Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

1.1 Moral,Ethos e ideologia na origem da profissão.

No description
by

Maria Arlene de Freitas Lima

on 6 February 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of 1.1 Moral,Ethos e ideologia na origem da profissão.

1.1 Moral,Ethos e ideologia na origem da profissão.
Historicamente,o Serviço Social está relacionado as demandas sócio-históricas que incidem sobre o enfrentamento das sequelas da questão social,isto por parte do Estado e da classe dominante,dentro do contexto do capitalismo monopolista.

Tendências éticas históricas do Serviço Social : nivel mundial + contexto e momento histórico particular.


Mediações ético-morais :
1. a função ideologica da moral
2. ao tratamento moral da questão social ( Legitimação do Estado Burguês e Projetos Sociais Conservadores da Igreja Católica).
3. Existencia/ demanda de profissionais aptos para realizar estas mediações


Conservadoorismo moral : relacionado a formação profissional ocorrida atraves do projeto social da Igreja Católica e no Brasil,através das ideias positivistas.

Alienação Moral : repetição acritica dos valores,o pensamento ultrageneralizador,o preconceito,conformismo,entre outros.


Formação da moral feminina;

"O ideal feminino - Alheanhamento do mundo, perene sofrimento e renúncia - configura-se através de virtudes como pureza, bondade, paciência, abnegação... Cabem à mulher papéis assimétricos em relação ao homem na família e no casamento. Desde a infância prepara-se a menina para a obediência e a submissão aos seus irmãos e ao pai. A justificativa para a situação assimétrica entre os sexos é vista em termos morais e religiosos."
(Azzi, 1987: 93-94).

Limitações profissionais e repressão(da mulher).

Reforço conservador do Serviço Social na formação moral feminina.

Rayanne.
Rayanne.
Rayanne.
Arlene.
1.2 O significado da moralização da "Questão Social".

O cenário de luta proletária.

As relações da classe trabalhadora.

* Luta por interesses coletivos.
* Alienação.
* Luta cotidiana de valor referente às circuntâncias.
Arlene.

Ideologia Socialista.

Conservadorismo que nega uma sociedade moderna.

Repressão da "desordem" e garantia da reprodução da moral.

Como se configura a reivindicações dos trabalhadores, e como é vista pelos conservadores.

O que está em luta são projetos societários.

Prosposta da burguesia frente a "Questão Social" no capitalismo monopolista.

Questão Social Desigualdades.
Equacionamento.

Respostas sistemáticas do Estado e das classes dominantes.

Objetivos dessas respostas sistemáticas.

O tratamento dado à Questão Social e o potencial emancipador das lutas.

Igreja Católica como uma "Terceira Via" de desenvolvimento do capitalismo.
Encíclica "Rerum Novarum".

"
O erro capital na questão presente é crer que as duas classes são inimigas inatas uma da outra, como se a natureza tivesse armado ricos e pobres para se combaterem
mutuamente num duelo obstinado
". (Leão XIII,1985: 18-19)

Bem comum.

Moral como um dos elementos viabilizadores da reforma cristã.

Em que a reforma cristã acreditava ?

O enfrentamento moral da Questão Social também realizada pelo Estado. As funções do Estado se redimensionam ao passo que o proletariado avança como força políticareivindicando seus direitos.

Jéssica.
Jéssica.
Arlene.
Políticas Sociais que atendem à necessidades antagônicas.

Brasil Governo Vargas.

O Estado estabelece uma mediação ético-moral entre os indivíduos e sociedade.

Pensamento Social do Estado como uma expressão do modo de ser Capitalista.
Jéssica.
As configurações da ética tradicional.
A impessoalidade das instituições, aliadas à fragmentação das mediações sociais entre indivíduo e sociedade, permite que os indivíduos se relacionem sem se comprometerem em sua totalidade, tornando possível que as relações entre os homens objetivem-se como relação entre coisas.


A alienação contribui para que a totalidade social seja fragmentada em instâncias abstratas, desvinculadas das relações de poder, de classe, de trabalho.
Thaysa.
Ao reiterar a idéia de resolução moral dos conflitos , as políticas sociais veiculam uma dupla responsabilidade às classes subalternas: seu reconhecimento do Estado, como provedor de benefícios, e seu auto-reconhecimento, como responsável por seus desdobramentos.


No âmbito de enfrentamento da “questão social”, a justificação ideológica do Estado em face das desigualdades e das reivindicações das classes trabalhadoras pode, ao mesmo tempo, responsabilizar os indivíduos e despolitizar suas reivindicações, trazendo sua solução para o campo da moral.
Thaysa.
1.3 -FUNDAMENTOS FILOSOFICOS DA ETICA PROFISSIONAL TRADICIONAL

• Centralidade nas Escolas de Serviço Social
• Filosofia e Ética: princípios éticos da filosofia tomista, positivismo e pensamento conservador.
• Neotomismo - subordinação as “leis naturais” decorrentes das “leis divinas”
- “ordem universal imutável “
- “bem comum” ou “felicidade geral”

Camila.
* Perfectibilidade: capacidade do homem de aperfeiçoar-se. Chegar ao mais próximo de Deus, por meio de suas ações, praticando o bem.
* O hábito de “agir bem”: por meio de educação moral.
* Mulher: agente moral

-Estado: mantém a hierarquia, porem sem interferir na autonomia da Igreja e da família.

