Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Europa

No description
by

Prof° Marcel Almeida

on 11 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Europa

Aspectos Físicos:
Europa A Europa é a parte ocidental do supercontinente euroasiático (Europa + Ásia). Embora geograficamente seja considerada uma península da Eurásia, os povos da Europa têm características culturais e uma história específicas, o que justifica que o território europeu seja geralmente considerado como um continente. o continente é o segundo menor em extensão territorial e o quarto mais populoso EUROPA *Sob o ponto de vista geográfico - Possui um litoral bastante recortado. - Destacam-se também as ilhas e as penínsulas - a divisão entre dois continentes: - montes Urais, que cortam a Rússia de norte a sul, e com o rio Ural, que deságua no mar Cáspio - Ao sul, a divisão é assinada convencionalmente pelas montanhas do Cáucaso e pelo mar Negro, incluindo os estreitos de Bósforo e Dardanelos. - possui uma área de 10.360.000 km² pouco maior que o Brasil e os Estados Unidos, por exemplo. Limites da Europa Físicos NORTE - o Oceano Glacial Ártico. SUL - o Mar Mediterrâneo (entre a África e a Europa), o Mar Negro e o de Mármara (entre Europa e Ásia). OESTE - o Oceano Atlântico. LESTE - o Mar Cáspio, o rio Ural e os Montes Urais (que separam a Rússia européia da Rússia asiática). Ilhas ou arquipélagos: Islândia; Chipre; Malta; Grã-Bretanha; Conjunto de Ilhas que fazer parte do território de algum país europeu. - Ex.: Creta (Grécia), Sardenha e Cicília (Itália) e Açores (Portugal) Penínsulas: Jutlândia (Dinamarca), Escandinávia Ibérica Itálica Balcânica *A estrutura geológica da Europa As formas de relevo predominantes na Europa são as planícies que apresentam duas características muito positivas: um solo geralmente fértil e favorável à agricultura e grande facilidade para o estabelecimento de vias de comunicação. Os planaltos, marcado pela elevação relativamente recente da cadeia alpina, que corta o continente de leste a oeste incluindo: Os planaltos os Pireneus, os Alpes, os Cárpatos, os Balcãs e o Cáucaso. e As planícies - situados entre a França e a Espanha, isolando a Península Ibérica do resto do continente. - extensão das formações alpinas na Península Balcânica - localizados na Europa do leste, abrangendo os territórios das Repúblicas Checa, Eslováquia, Hungria e Romênia - situado entre o Mar Negro e o Mar Cáspio Os Alpes são um dos grandes sistemas de cordilheiras da Europa, estendendo-se da Áustria e Eslovênia, a leste, através do norte da Itália, Suíça (Alpes suíços), Liechtenstein e sul da Alemanha, até ao sudeste da França e Mónaco, a oeste. A PLANÍCIE EUROPÉIA MAIS VASTA - Planície Russa. PLANÍCIE DO LITORAL DO MAR BÁLTICO E DO MAR DO NORTE - Planície do Norte da Europa, dividida em Planície Germano-Polonesa e Planície dos Países Baixos. PLANÍCIE DE SOLO FÉRTIL - a Planície Húngara, cortada pelo Rio Danúbio, apresentando condições topográficas e climáticas adequadas à agricultura. NORTE DA ITÁLIA - a Planície do Pó, entre os Alpes e o Apeninos, onde corre o Rio Pó. As planícies da Europa alargam-se do oeste em direção ao leste, iniciando-se no litoral francês e ampliando-se na Holanda, no norte da Alemanha, na Polônia e na Rússia. * Hidrografia - complexa rede hidrográfica, com grandes rios como o Volga, na Rússia, e o Danúbio, que atravessa territórios (ou delimita fronteiras) O continente europeu não apresenta grandes bacias hidrográficas, porém seus rios são territorialmente bem distribuídos e largamente utilizados como meio de transporte e geradores de energia hidrelétrica. *Os climas Europeus Os fatores que determinam e condicionam os climas europeus são: FATORES CLIMÁTICOS LATITUDE - situada na zona temperada, a Europa estende-se entre 34º e 75º de latitude norte, sendo cortada, na extremidade setentrional, pelo Círculo Polar Ártico. O continente europeu apresenta temperaturas médias anuais que variam de 5º a 20º C e pluviosidade entre 500 e 1.500 mm anuais. MARITIMIDADE - os sinuosos e profundos recortes do litoral europeu possibilitam que a influencia oceânica se prolongue para o interior do continente, elevando a umidade do ar e amenizando as temperaturas. A CORRENTE DO GOLFO (“GULF STREAM”) - corrente marítima quente, oriunda do Golfo do México, que atua no noroeste do continente, amenizando os rigores da temperatura, impedindo o congelamento das áreas litorâneas e elevando a umidade do ar. RELEVO - a disposição longitudinal do relevo europeu direciona a atuação de três massas de ar: as polares (vindas do norte); as tropicais (provenientes do sul) e as asiáticas (oriundas do leste, notadamente da Sibéria). MASSAS DE AR - os ventos quentes originários do Saara (o vento Simum) influenciam a área mediterrânea, tornando seu verão bastante seco; por sua vez, as massas polares, que atuam no norte do continente, determinam temperaturas extremamente baixas durante o inverno. Sua influência no sul é dificultada pelos dobramentos modernos (montanhas de altitudes elevadas) que barram sua passagem. *OS CLIMAS EUROPEUS SUBPOLAR OU DE MONTANHA - caracterizado por invernos frios