Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Texto Dissertativo-Argumentativo

No description
by

on 12 August 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Texto Dissertativo-Argumentativo

Texto Dissertativo-Argumentativo
Em princípio, o texto dissertativo nao está comprometido com a persuasão, e sim com a transmissão de conhecimentos. Apesar disso, os temas propostos são quase sempre polêmicos - maioridade penal, desarmamento, violência contra a mulher, ética. Por essa razão, o que se espera é um texto em que seu autor analise e discuta o tema proposto, defenda seu ponto de vista e proponha soluções objetivas.
Introdução
A cultura da amizade
A amizade tem sido eleita por pensadores e artistas de diversos tempos como uma das coisas mais importantes da vida. Há quem lhe atribua importância maior que a do amor.
Em nosso mundo contemporâneo não faltam produções escritas ou audiovisuais que coloquem a amizade no mais alto patamar. Porém, tanto nas produções de tempos passados como nas de tempos atuais, a amizade é tratada como um ideal, no sentido de que é algo difícil de ser obtido.
Na Antiguidade Clássica, Cícero já apontava a existência daqueles que suprimem a amizade de suas vidas ao comentar que os que assim o faziam pareciam-no privar o mundo do sol. Se há um amplo reconhecimento de sua importância, por que a amizade é vista e apresentada como algo difícil e raro?
Montaigne, em suas reflexões, oferece alguns elementos que nos permitem abordar melhor a questão. Ao apresentar a amizade como um tipo de relacionamento no qual se busca uma intimidade sem reversas, Montaigne põe o foco em um aspecto das relações pessoais que, se foi complexo em seu tempo, seguramente é problemático na sociedade ocidental contemporânea.
É uma característica de seus dias atuais o crescente individualismo, que alguns pensadores preferem classificar como narcisista. Vive-se em um ambiente no qual, mais do que ser, é preciso parecer. A criação da atividade de consultor de imagem nos dá uma dimensão da separação cada vez maior entre o que efetivamente somos e a imagem que buscamos (ou precisamos) transmitir.
A nossa aparência não busca refletir o que somos mas, em uma inversão de significado da palavra "imagem", é ela quem nos define para os outros. Em ta contexto, como construir intimidade? E, em conequência, como cultivar amizades?
Se tem sido benéfico para o sistema econômico, o individualismo narcisista tem transformado, no plano das relações pessoais, campos aráveis em terras arenosas.
Milhares de anos atrás, a humanidade foi desafiada e deu uma resposta e um salto qualitativo ao aprender a cultivar a terra. Hoje, o novo desafio é colocado e, novamente, a alternativa pode estar no desenvolvimento do cultivo, da cultura da amizade.
(Candidato no exame vestibular da Fuvest 2007)
Introdução
Desenvolvimento
Conclusão
(Tese)
Prof.ª Rebeca Xavier
Outras características
Verbos e pronomes são empregados no Presente do Indicativo.
É utilizada somente a variedade Padrão da língua.
A linguagem é impessoal, marcada pelo uso da 3ª pessoa.
O texto revela maior preocupação com a precisão das informações do que com a expressividade ou a emotividade.
comparação
alusão histórica
citação
exemplificação
oposição ou contraste
definição
apresentação de dados estastísticos
relação de causa e efeito
conclusão-resumo
conclusão-sugestão
solução prática
"A maneira como o homem vive e se organiza tem relação direta com o modo como nós encaramos o tempo. A importância que damos ao passado, ao presente e ao futuro é fundamental para a compreensão de nossa sociedade e do mundo em que vivemos."
"Por que será que o brasileiro não consegue assumir sua identidade? Por não tê-la ou porque é impedido? Será que ainda restam forças para tal atitude?"
(Candidato da Fuvest)
(A.P.M., aluna de 3º ano)
"Uma pessoa, ao mirar-se no espelho, vê sua própria imagem refletida. Se ela muda de posição, a imagem fielmente a seguirá. Se ela faz uma pose elegante, distinta, a figura do espelho condirá com essa postura; o mesmo valendo para uma pose desajeitada e medíocre. Está claro que, sabendo-se do sujeito dessa ação, a pessoa poderá aperfeiçoar suas poses o quanto desejar, de modo a sentir-se gratificada pelos seus esforços, ao perceber que os resultados lhe correspondem. Será que no Brasil as pessoas estão dispostas a ser boas modelos?"
(D.A., aluna do 3º ano)
"Karl Marx, no século XIX, já duvidava que o processo tecnológico transformaria o tempo em um aliado do homem em sua eterna busca pela realização pessoal, e a história da civilização moderna não deixa por menos: se atualmente produzimos 10, 20 ou 50 vezes mais do que há 100 anos atrás, usamos o tempo que sobra para produzir ainda mais."
(Candidato da Fuvest)
As introduções podem, entre outras maneiras, ser feitas com base em uma interrogação, uma citação, na formulação de uma tese com base em uma teoria inicial, num exemplo...
A introdução pode ser construída por um ou mais parágrafos. E o texto deve, preferencialmente, ser construído pelo método dedutivo (do geral para o particular) para que se lance a tese ou ideia principal que será desenvolvida no texto.
Desenvolvimento
O desenvolvimento é a defesa do ponto de vista e da tese, apresentados na Introdução. Por ser persuasivo, deve apresentar uma sequência argumentativa coerente e consciente.
Comparação
Estabelece o confronto entre duas realidades diferentes, seja no tempo, no espaço, quanto às características físicas etc
Alusão histórica
O autor retoma acontecimentos do passado, para explicar fatos do presente.
Argumentos com provas concretas
Apresentação de dados estatísticos relacionados ao tema proposto.
Argumentos consensuais
São aqueles em que certas "verdades" são aceitas por todos. Por exemplo, "Todo ser humano precisa de boa alimentação e lazer."
Argumentos de autoridade ou de exemplo
Consistem em frases célebres, citadas de maneira direta (entre aspas e com indicação do autor) ou indireta (citando-se o autor e fazendo-se um resumo de suas ideias).
Argumentos de presença
Ilustrar com histórias (reais ou fictícias), lendas ou parábolas a tese que queremos defender.
Conclusão
Existem diversas formas de se concluir um texto dissertativo-argumentativo: agregação, proposta, pergunta ou surpresa. No entanto, para o ENEM, focamos nossa atenção na "proposta".
O autor deve fazer propostas ou sugestões para que o problema em análise seja resolvido. Quanto mais concretas forem as propostas, evitando-se sugestões vagas, como "É preciso que todos tomem consciência", ou "Somente quando cada um de nós fizer a sua parte", mais persuasivo se torna o texto.
www.profaxavier.blogspot.com
Full transcript