Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Apresentação Pré-Projeto (TCC)

3 ano
by

Naiara Segato

on 20 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Apresentação Pré-Projeto (TCC)

Fornecedor
Construtora
TCC
UTILIZAÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NO DESENVOLVIMENTO DO SETOR DE LOGÍSTICA DE UMA CONSTRUTORA
Acadêmicos (as): Naiara Barboza Segato
Polyana Compagnoni

Orientador (a): Danielle Bini
Co-Orientador: Dr. Neimar Follmann
Introdução/ Problemática/ Justificativa
"Como a ferramenta planejamento estratégico pode contribuir para o desenvolvimento do setor de logística de uma construtora? "
Objetivos
GERAL
Analisar como a ferramenta de Planejamento Estratégico pode contribuir para o desenvolvimento do setor logístico de uma construtora.

ESPECÍFICOS
• Verificar a existência de diretriz organizacional que utilize a ferramenta planejamento estratégico na logística;
• Identificar as estratégias para alcance dos objetivos e metas da organização na logística;
• Avaliar as metas do setor logístico da organização, e as formas propostas para atingi-las;
• Analisar o ambiente interno, verificando o processo logístico, desde a armazenagem de material até a logística reversa da construtora;
• Analisar o ambiente externo de fornecedores de canteiro de obra da construtora.
Referencial Teórico: Planjamento Estratégico
Este trabalho apresentará as seguintes etapas do Planejamento Estratégico, segundo Certo e Peter (1993):

1. Análise do Ambiente;
2. Estabelecer a Diretriz Organizacional;
3. Formulação da Estratégia;
4. Implementar a Estratégia Organizacional;
5. Controle Estratégico.
Planejamento Estratégico: Análise do Ambiente e Estabelecer a Diretriz Organizacional
Primeiramente é analisado o ambiente externo, verificando os seguintes pontos:
Rastreamento;
Monitoramento;
Avaliação;
Previsão.

Enquanto no ambiente interno verificando os seguintes pontos:
Estrutura da organização;
Segmento de mercado;
Estratégias propostas pela organização.

Na sequência, estabelece-se a diretriz organizacional ou revisa-se, caso a organização a tenha estabelecido, após a análise do ambiente, pois, podem ocorrer mudanças nos objetivos.
Missão;
Visão;
Objetivo.
Planejamento Estratégico: Formulação, Implementação e Correção da Estratégia
As análises a serem consideradas, segundo Chiavenato e Sapiro (2003), neste momento são:
Análise do ambiente interno e externo;
Análise dos objetivos, visão e metas;
Estratégias que podem ser aplicadas, de maneira individual ou múltipla.

Tabela de Implantação da Estratégia:
Logística
Atualmente, as organizações que utilizam a logística como vantagem competitiva.

Um dos métodos mais utilizados, segundo Bowersox e Closs (2001), é a Logística Integrada, podendo organizar melhor a demanda e o fluxo da organização, como é possível se observar na figura abaixo:
Logística
Foram identificadas quao abordagens do estudo logístico:

1. Atividades Logísticas

2. Etapas Logísticas;

3. Logística na Construção Civil.
Metodologia
Optou-se pela metodologia de Pesquisa-Ação (Thiollent, 2008), onde o estudo demonstrará como a aplicação do planejamento estratégico no setor de logística em uma incorporadora auxilia para a eficiência e melhoria da qualidade do produto final da mesma.

Esta metodologia é a única que envolve o pesquisador e o torna atuante da aplicação das estratégias escolhidas, e não apenas um observador.

A pesquisa será qualitativa, onde os dados serão coletados nas reuniões com os colaboradores e gestores.
Metodologia
Será realizado um estudo dentro da sequência seguida em um planejamento estratégico, através da ótica da Pesquisa-Ação, seguindo o roteiro:

Análise do Ambiente;
Estabelecer a Diretriz Organizacional: Etapa análise, delineamento e identificação na Pesquisa-Ação;
Formulação da Estratégia: Etapa do planejamento das ações correspondentes na Pesquisa-Ação;
Implementar a Estratégia Organizacional: Execução e avaliação das ações para a Pesquisa-Ação;
Controle Estratégico;
Análise do Estudo.
O controle consiste em quatro etapas:
Estabelecimento de Objetivos ou Padrões de Desempenho;
Avaliação do Desempenho;
Comparação do Desempenho Atual com os Objetivos ou Padrões;
Ação Corretiva.
Logística
1. Atividades Logísticas

1.1 Transporte: Depende da consistência da carga é pode ser por frota exclusiva ou terceirização;

1.2 Estoque:Providenciar a disponibilidade de produtos afim de suprir a oferta e demanda;

1.3 Armazenamento, Manuseio de Materiais e Embalagens: Escolha do espaço físico facilitando o manuseio;

1.4 Informação Logística para Ordem de Compra: Solicitação do pedido -> Processamento do Pedido -> Transporte -> Recebimento;