e longos, com temperaturas médias abaixo de 0º C. A área compreendida por esse tipo climático vai do norte da Escandinávia até a Rússia, além das regiões mais elevadas dos Bálcãs, Cárpatos e Alpes. Nas regiões litorâneas, é normal o congelamento do mar durante o inverno, com exceção das áreas banhadas pela Corrente do Golfo. TEMPERADO CONTINENTAL - característico do interior do continente (Europa Central e Oriental), distante da influência oceânica. Apresenta invernos secos e rigorosos, com temperaturas que chegam até 30º C negativos, e verões quentes e chuvosos. TEMPERADO OCEÂNICO - típico das Ilhas Britânicas e do litoral entre a Noruega e o norte de Portugal, apresentando verões e invernos suaves, com chuvas bem distribuídas. MEDITERRÂNEO - dominante na Europa Meridional (França, Grécia, Itália, Espanha, Portugal e Península Balcânica), apresenta verões quentes e secos e invernos amenos e chuvosos. Temperado * Estações bem definidas Verão Outono Inverno Primavera *AS PAISAGENS BOTÂNICAS EUROPÉIAS As principais paisagens vegetais européias são: TUNDRA - paisagem botânica típica do clima subpolar da extremidade setentrional do continente, circundando as zonas geladas que se estendem até o Pólo, além das regiões próximas aos picos montanhosos eternamente cobertos pelo gelo. Caracteriza-se pela presença de musgos e líquens, vegetação rasteira que, nos períodos de degelo, alimenta os animais ruminantes locais, especialmente as renas. FLORESTA BOREAL DE CONÍFERAS (TAIGA) - típica de solos ácidos (em russo, podzol), sendo composta por pinheiros, embora surjam também faias e bétulas. Lamentavelmente, os pinheiros estão sendo vítimas da indústria madeireira, notadamente na Finlândia, Rússia e Suécia. FLORESTA TEMPERADA CADUCIFÓLIA OU FLORESTA CADUCA - essa denominação decorre do fato de suas árvores perderem as folhas durante o outono e o inverno. Esse tipo de vegetação abrange as regiões européias de clima temperado continental e oceânico, além de estar presente nas encostas das montanhas de altitudes elevadas. Quando destruídas, as florestas temperadas caducifólias dão lugar a uma paisagem vegetal extremamente pobre: a landes. VEGETAÇÃO MEDITERRÂNEA - paisagem vegetal marcada pela presença de arbustos resistentes às secas, e presente nas regiões que bordejam o Mar Mediterrâneo. Duas são suas formas: em terrenos silicosos, os maquis; em terrenos calcários, os garrigues. Em condições climáticas e solos favoráveis, destaca-se a presença de nogueiras, carvalhos e sobreiros (de onde se extrai a cortiça). ESTEPES - denominação russa para uma vegetação fundalmentamente herbácea, que recobre as áreas próximas aos mares Negro e Cáspio, na Ucrânia. As estepes apresentam solo extremamente fértil conhecido como Tchermoziom (“terras negras”). Bósforo Dardanelos Oeste / Leste Tipos de Clima:
- Polar;
- Altas Montanhas;
- Temperado oceânico;
- Temperado continental;
- Mediterrâneo;
- Sub-tropical (Açores) A Comunidade Econômica Européia responde por um mercado de 346 milhões de habitantes com uma renda per capita de quase US$12.000. Responde ainda por 38% do comércio mundial. Embora com tão expressivos números, um dos principais problemas enfrentados pela Comunidade é
a) o ressurgimento de políticas neocolonialistas entre alguns de seus membros (como a Inglaterra e a França), que procuram novos espaços sobretudo na África.
b) a elevada soma de investimentos em equipamentos militares por parte de alguns países (como a França e a Itália) que inibem avanços em tecnologia de ponta.
c) a volta de antigas questões de fronteiras que foram abandonadas no pós-Guerra e que criam problemas diplomáticos (envolvendo Bélgica-Holanda e Dinamarca-Alemanha).
d) o grande hiato econômico que ainda existe entre seus membros ricos (como a Alemanha) e os membros pobres (como Grécia, Espanha e Portugal).
e) a não aceitação do Tratado de Maastricht por países que, embora pertencentes à Comunidade, não querem abdicar de sua identidade nacional (como a Bélgica e a Espanha). D Na União Européia, inclusive nos países do capitalismo avançado, 11,5% da população economicamente ativa está desempregada, o que corresponde a 23 milhões de pessoas.
Sobre o texto é correto afirmar que
a) a União Européia não resolveu a crise do desemprego, mas resolveu de forma eficiente outras dimensões da vida política e econômica dos respectivos países.
b) a taxa de desemprego colocada pelo texto é apenas conjuntural e tende a desaparecer assim que o Projeto da União Européia estiver completado.
c) a taxa de desemprego na União Européia é considerada estrutural, pois na situação de crise, observa-se sua expansão e na fase de ascensão econômica, a sua diminuição.
d) as taxas de desemprego são diferentes de país para país, e no momento em que a União Européia conseguir uma moeda única, o índice de desemprego diminuirá sensivelmente neste bloco.
e) o peso da taxa de desemprego é resultante da queda do muro de Berlim que aumentou consideravelmente a população desempregada, pois os países do antigo Mercado Europeu, anterior a Maastricht, possuíam índices de desemprego próximos do zero. C Considere o texto apresentado a seguir.

