Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Responsabilidade Social do Cientista

No description
by

Haney Soares Silva

on 4 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Responsabilidade Social do Cientista

O conhecimento do cientista não é e nem pode ser neutro.
Em tese, o conhecimento é livre de valores morais.
O início da filosofia e o saber pelo saber, em busca de entendimento e liberdade.
O filosofo era uma figura idealizada que desejava o saber pelo prazer de saber.
O envolvimento da ciência com a moral e a política
A Responsabilidade Social do Cientista
O conhecimento como arma do capitalisto é um fluxo "natural"
Tecnologias criadas com o intuito de proteção, mas que são usadas em guerras, matando civís em prol da "proteção" de outros povos.
Física nuclear e a energia
Física nuclear e a bomba atômica
A ética por traz do conhecimento
Testes bem sucedidos
Potencial de lucros exorbitantes
Benefícios e Malefícios
Aquecimento na economia e evolução do conhecimento
Perda de homogeneidade na sociedade; criação de uma "raça" superior; Problemas psicológicos.
A clonagem
O problema é se pensar a ciência sem se observar os problemas que poderão ser causados.
Diversas pesquisas tem "objetivos puros", mas os produtos são ultilizados pelas classes burguesas para explorar as classes trabalhadoras.
Todo cientista deve estudar as consequencias de seus estudos na sociedade.
Os cientistas sofrem influencias do tempo em que viem e geralmente trabalham para as classes para as classes burguesas.
Procura por lucro acima de qualquer bem estar social generalizado.
A ciência não é o problema
-> Ciência, segundo Descarte e Karl Max.

-> Ciência como objeto de poder.
O papel da filosofia com relação à ciência e suas aplicações
-> Ciência como mercadoria e de interesse a grupos poderosos.
Ciência e suas tecnologias impotentes, em meio ao capital e seus agentes.
-> Ética cientifica no exercimento do seu trabalho

-> O homem como o seu próprio Deus.
A importância da ética
-> Necessidade de se pensar coletivamente.

-> A união da ciência e suas tecnologias com a sociedade em busca do bem comum.

-> A ética comunitária.
Ética e responsabilidade social
Os Resultados Da Evolução do Conhecimento
O conhecimento evoluiu com o passar do tempo, e com ele os interesses e motivações por trás das descobertas.
O ser humano e a sociedade mudaram e agora se mostra necessária a produção de algo que possibilite a efetivação do poder do ser humano sobre a natureza.
Nessa efetivação entram a ciência e a tecnologia como seu produto. Ambas com poderes ambíguos para atender toda a população ou atender parte dela e prejudicar a outra.
Por isso o trabalho técnico deve ser acompanhado de reflexões de caráter moral e político
O conhecimento como arma do capitalismo
Remédios caros.
Máquinas que substituem os homens ao invés de os auxiliarem nos processos de produção.
Bens de cobiça com as "melhores tecnologias".
O aprimoramento do conhecimento e sua utilização pelas classes dominantes
O conhecimento tem se tornado mais complexo e tal complexidade é usada para o aprimoramento de tecnologias existente.
Os estudos e pesquisas são direcionados de acordo com os interesses.
A maioria das descobertas científicas tem relações com agentes políticos ou econômicos.
Interesses que geram conflitos
Alimentos transgênicos
Maior qualidade, maior durabilidade, resistencia à pragas e produção em larga escala durante pouco tempo.
Problemas de saúde, problemas econômicos, seleção natual mais agressiva.
Observando todo o contexto, é perfeitamente plausível que os estudos científicos também sejam objetos de avaliação moral e deve-se pensar se vale a pena seguir com os estudos, levando em conta se os potenciais malefícios são compensados pelos potenciais benefícios que virão.
As tecnologias vieram com o intuito de melhorar a sociedade, de trazer cura para doenças, de facilitar a vida, de acelerar os meios de produção, de reduzir diversos riscos à vida, mas em contradição a tudo isso, as tecnologias atenuam cada vez mais as barreiras entre as classes sociais, deixando os benefícios nas mãos dos burgueses os malefícios nas classes trabalhadoras. E isso acontece simplesmente porque a ciência passou a ser pensada para o capitalismo.
Resumindo:
Apesar da teoria da neutralidade científica, sabemos que a ciência não pode ser regulamentada por essa teoria. Um cientista não pode se preocupar somente com suas metodologias de pesquisa e os fins da mesma, é necessário que ele se preocupe com os efeitos de sua pesquisa no meio em que ela é realizada. Todo conhecimento gera reações de diversas ordens na sociedade e podem contribuir tanto para o bem quanto para o mal. As classes tem interesses próprios, que podem ser influenciados de acordo com o momento histórico vivido e com base nisso, chega-se à conclusão que atualmente pesquisas e testes não acontecem apenas pelo desejo de saber (não em primeiro plano). Sendo assim, é necessário se ter uma perspectiva moral e política acompanhando o trabalho científico.
RESUMINDO:
No decorrer da história da humanidade, a Ciência tem sido usada para vários fins, existem os cientistas que querem com suas invenções, pesquisas, estudos, transformar o mundo para melhor, enquanto outros não se importam muito com as consequências que estas terão no futuro. Muitas vezes o cientista até cria, pesquisa aquilo para um determinado fim, mas acaba sendo usado para outro. Tudo isso está diretamente ligado a ética adotada pelos cientistas e a sociedade de sua época, que tendem a usar dessas tecnologia para seus interesses a fim. Por isso a necessidade de discutir e inserir a sociedade como um todo num debate para decidirmos o que faremos e como devemos utilizar essas tecnologias ao nosso favor.
ALUNOS:
Guilherme Arantes;
Gustavo Henrique;
Haney Soares;
Luana Vieira.
Full transcript