1.5 Logística Reversa:Torna-se responsável pelo ato de organização do fluxo de serviço ou produção, minimizando a utilização de insumo, sua destinação correta, visando à redução de estoque. Enquadra-la na construção civil pode contribuir com a organização no canteiro de obra, diminuição dos desperdícios, trazendo a conscientização da equipe de colaboradores sobre a importância das mudanças ecológicas e seus benefícios.
Logística
2. Etapas Logísticas

2.1 Logística de Suprimento: É a análise de como é realizado o suprimento logístico na produção, podendo considerar os processos que envolvem a cadeia de suprimentos;

2.2 Logística de Produção/Interna: Pode ser utilizadas técnicas para que a organização produza aquilo que é necessário, diminuindo o desperdício;

2.3 Logística de Distribuição: Trata da relação entre cliente-empresa-consumidor e tem como meta levar o produto ao lugar certo, na quantidade e no momento certo com menor custo possível.

2.4 Planejamento Estratégico da Logística:
Escolher as estratégias:
• Estratégia de integração vertical;
• Terceirização;
• Integralização;
• Metas organizacionais;
• Redução;
• Produção.
Logística
3. Logística na Construção Civil

3.1 Nível de Serviço: Analise final da qualidade do serviço oferecido, dos lucros ou desperdícios obtidos.

3.2 Logística no Sistema Construtivo:
Pontos a serem planejados:
Perda de materiais em transporte;
• Perdas por superdimensionamento, ou excesso de consumo de material;
• Perda de materiais e tempo com retrabalhos para correção de execução;
• Perda de tempo da mão-de-obra pela ineficiência no planejamento de produção;
• Tempo ocioso de equipamento por falta de política de manutenção ou falta de cuidado;
• Compras feitas com base no menor preço, porém de baixa qualidade;
• Programa de seleção, contratação e treinamento inadequado ou inexistente;
• Falhas construtivas após a entrega da mercadoria, gerando retrabalho com custo elevado;
• Atraso de cronograma.
Discução e Análise dos Resultados
3.2 Logística no Sistema Construtivo:
Medidas prévias para o bom funcionamento logístico:
• Projetos construtivos de todas as etapas bem detalhados, especialmente entre as interfaces.
• Projetos de execução com definições claras e com prazos plausíveis e bem divulgados.
• Controle logístico rígido e contínuo desde a compra do material até o momento em que a obra é concluída.
• Ter conhecimento dos índices de produtividade da mão-de-obra, verificar se o mesmo é satisfatório. Caso não seja, aplicar ações de treinamento para aperfeiçoamento da equipe.
• Formação de parcerias estratégicas com fornecedores.
• Adoção de um sistema e tecnologias para o controle logístico.

3.3 Estratégias Logísticas na Construção Civil:
• Processo Logístico na Construção: Implementação de tecnologia para controle produtivo e de estoque, realizando o planejamento de compra e distribuição.
• Implementação de Tecnologia de Informação: Utilização de um sistema para o planejamento da execução por etapas da obra.
• Sistema de Parceria com Fornecedores: Visualiza a cadeia como fluxo integrado e único de todas as funções do negócio, criando um sistema único entre fornecedor e construtora.
• Processo de Industrialização da Construção: Transfere parte do processo construtivo do canteiro para o setor de suprimentos, tornando algumas etapas terceirizadas ou repassadas para mão-de-obra especializada.
• Incorporação de Técnicas Construtivas: Requer a padronização das principais tarefas a serem desenvolvidas, aprimoramento das técnicas construtivas, a fim de minimizar os desperdícios.
• Processo de Terceirização de Serviço: Estratégia que terceiriza a parte produtiva da empresa, pagando a mesma por desempenho.
• Organização do Canteiro de Obra: Organização do layout, racionalizando o estoque e flexibilizando a entrega, exigindo maior planejamento da execução da obra.
Logística
Discução e Análise dos Resultados
Discução e Análise dos Resultados
Referência
ANSOFF, H. Igor; MCDONNEL, Edward J. Implantando a Administração Estratégica. São Paulo: Atlas, 1993.

AZEVEDO, R. C. et al. Avaliação de Desempenho do Processo de Orçamento: Estudo de Caso em uma Obra de Construção Civil. Ambiente Construído. V. 11. N. 1. P. 85-104. 2011. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S1678-86212011000100007> Acesso em: 17 de agosto de 2013.

BALLOU, Ronald H. Logística Empresarial: Transporte e Administração. São Paulo: Atlas, 1993.

BALLOU, Ronald H. Logística Empresarial: Transportes, Administração de Materiais, Distribuição Física. São Paulo: Editora Atlas, 2013.