"Poder espiritual x Poder temporal."

• “Bem inerente à consciência moral”
• Código de ética
• Ação profissional como “vocação”: o ser é dotado de um perfil ético-moral, possui qualidades inatas – natureza feminina.
Camila.

• Moral: elemento funcional
• Ação profissional: eliminar os “desajustes sociais”
• Ethos profissional : profissão mediada por valores humanistas, com apelo ético-moral.
• O Código de Ética de 1948
Ética “a ciência dos princípios e das normas que se devem seguir para fazer o bem e evitar o mal” (ABAS 1948: 40).
“pessoas humanas desajustadas ou empenhadas no desenvolvimento da própria personalidade” (ABAS 1948: 40)

“A formação profissional , “em todos os ramos da moral, é tida como exigência ética, tendo em vista “cumprir os compromissos assumidos, respeitando a lei de Deus, os direitos naturais do homem, inspirando-se sempre, em todos os atos profissionais, no bem comum e nos dispositivos de lei, tendo em mente o juramento prestado diante do testemunho de Deus” (ABAS, 1948: 40-41)

• Ética profissional: bem e o mal

“ O fundamento da instituição profissional era frequentemente deslocado para suas bases éticos-morais, a legitimação prática fluía da intencionalidade do agente e a validação teórica não possuía relevo ou não se registrava a simultaneidade destas duas dimensões” (Netto, 1992: 131)

Camila.
Quiz!
Obrigada!
1ª - No cenário capitalista brasileiro,o Serviço Social recusa a ordem burguesa,tratada como uma formação social capaz de trazer o progresso. Assim,esta visão anticapitalista cria uma analise moralista da realidade social,que é...?

a) as relações de trabalho sendo avaliadas por suas contradições e consequências morais
b) as relações de trabalho não sendo avaliadas por suas contradições e sim por suas consequências morais
c) as relações de trabalho sendo avaliadas por suas contradições e não por suas consequências morais
d) nenhuma das alternativas.
2ª - A partir dos moldes da moral conservadora e a configuração da formação feminina, podemos afirmar:

a)As mulheres possuiam formação crítica e reflexiva na qual poderiam escolher e decidir livremente sobre o seu futuro profissional.

b)As mulheres era formadas moralmente, mas não eram educadas para assumir uma responsabilidade na educação moral e cívica dos filhos.

c)A mulher era potencialmente formada para profissões que se legitimavam socialmente como "profissões femininas".

d)Os Assistentes Sociais em sua primeira formação profissional, não reforçavam a cultura conservadora presente na formação moral das mulheres.
3ª - Em relação à Encíclica "Rerum Novarum" assinale V(verdadeiro) ou F(falso), depois marque a opção correspondente:

( )Leão XIII defende a desigualdade como "natural".
( )A luta de classes é tida como algo que vai contra a natureza da sociedade.
( )Defende a reprodução da "ordem conflituosa".

a)V-V-V
b)V-V-F
c)F-V-V
d)V-F-V
4ª - Em relação às Políticas Sociais e alienação dos indivíduos marque a alternativa correta:


a)As políticas sociais reproduzem a alienação, pois a sociabilidade expressa é de dependência, os direitos sociais são vistos como benefícios, o que faz com que o Estado se apresente como humanitário e o indivíduo que necessita desse benefício como subalterno.


b)As políticas sociais fazem com que os indivíduos ropam com a alienação, pois elas não causam dependências nos usuários e fazem com que eles tenham entendimento que é um direito deles.

c)A individualização é o que vai causar a alienação e as políticas sociais servem para romper com essa alienação.

d)As políticas sociais não reproduzem a alienação, porém faz com que os indivíduos tenham conhecimento de seus direitos e o Estado colabora para que essa alienação não ocorra com o seu trabalho humanitário e totalmente voltado a favor dos direitos dos indivíduos.
5ª - A partir da moralização da questão social podemos afirmar que:

a) Em face das reivindicações dos trabalhadores, era importante garantir a reprodução de um sistema
moral que assegure a “ordem”, ou seja, que identifique as lutas políticas como indícios de uma
desordem que deve ser combatida.

b) A moralização conservadora sempre procurou aceitar a tecnologia, o divórcio e a emancipação da
mulher.

c) A questão social não está conectada à emergência do proletariado no cenário político reivindicando
pelos seus direitos sociais.

d) Todas as alternativas são corretas.
Full transcript