Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Educação Tecnológica e Educação Profissional

No description
by

Isabela Rosenberg

on 15 December 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Educação Tecnológica e Educação Profissional

Educação Tecnológica e Educação Profissional
Casa de Fundição


1785 -
“É, por conseguinte, de absoluta necessidade acabar com todas as fábricas e manufaturas no Brasil”, (Alvará de 05.01.1785 in Fonseca, 1961).”

Colégio das Fábricas (1808)


Aprendizes de ofícios
Decreto n° 787, 11 de setembro de 1906

1906

- Consolidação do ensino técnico-industrial

Decreto nº 7.566 - 23 de setembro de 1909

- Escolas de Aprendizes Artífices
Escolas de Aprendizes Artífices

A constituição de 37

Decreto nº 4.127- 25 de fevereiro de 1942

- Transforma as Escolas de Aprendizes e
Artífices em Escolas Industriais e Técnicas


A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira - LDB, nº. 5.692, de 11 de agosto de 1971

Torna técnico-profissional, todo currículo do segundo grau

Novo paradigma: formar técnicos sob o regime da urgência
1996 - Lei 9.394

-Segunda LDB
- Educação Profissional num capítulo separado da Educação Básica

Decreto 5.154/2004

-Permite a integração do ensino técnico de nível médio ao ensino médio.
PROGRAMA
BRASIL
PROFISSIONALIZADO


DECRETO Nº 6.302
12 DE DEZEMBRO DE 2007.
Programa Federal que oferece assistência técnica e financeira com o fim de ampliar e qualificar a oferta de educação científica e profissional de Nível Médio nas redes públicas estaduais e do Distrito Federal.

FNDE - FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO
CAPÍTULO III- Da Educação Profissional

Art. 39º. A educação profissional, integrada às diferentes formas de educação, ao trabalho, à ciência e à tecnologia, conduz ao permanente desenvolvimento de aptidões para a vida produtiva.
Art. 40º. A educação profissional será desenvolvida em articulação com o ensino regular ou por diferentes estratégias de educação continuada, em instituições especializadas ou no ambiente de trabalho.

Art. 41º. O conhecimento adquirido na educação profissional, inclusive no trabalho, poderá ser objeto de avaliação, reconhecimento e certificação para prosseguimento ou conclusão de estudos.

Art. 42º. As escolas técnicas e profissionais, além dos seus cursos regulares,oferecerão cursos especiais, abertos à comunidade, condicionada a matrícula à capacidade de aproveitamento e não necessariamente ao nível de escolaridade.


Estimular Conselhos Escolares com grande participação

Contribuição para a construção de novo modelo para o ensino médio fundado na articulação entre formação geral e educação profissional

Elaborar/ajustar o plano de carreira para os professores
-KUENZER, Acácia Zeneida. Ensino Médio :construindo uma proposta para os que vivem do trabalho. São Paulo : Cortez,2000b
-SAVIANI, Dermeval. A nova lei da educação (LDB): trajetória, limites e perspectivas. Campinas, Autores Associados, 1997.
-GARCIA, Nilson Marcos Dias; LIMA FILHO, Domingos Leite. Politecnia ou educação tecnológica: desafios ao Ensino Médio e à educação profissional. Caxambu: Amped, 2004.
-http://www.tadeumartinsleite.com.br/noticias/243/(disponível em 09/12/2013)
-Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996.
-http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/centenario/historico_educacao_profissional.pdf (DISPONÍVEL EM 09/12/2013

Esta alternativa deve ser incentivada e induzida pelo poder público como opção preferencial de expansão de suas redes ?



a) a expansão do Ensino Médio, tendo-se por meta sua universalização como direito básico e de cidadania;

b) a educação profissional integrada ao Ensino Médio, tendo por referência principal o atendimento a adolescentes e jovens, como questão de democracia social e inserção no mundo do trabalho

c) a educação integral, tendo como articuladores da organização curricular a ciência, o trabalho e a cultura”
“... a elaboração de uma nova proposta pedagógica que conduza a essa Formação de novo tipo não é um problema pedagógico, mas um problema político” Kuenzer (2000a, p. 20)
"Deputado denuncia atraso nas obras do programa Brasil Profissionalizado em MG"
( SITE OFICIAL DO DEPUTADO TADEU MARTINS LEITE) 29/11/2013


“É um exemplo concreto da ajuda do Governo Federal à educação. Mas quando ajuda, o Governo do Estado atrapalha” disse o deputado Tadeuzinho

“O Governo Federal fez a parte dele, liberando os recursos,
e com isso o Governo do Estado tem obrigação de cumprir
sua parte no acordo, que, apesar de ser menor, é essencial
para que as escolas sejam concluídas e abram vagas para
mais de 10 mil jovens na região”, disse o deputado Tadeuzinho


26/4/13 - Procuradoria da República em São Miguel do Oeste investiga suspeitas de superfaturamento na aquisição de materiais e equipamentos para laboratórios de escolas da região (SITE DO MPF)

"Levantamento preliminar da Controladoria-Geral da União (CGU), realizado por solicitação do MPF, aponta que o valor pago por vários itens está muito acima dos menores valores cotados na licitação e ultrapassam, “demasiadamente”, os valores estimados pelo próprio FNDE."
“... a definição e condução da política educacional dependerão fundamentalmente da ação das instituições da sociedade civil organizada que tenham compromisso com a construção e o avanço da democracia social e da capacidade de interlocução e pressão destes com os governo.”(Saviani, 1997)
Full transcript