BARNEY, Jay B.; HESTERLY, William S. Administração Estratégica e Vantagem Competitiva. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

BERTAGLIA, Paulo Roberto. Logística e Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento. São Paulo: Saraiva, 2005.

BOWERSOX, Donald J., CLOSS, David J. Logística Empresarial: O Processo de Integração da Cadeia de Suprimento, São Paulo: Atlas, 2001.

BRAGA, Ana C. S.; ZILBER, Moises A. A Relação entre Logística Reversa com as Implicações Estratégicas. Simpoi Anais, 2011.
Referência
CABRAL, José Saraiva. Organização e Gestão de Manutenção: Dos Conceitos a Prática. Lisboa: Lidel Edições Técnicas, 1998.

CERTO, Samuel C.; PETER, J. Paul. Administração Estratégica, Planejamento e Implantação da Estratégia. São Paulo: Editora Makron Books, 1993.

CHIAVENATO, Idalberto; SAPIRO, Arão. Planejamento Estratégico, Fundamentos e Aplicações. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.

CHING, H. Y. Gestão de Estoque na Cadeia de Logística Integrada. São Paulo: Atlas, 2001.

CHRISTOPHER, Martin. Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos: Criando Redes que Agregam Valor. São Paulo: Thomson, 2007.

COUTINHO, Luciano G.; FERRAZ, João C. Estudo da Competitividade da Indústria Brasileira. São Paulo: Editora Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), 1994.

DIAS, Marco Aurélio P. Administração de Materiais: Princípios, Conceitos e Gestão. São Paulo: Editora Atlas, 2010.

GRADVOHL, R. F. et al. Desenvolvimento de um Modelo para Análise da Acumulação de Capacidades Tecnológicas na Indústria da Construção Civil: Subsetor de Edificações. Ambiente Construído. V. 11. N. 1. P. 41-51. 2011. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S1678-86212011000100004> Acesso em: 17 de agosto de 2013.
Referência
KICH, Juliane I. F.; PEREIRA, Maurício Fernandes. Planejamento Estratégico: Os Pressupostos Básicos para uma Implantação Eficaz. São Paulo: Editora Atlas, 2011.

KOTLER, Philip. Administração de Marketing: A Edição do Novo Milênio. 10a ed. São Paulo: Prentice Hall, 2000.

MELLO, L. C. B. et al. Um Sistema de Indicadores para Comparação entre Organizações: O Caso das Pequenas e Médias Empresas de Construção Civil. Gestão & Produção. V. 15. V. 2. P. 261-274. 2008. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S0104-530X2008000200005> Acesso em: 14 de junho de 2013.

NOVAES, Antônio Galvão N.; ALVARENGA, Antônio Carlos. Logística Aplicada, Suprimento e Distribuição. São Paulo: Pioneira, 1994.

NOVAES, Antônio G. Logística e Gerenciamento da Cadeia de Distribuição: Estratégia, Operação e Avaliação. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

PACIEVITCH, Thais. Joint Venture. INFO ESCOLA. Disponível em: <http://www.infoescola.com/economia/joint-venture/> Acesso em: 27 de agosto de 2013.

PEREIRA, Maurício Fernandes. Planejamento Estratégico: Teorias, Modelos e Processos. São Paulo: Editora Atlas, 2010.

PIRES, Sílvio R. Gestão da Cadeia de Suprimentos (Supply Chain Management). São Paulo: Editora Atlas, 2009.

PORTER, M. E. Estratégia Competitiva: Técnicas para Análise de Indústrias e de Concorrência. Rio de Janeiro: Campus, 1986.

REZENDE, Denis Alcides. Planejamento Estratégico Público ou Privado. São Paulo: Editora Atlas, 2011.

RODRIGUES, Andriele, et al. Formulação de Estratégias Competitivas por Meio de Análise de Cenários na Construção Civil. Produção. V. 23. 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?ript=sci_arttext&pid=S010365132012005000075&lang=pt> Acesso em: 14 de junho de 2013.
Referência
SALIN, Jacy Marcos. Planejamento Estratégico como Instrumento para o Sucesso. PORTAL EDUCAÇÃO. Disponível em: <http://www.portaleducacao.com.br/ administracao/artigos/33140/o-planejamento-estrategico-como-instrumento-para-o-sucessodas-empresas> Acesso em: 20 de junho de 2013.

STOCK, J. R. Reverse Logistics Programs, Council of Logistics. Oaks Brook. IL. Council of Logistics Management Books, 1998.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da Pesquisa-Ação. São Paulo: Cortez, 2008.

VIEIRA, Hélio Flavio. Logística Aplicada à Construção Civil: Como Melhorar o Fluxo de Produção na Obra. São Paulo: Editora Pini, 2006.
Full transcript