Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Planossolo

Apresentação de atividade de levantamento e classificação de solos.

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Planossolo

photo credit Nasa / Goddard Space Flight Center / Reto Stöckli Equipe responsável Planossolo Ordem - Planossolo •Relevo plano a suave ondulado Ordem - Planossolo Horizonte A Subordens Planossolo Nátrico Grande grupo •Carbonático Aptidão Agrícola •Lavoura Limitações •Permeabilidade lenta ou muito lenta Bruna Silva
Ígor Alexanre
João Elias
Sérgio Henrique Perguntas ? Ambiente •Relevo característico Manejo •Cuidados com a drenagem, principalmente em solos hidromóficos. Obrigado •Solos minerais (primarios) mal drenados •Apresenta desargilação Vigorosa (perda de argila) superficial •Elevada saturação de base •Apresenta alta CTC •Absorção de Na,
•Concentração de argila no horizonte B •Horizonte superficial ou subsuperficial eluvial •Horizonte superficial de cores claras e textura arenosa e textura arenosa média (leve) Horizonte B •Horizonte B plânico (características de planosolos) •Textura média argilosa a muito argilosa •Apresenta cores de redução (decorrente da má drenagem) •Horizonte Plânico com caráter sódio •Imediatamente Abaixo do horizonte A ou E •Solos que não se enquadram como Nátricos
Planossolos Háplico •Sálico •Alítico •Alumínico •Distrófico •Eutrófico •Órtico •Pastagem •Culturas de ciclo longo (Algodão /Caju/Coco) •Arroz Irrigado (solos hidromóficos) •Seu potencial está ligado ao tipo de paisagem •Adensamento •Textura Superficial arenosa •Teores elevados de Sódio •Presença de horizonte endurecido ou cimentado •Vigência periódica anual de excesso de agua •Regime de seca prolongada •Condição de clima semiárido •Controle de acidez e teores nocivos de alumínio a maioria das plantas Estabilidade estrutural de um Planossolo sob
sistemas de manejo Introdução Objetivo Cláudia Liane Rodrigues de Lima1
Clenio Nailto Pillon2
Luis Eduardo Akiyoshi Sanches Suzuki3
Lúcia Elena Coelho da Cruz1
Carla da Silva Moraes4 A agregação é dependente de agentes cimentantes, raízes e hinfas de fungos e cátions associados a compostos aromáticos recalcitrantes, adsorvidos a polímeros.
Os solos de terras baixas do Rio Grande do Sul apresentam limitações naturais relacionadas, dentre outros fatores, à reduzida estabilidade de agregados (Palmeira et al., 1999; Lima et al., 2003; Reichert et al., 2006).
Entao busca-se alternativas que viabilizem um melhor aproveitamento das áreas de terras baixas com vistas à manutenção ou incremento da qualidade do solo Este estudo teve o objetivo de avaliar a distribuição de agregados estáveis em água em diferentes classes de diâmetro, sob os sistemas plantio direto e plantio convencional em relação a uma área de referência (campo nativo). Metodologia O estudo foi realizado no campo experimental de terras baixas da Embrapa de clima temperado de Pelotas-RS, em um planossolo hidromórfico em sistema de plantio de arroz no verão e sistema de manejo e culturas de cultivo de coberturas de inverno, nos sistema plantio direto e convencional.
Os tratamentos foram dispostos em parcelas diversas parcelas em blocos com 3 repetições. Ápos 7 meses de instalação foram coletadas amostas com estruturas não preservadas nas culturas de azevém (Lollium multiflorum Lam) mais cronichão (Lotus Corniculatus) implantados no inverno e rotação soja (Glycine Max L.) milho (Zea mays L.) e sorgo (Sorghum Vulgare) no verão sob plantio direto (PD) e plantio convencional (PC) e area de campo nativo (CN). Metodologia Resultados Com os resultados obtidos pode se observar que o monitoramento da estabilidade estrutural em ambientes de terras baixas na camada superficial do solo constitui etapa importante na implementação de praticas conservacionistas adequadas e eficientes no controle da erosão e da qualidade do solo. Conclusão CARPENEDO, V.; MIELNICZUK, J. Estado de agregação e qualidade de agregados de Latossolos
Roxos, submetidos a diferentes sistemas de manejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo,
Campinas, v. 14, p. 99-105, 1990.
DEDECEK, R.A. Coberturas permanentes do solo na erosão sob condições de cerrado. Pesquisa
Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 24, p. 483-488, 1989.
EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos.
Brasília: Embrapa Produção de Informação, Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 1999. 412 p.
KEMPER, W.D.; ROSENAU, R.C. Aggregate stability and size distribuition. In: KLUTE, A. (Ed.).
Methods of soil analysis. Physical and mineralogical methods. 2. ed. Madison: American Society
of Agronomy, 1986. p. 425-443.
LIMA, C.L.R. de; PAULETTO, E.A.; GOMES, A. da S.; SILVA, J.B. Estabilidade de agregados de um
Planossolo sob diferentes sistemas de manejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v.
27, p. 199-205, 2003.
PALMEIRA, P.R.T.; PAULETTO, E.A.; TEIXEIRA, C.F.A.; Referências Bibliográficas GOMES, A. da S.; SILVA, J.B. Agregação de
um Planossolo submetido a diferentes sistemas de cultivo. Revista Brasileira de Ciência do Solo,
Viçosa, v. 23, p. 189-195, Viçosa, 1999.
REICHERT, J.M.; VEIGA, M. da; CABEDA, N.S.V. Índices de estabilidade de agregados e suas
relações com características e parâmetros do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa,
v. 17, p. 283-290, 1993.
REICHERT, J.M.; LIMA, C.L.R. de; DALMOLIN, R.S.D.; REINERT, D.J.; GONÇALVES, C.; NUNES, M.
Agregação de um Planossolo sistematizado há um ano sob cultivo de arroz irrigado. Ciência
Rural, Santa Maria, v. 36, n. 3, p. 837-844, 2006.
SILVA, I.F.; MIELNICZUK, J. Avaliação do estado de agregação do solo afetado pelo uso agrícola.
Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 21, p. 313-319, 1997.
TISDALL, J. M., OADES, J. M. Organic matter and water stable aggregates in soils. Journal of Soil
Science, London, v. 33, p. 141-163, 1982.
YODER, R.E. A direct method of aggregate analysis of soils and a study of the physical nature of
erosion losses. Journal of the American Society of Agronomy, Madison, v. 28, p. 337-351, 1936.
Full transcript