Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Sustentabilidade e o aproveitamento passivo dos recursos naturais

No description
by

Clara Vale

on 22 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sustentabilidade e o aproveitamento passivo dos recursos naturais

Sustentabilidade e o aproveitamento passivo dos recursos naturais
FAUP, 21 de Maio de 2014
“os recursos da mãe natureza são inesgotáveis”
“O homem moderno tem novas fontes de energia ao seu dispor”
"O progresso é imparável"
Desenvolvimento sustentável
Gro Harlem Brundtland

“O desenvolvimento que dê resposta às necessidades do presente, sem comprometer a possibilidade de as gerações futuras darem resposta às delas".
Limitar o crescimento populacional;
Promover a garantia de recursos básicos (
água
, alimentos,
energia
) a longo prazo;
Preservar a biodiversidade e os ecossistemas;
Diminuir o
consumo de energia
e promover o desenvolvimento de
tecnologias com uso de fontes energéticas renováveis
;
Aumento da produção industrial nos países não-industrializados com base em tecnologias ecologicamente adaptadas;
Controlo da urbanização desordenada e integração entre o campo e a cidade
;
Resposta às necessidades básicas (saúde, educação,
habitação
).

Nosso Futuro Comum
Os "pilares" da sustentabilidade
- Optimização de recursos e materiais
- Redução de produção de resíduos e de emissões para o meio ambiente
- Aumento da qualidade de vida dos ocupantes dos edifícios
- Diminuição dos custos de manutenção, exploração e uso dos edifícios
- Redução do consumo energético e uso de energias provenientes de fontes renováveis

Optimização de recursos e materiais
Optimização de recursos e materiais
Utilização de materiais e recursos naturais
Utilização de materiais e recursos duráveis
Utilização de materiais e recursos recuperados
Utilização de materiais e recursos reutilizáveis
Utilização de materiais e recursos reciclados
Utilização de materiais e recursos recicláveis
Redução de produção de resíduos e de emissões para o meio ambiente
Resíduos e emissões gerados na obtenção dos materiais de construção
Resíduos e emissões gerados no processo de construção do edifício
Resíduos e emissões gerados durante a actividade do edifícioResíduos e emissões gerados na demolição do edifício
Redução do consumo energético e uso de energias provenientes de fontes renováveis

Energia utilizada na obtenção de materiais de construção
Energia  consumida no transporte dos materiais
Energia consumida no transporte da mão de obra
Energia utilizada  no processo de construção do edifício
Consumo energético do edifício
Adequação da tecnologia utilizada com relação a parâmetros humanos intrínsecos
Grau de utilização de fontes de energia naturais mediante o desenho do próprio edifício e do seu entorno
Inércia térmica do edifício
Grau de utilização de fontes de energia natural mediante dispositivos tecnológicos
Consumo energético na desconstrução do edifício (desmontagem, demolição, tratamento de resíduos, etc.)

Aumento da qualidade de vida dos ocupantes dos edifícios
Redução de emissões nocivas para o meio ambiente
Redução de emissões nocivas para a saúde humana
Contributo do desenho arquitectónico para o conforto e bem-estar dos habitantes
Diminuição dos custos de manutenção, exploração e uso dos edifícios
Adequação da durabilidade do material a sua vida útil no edifício
Energia consumida quando o edifício está em uso
Energia consumida quando o edifício não está em uso
Consumo de recursos devido a actividade do edifício
Emissões devido à actividade do edifício
Energia consumida na acessibilidade ao edifício
Grau de necessidade de manutenção do edifício
Nível socioeconómico e custos de manutenção
Custo do edifício

Mas são estas preocupações algo de REALMENTE novo?
NÃO!
“a evolução tecnológica crescente permite usar recursos antes inacessíveis”
1987 – Relatório de Brundtland, Nosso Futuro Comum
O que deveria ser feito para atingir este objectivo?
Contributo da arquitectura e dos edifícios?!
Quanto...
Maior domínio da tecnologia
Maior abundância de recursos disponíveis

Menos sustentável tem sido a actuação do homem

É preciso mudar!!!
Implantação

Implantação

Inclinação dos raios solares

Orientação

O Factor de Forma dos edifícios


Absorção

Armazenamento

Distribuição

Conservação

Estratégia de aquecimento

São considerados sistemas passivos se:

a energia circula por meios naturais, isto é, radiação, condução e convecção natural.

a energia auxiliar para controle não excede 2% da energia útil captada pelo sistema

Sistemas solares passivos e sistemas solares activos

Os sistemas poderão ser classificados em grandes grupos:
- sistemas de ganho directo
quando a captação e a utilização da energia se fazem no mesmo espaço
- sistemas de ganho indirecto
quando a captação e a utilização se fazem em espaços diferentes contíguos e em contacto através de uma massa de armazenamento térmico
- sistemas de ganho separado
os espaços de captação e utilização da energia estão termicamente isolados e podem nem ser contíguos
Classificação das tecnologias solares passivas

Amortecimento e desfasamento da onda de calor

http://mdc.arq.br/2009/10/02/centro-educativo-burle-marx-inhotim-brumadinho-mg/

Centro Educativo Burle Marx – Inhotim – Brumadinho – MG

Sistemas Solares Passivos
Full transcript