Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A difusão do gosto e da prática das viagens

No description
by

Joana Novo

on 25 February 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A difusão do gosto e da prática das viagens

A difusão do gosto e da prática das viagens
Viagens de negócios
Os mercadores são, naturalmente, grandes viajantes.Partir em viagens de negócios passou a ser, nesta altura, coisa comum, embora não isenta de riscos e incómodos.
Nenhum viajante europeu se aventurara ainda até ao longínquo Oriente mas o pioneirismo destas expedições ficou a pertencer aos italianos, em especial aos membros da família Polo, os primeiros mercadores a chegarem à china.

Romarias e peregrinações
Na Idade Média, a religião assumia contornos exprimindo-se pela prática dos atos rituais: a oração nas hora canónicas, a assistência aos ofícios religiosos, a confissão, a penitência, os jejuns e as peregrinações eram obrigações de todos os que aspiravam à vida eterna. Em toda a Cristandade abundavam igrejas, capelas e ermidas que eram objeto de uma devoção especial.
Viagens de Marco Polo
No regresso, Marco Polo escreveu o relato desta extraordinária aventura, dando origem ao mais famoso livro de viagens de todos os tempos. O livro de Marco Polo, também conhecido como O Milhão e O Livro das Maravilhas, descreve o longínquo Oriente, as suas gentes e as suas fabulosas riquezas.
Foi o livro de Marco Polo que alimentou a imaginação dos europeus, sedentos de magia e de novos horizontes.
Peregrinações
As grandes peregrinações reavivaram-se a partir do século XI. As peregrinações realizavam-se individualmente ou em grupo, geralmente por um caminho predeterminado.
Os principais destinos de peregrinação da Cristandade ocidental eram: Jerusalém, cenário da paixão e morte de Jesus; Roma, sede do papado e local de martírio de S.Pedro, que aí repousava; e Santiago de Compostela onde, se encontrou um túmulo identificado como sendo o apóstolo São Tiago.
Nos séculos XIII e XIV, os Europeus adquiriram uma nova visão do mundo. Sob o impulso do comércio, as velhas barreiras geográficas, que tinham fechado a Europa sobre si mesma e isolado as suas regiões, começam a ceder.
Lentamente, a Europa prepara-se para a grande aventura dos Descobrimentos.
Missões político-diplomáticas
Devido ao desenvolvimento do grande comércio que criou laços entre os mercadores e os governantes, a quem recorriam para o financiamento das suas empresas militares. Assim, não admira que muitas viagens se aliassem ao negócio missões político-diplomáticas e afamados comerciantes desempenharam a função de embaixadores nas cortes da Europa.
Nesta altura as relações diplomáticas não se estabeleciam apenas entre soberanos, devendo-se também à iniciativa dos grandes senhores ou das próprias cidades, o que provocava uma constante troca de emissários. Estes emissários pertenciam a estratos sociais muito diversos.
Romarias
As romarias são celebrações organizadas em honra de um santo, numa data fixa do ano. Chegados ao santuário, os romeiros pagavam as suas promessas e participavam nas cerimónias religiosas. As romarias foram uma das expressões mais notáveis da cultura popular medieval. Fortemente enraizadas nos hábitos das populações, persistiram até hoje, continuando a animar os meses de verão.
Introdução
Este trabalho foi-nos proposto no âmbito da disciplina de História A, pelo professor Paulo Matos.
Com este trabalho pretendêmos aprofundar os nossos conhecimentos sobre a difusão do gosto e da prática das viagens.
Índice
Viagens de negócios
Viagens de Marco Polo
Missões Politico-diplomáticas
Romarias
Peregrinações
Marco Polo, explorador famoso pela sua viagem à china e ao médio oriente.
Conclusão
Com este trabalho, concluímos que:
nos séculos XIII e XIV os mercadores partiam em viagens de negócios mas só os membros da família Polo se aventuraram para a china.
as viagens aliaram-se ao negócio
na idade média a religião assumia contornos exprimindo-se pela prática dos atos rituais.
Romarias de Portugal
Full transcript