"A alteração da paisagem institucional veio acompanhada de uma transformação ainda mais profunda da problemática da segurança na Europa. Assim, a ameaça militar que pairava sobre o continente deu lugar a uma multidão de novos riscos, predominantemente não-militares (econômico, ecológico, social, humanitário) e intra-estatais (tensões étnicas, guerras civis)."

O texto refere-se
a) ao processo de unificação da Europa, englobando países europeus que faziam parte da ex-União Soviética, atualmente divididos por conflitos étnicos.
b) ao fim da Guerra Fria e da ex-União Soviética, com a ascensão de novos problemas como os desastres ecológicos, o desemprego e guerras civis em países vizinhos.
c) à unificação da Alemanha e a conseqüente desarticulação das forças da OTAN, principal aliança militar da ex-União Soviética e Europa Oriental.
d) às mudanças no Conselho de Segurança da ONU, com a entrada de novos países e a perda de poder de intervenção por parte da Europa, EUA e Rússia.
e) ao deslocamento do eixo econômico mundial do Atlântico Norte para a bacia do Pacífico, em conjunto com os problemas de segurança militar. B A questão está relacionada ao mapa da Europa apresentado a seguir.

TAXA DE DESEMPREGO NA EUROPA OCIDENTAL
------ split --->
A leitura do mapa e conhecimentos sobre a economia européia permitem afirmar que as taxas de desemprego
a) indicam a heterogeneidade ainda encontrada nos países integrantes da União Européia.
b) indicam as grandes dificuldades encontradas pela Europa após o término da Guerra Fria.
c) são mais elevadas em países fundadores do antigo Mercado Comum Europeu.
d) são mais elevadas nos países considerados menos industrializados da Europa.
e) são mais baixas nos países que se industrializam mais recentemente. A O País Basco apresenta uma área de 20.000 km², 90% no território espanhol.

Apresenta uma população de 3 milhões de pessoas.

Representa uma área com grande desenvolvimento da indústria metalúrgica e importantes centros turísticos. Curiosidades Os bascos têm mais de 5 mil anos de história. Sua origem é desconhecida, mas sabe-se que defenderam a sua independência contra os romanos e visigodos, na Antigüidade e Idade Média.
A língua basca (euskera) parece, sequer, pertencer ao tronco indo-europeu, fonte do latim e das demais línguas ocidentais. País Basco Graças a tecnologia, atuando sobre a indústria, temos o aparecimento de novos métodos,técnicas e máquinas que podem determinar a ampliação do mercado de trabalho.
A agropecuária também é influenciada pelo o desenvolvimento científico-industrial: novos sistemas agrícolas, fertilizantes e seleção de raças são utilizados visando o aumento da produção.
Êxodo rural e importações para suprir as necessidades. Introdução Apresenta uma população em torno de 750 milhões de habitantes.É um continente com elevada densidade demográfica, em torno de 76 hab./km².
População predominantemente urbana.
Crescimento lento em função da natalidade baixa. População O Rio Reno é o mais importante do ponto de vista da economia, em função do transporte de matérias-primas e produtos industrializados
Nasce nos Alpes (Suíça) e desemboca no Mar do Norte, próximo ao porto de Rotterdã (o mais importante da Europa). Fique de olho Trata-se de uma região nos Bálcãs disputada e ocupada por diversos impérios ao longo dos séculos.
Área de grande diversidade cultural e religiosa.
Palco de conflitos violentos que envolveram até mesmo a limpeza étnica. Ex-Iugoslávia Trata-se do continente considerado o berço da revolução industrial.
Os mais importantes centros industriais estão localizados na Europa Ocidental.
Destaques para o Vale do Reno na Alemanha, Vale do Ródano na França, Vale do Pó no norte da Itália e Reino Unido. Indústria As principais jazidas, economicamente viáveis, são intensamente aproveitadas, com grande concentração populacional à sua volta.
Destaque para a anomalia geológica representava pelos Montes Urais. Recursos minerais Realizada com técnicas modernas e desenvolvida juntamente com a pecuária.
Destacam-se a técnica de pôlderes na Holanda e terraceamento na área mediterrânea.
O mais importante cultivo é o trigo. Agricultura Representa um dos continentes com maior movimentação migratória.
Em séculos anteriores o movimento era para fora do continente.
Após a recuperação da Segunda Guerra, torna-se uma área de atração populacional. Correntes imigratórias
Full transcript