteram a estrutura de interesses (as coisas em que pensamos)

2. Mudam o caráter dos símbolos (as coisas com as quais pensamos)

3. Modificam a natureza da comunidade (a área em que se desenvolve o pensamento)

Constatações

- As TIC estão ai, ficarão por muito tempo e devem ser consideradas na educação.
- As TIC não são neutras. Nem sempre são positivas para a sociedade. Carregam valores e interesses.

Imagem de Juana María Sancho
Juana María Sancho faz um resgate da sua história de vida profissional e a interação com os computadores.

De Tecnologia da Informação e Comunicação a Recursos Educativos


As TIC e a educação - Dificuldades


- tipologia de ensino baseada no professor.

- ensino homogeneizante, regulador, normativo.

- desprofissionalização e alienação dos professores.

·

O vácuo pedagógico das TIC

Mais do que introduzir novas técnicas e apenas adaptá-las às velhas práticas é preciso questionar sobre:

· O que significa ensinar no século XXI
· A interação docente
· O papel dos professores e dos alunos no processo de aprendizagem
· A melhor maneira de administrar o tempo e o espaço
· O que se entende por conhecimento escolar
· O papel das diferentes linguagens no ensino, na aprendizagem e no acesso ao conhecimento.








O texto refere-se ao primeiro capítulo do livro de Juana María Sancho

Tecnologias para transformar a educação.








SANCHO, J.M; HERNANDÉZ, F. Porto Alegre: Artmed, 2006, p. 15-42.
Nos anos 80, a autora começa a se interessar em compreender como os computadores poderiam inovar a educação e a qualidade do ensino.

Analisou as implicações da inserção de uma tecnologia
suave
como o computador e a internet em uma estrutura tão
dura
como a escola.

Objetivo do texto:
Investigar as concepções sobre ensino e aprendizagem vigentes, arraigadas nas escolas tendo como referência as TIC.


Argumento central:
Problematizar a dificuldade de tornar as TIC meios de ensino que melhorem os processos e resultados da aprendizagem, se todos os sujeitos envolvidos não revisarem seu modo de compreender como se ensina e como aprendem as crianças de hoje em dia.



Questões que se colocam:

Após mais de 30 anos de iniciativas de uso das TIC na educação…

· Por que ainda hoje o uso das TIC nas aulas é insuficiente ou anedótica?

· O que precisaria mudar na política educacional e nas escolas para que professores e alunos possam se beneficiar das contribuições destas tecnologias?

Principais problemas na implementação de novas perspectivas de ensino e aprendizagem incorporando as TIC:

· Especificações e níveis dos currículos atuais
· Restrições da própria administração
· Esquemas organizativos de ensino
· A organização do espaço
· Sistemas de formação que impedem a mudança educativa
· Os currículos que dificultam propostas transdisciplinares a aprendizagem baseada em problemas
· Falta de motivação dos professores para introduzir novos métodos
· Pouca autonomia dos professores e alunos

Sete axiomas para converter as TIC em motor de inovação pedagógica (Robert McClintock – Universidade de Columbia e diretor do Institute of Learning Technologies)

1. Infraestrutura tecnológica adequada.
2. Utilização de novos meios no processo de ensino e aprendizagem
3. Enfoque construtivista de gestão (contexto social – cultura da escola e projeto educacional)
4. Investimento na capacidade do aluno de adquirir sua própria educação
5. Impossibilidade de prever os resultados da aprendizagem
6. Ampliação do conceito de interação docente
7. Questionar o senso pedagógico comum

Conclusões

Não são os instrumentos que mudam as práticas docentes profundamente enraizadas, ao contrário, são estas práticas acabam domesticando as novas ferramentas.

As TIC alteram a estrutura de nossos interesses, mudam o caráter dos símbolos e modificam a natureza da comunidade. Contudo a realidade mostra a escola como uma instituição com um sistema organizativo e simbólico bem enraizado de controle social que não mudará a curto e médio prazo, na inserção das TIC com novas perspectivas educativas, pois dependem das esferas da gestão da escola, da administração e da própria sociedade.

Full transcript