Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

FEUDALISMO

No description
by

Augusto Silva

on 19 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of FEUDALISMO

Feudalismo (cc) photo by jimmyharris on Flickr Modo de produção baseado na dependência entre os homens.

Surgiu das ruínas do sistema escravista e a introdução dos costumes bárbaros. Com as ameaças dos vikings e hunos,
a insegurança nas cidades, a fome e outros fatores... Os ricos foram para os campos em busca de paz e tranquilidade, e os pobres? Dependência entre:
Servos da Gleba X Suserano e Vassalo. Feudo: As terras
Sr. Feudal: O dono dessas terras.
Servos da gleba: todos os abençoados e controlados pela Igreja Católica. sociedade Baseada na posse de terra - Quem a possuisse era um nobre, e quem não a possuisse era um trabalhador, um pobre. O trabalhador:
1- Servo da Gleba: Presos a terra
2- Vilões: podiam trabalhar em outros feudos e dedicavam-se ao artesanato. O senhor Feudal podia ser:
Leigo: civil
Eclesiástico: membro da Igreja. Sociedade Estamental, isto é, baseada no nascimento.Quem Nascia nobre, seria sempre nobre. Quem era pobre sempre será pobre.
Não havia mobilidade social. Divisão do Clero Alto Clero: Nobres que se abrigavam na Igreja com o título de bispo, cardeal, ou papa e possuiam feudos e servos.
Baixo Clero: Padres pobres das paróquias distantes. O mundo medieval era dividido segundo a ordem divina em:
Clero (oratores): aqueles que rezam
Guerreiros (bellatores): aqueles que combatem
Trabalhadores (laboratores): aqueles que trabalham Economia O Feudo era o centro da vida econômica medieval. Era uma unidade AUTOSSUFICIENTE (?) O comércio era quase inexistente, não se produzia mais que o necessário. O pouco comércio era de sal e de ferro. Divisão da Terra: Manso Senhorial: pertencia ao nobre.
Manso Servil: pertencia ao servo, mas a produção em sua maioria era do senhor.
Manso Comunal: área comum entre os dois. Os servos além de cuidar de sua terra e dos animais, tinha algumas obrigações com os senhores. Corveia: Trabalhar 3 dias da semana nas terras do senhor, executar serviços de construção e reparação de estradas, pontes e canais, abastecer de lenha o castelo, etc. Talha: entrega de uma parte da produção e criação do manso Servil.

Banalidades: Taxas pelo uso de celeiro,moinho, forno,tonéis e etc. Mão-morta: taxa paga pela família após a morte do servo para continuar na terra.
Tostão de Pedro: 10% destinado às obras da Igreja. Política O poder político estava descentralizado nas
mãos dos senhores feudais. Como? O poder real, após a divisão do Império Carolíngio ficou cada vez mais enfraquecido e os senhores com mais poder - Comitatus. Surgiram os laços de Suserania e Vassalagem.
Suserano: Doador, senhor que doava a terra a um outro nobre.
Vassalo: Recebia o feudo.

PODIA SER SUSERANO E VASSALO AO MESMO TEMPO. REI- SUSERANO DOS SUSERANOS. Deveres e obrigações de Suseranos e Vassalos: Suserano: proteger seus vassalos prestando-lhe apoio militar e juridico. Podia reaver o feudo se o vassalo morresse sem herdeiro.

Vassalo: obrigado a prestar ajuda militar, libertar seu suserano de inimigos, contribuir com ouro e comparecer a todas as convocações. A IGREJA Tornou-se poderosa, tomando a maioria das decisões e alienando a população com seus ideais. Era dona da maioria das terras, rica e poderosa. Os membros da Igreja se dividiam em:
Clero Secular: membros que viviam no mundo como:
párocos, padres e bispos.
Clero Regular: os que se isolavam do mundo, viviam em mosteiros e eram monges. Os monges oravam e se dedicavam a copiar as obras clássicas - Monges Copistas.
Foi a igreja que criou as primeiras escolas.
Porém ela monopolizava o ensino. Ela sofreu perseguições como a crítica ao luxo, e ao apego material de certos membros do clero - venda de cargos eclesiasticos - Simonia - Indulgências. Cisma do Oriente
1054 No oriente a Igreja Romana foi muito criticada e assim ela se dividiu:
Criando assim a Igreja Ortodoxa. Querela das Investiduras - questão resolvida com a Concordata de Worms - 1122 (Papa Calisto II e o Sacro Imperador Henrique V)
- o Papa faria a investidura espiritual, nomeando o bispo.
- o imperador faria a investidura temporal, entregando o bispado - o feudo.
Esse acordo demosntra a vitória da igreja sobre o Estado.
A igreja católica apesar das críticas foi se firmando e tomando conta do mundo. Concordata de Worms As Cruzadas Primogenitura - somente o filho mais velho herdava o feudo e o título.
Os irmãos mais novos entravam para a igreja Os servos abandonavam as terras fugindo das formas de exploração - dirigiram-se para os burgos: tornando-se mendigos ou assaltantes.

Para canalizar esse excesso populacional e o espírito guerreiro dos cavaleiros - eram enviados para o outro lado do mundo: Palestina, em Jerusalém. Os árabes haviam conquistado uma vasta região do mediterrâneo.
Como eram islâmicos, a igreja passou a incentivar a expulsão deles da Terra Santa.

Nobres e pobres enxergaram nessa realidade uma nova oportunidade: Conquistar terras, ficar ricos ou encontrar a salvação eterna. Para a Igreja católica o objetivo era proteger seus territórios europeus e reunificar a Igreja Cristã.
As cruzadas foram então expedições militares de caráter religioso, mas com objetivos diversos: Consequências das Cruzadas O alto custo das guerras empobreceu e enfraqueceu os senhores feudais. Além disso não atingiram seu objetivo: Expulsar os mulçumanos de Jerusalém.

Os reis aos poucos iam retormando seu poder político, apoiados pelos comerciantes.

Os cruzados introduziram técnicas agrícolas como a irrigação, aumentando a produção dos campos. f Revoltas Camponesas O Excedente da Produção e as Feiras
Full transcript