Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

AS DROGAS COMO UMA EXPRESSÃO DA QUESTÃO SOCIAL E AS POLITICA

No description
by

Juliana Pimenta

on 15 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of AS DROGAS COMO UMA EXPRESSÃO DA QUESTÃO SOCIAL E AS POLITICA

AS DROGAS COMO UMA EXPRESSÃO DA QUESTÃO SOCIAL E AS POLITICAS PÚBLICAS PARA SEU ENFRENTAMENTO
O OBJETO
Esse estudo teve a pretensão de compreender melhor as questões relacionadas ao álcool e outras drogas, quando elas viram um problema na sociedade, e como o Estado responde a isso através de políticas públicas. Foi analisado além das políticas públicas de enfrentamento, os dispositivos existentes na rede de atenção a essa população. Para assim poder entender quais as estratégias mais eficazes para essa demanda, e quais as dificuldades existentes para a sua implementação.

METODOLOGIA
A metodologia adotada foi de levantamento bibliográfico e a observação emprírica durante o estágio. No primeiro, partindo da história das drogas, buscou-se bases para a análise da atual política de Álcool e outras drogas. Também se buscou o levantamento da rede de álcool e outras drogas e da análise de sua materialização através da criação dos CAPS . E ainda, compreender e interpretar as informações e dados coletados articulados a minha experiência de estágio e a fundamentação teórica.


CAPÍTULO 1 - O DEBATE SOBRE AS DROGAS
No capitulo um foi abordado o tema das drogas em geral, como se originou, o processo histórico de como as drogas foram entendidas nas sociedades, quais os tipos de entorpecentes existentes, quando passam a ser uma expressão da questão social e as suas classificações e prejuízos para o organismo e para a sociedade.

SISTEMATIZAÇÃO DO ESTUDO
Os resultados obtidos, com base na interlocução feita com diversos autores, foram que os dispositivos de CAPS ad e toda a sua rede de atenção são propositivos e visam compreender a realidade do indivíduo, para assim poder atuar de forma eficaz. Com tudo, esses dispositivos sofrem com o sucateamento dos serviços e do repasse insuficiente de verbas, o que dificulta a atuação plena das propostas e estratégias elaboradas pela PNAD. Essa interlocução me ajudou a compreender todo o processo histórico, científico e cultural que o tratamento de álcool e outras drogas está inserida e assim poder entender melhor sobre a realidade.


CONSIDERAÇÕES FINAIS
As questões centrais que orientaram a analise foram as necessidades de se refletir sobre o que são as drogas, quando elas se tornam um problema e quando surgem políticas publicas para atender a essa demanda. Para tal se faz necessário recorrer ao processo histórico e a análise do que temos hoje através da Política Nacional de Álcool e outras Drogas. O tema foi escolhido pela relevância na contemporaneidade, pois apresenta uma crescente demanda e caráter abusivo que coloca em questionamento a eficiência das políticas públicas. Ressalta-se também que políticas públicas voltadas para esse tema são recentes e esse atraso interfere na efetividade dos dispositivos existentes que atuam nas áreas de prevenção, tratamento e reinserção social.


QUESTÕES CENTRAIS
O ESTUDO
As razões que me motivaram a estudar o tema foi a vivência de um ano no campo de estágio do CAPS ad/ Alameda onde tive o primeiro contato com a área e pude observar que os objetivos, as estratégias e as propostas existente para a população usuária de álcool e outras drogas eram promissoras, e atendiam as reais necessidades da população, pautadas na intersetorialidade e na interdisciplinaridade, onde havia uma preocupação com os usuários enquanto cidadãos, entre outras propostas de atuação eficazes. Contudo, o processo de sucateamento em que a instituição se inseria, impossibilitava a efetivação do trabalho com essa parcela da população, gerando um falso pressuposto que a Política Nacional de Álcool e outras Drogas, na qual toda a rede de atenção a essa população está pautada, é um modelo ineficaz ou insuficiente.

CAPÍTULO 2 - AS POLÍTICAS PÚBLICAS
DE COMBATE AS DROGAS
No capitulo dois há um levantamento de como foram construídas as políticas publicas que atuam diretamente com essa questão, o contexto histórico em que o Brasil estava inserido. Realizamos um resgate da reforma psiquiátrica que norteou o tratamento de usuários de álcool e outras drogas e na qual a PNAD está inserida, ao final deste capítulo, a PNAD, foi analisada quanto à sua construção, seus objetivos e pressupostos e uma das formas de sua materialização, o CAPS ad, também foi analisado.
CAPÍTULO 3 - A MATERIALIZAÇÃO DA PNDA NO CAPS AD E A INTERVENÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL
No capitulo três foi feito uma delimitação no estado do Rio de Janeiro, onde primeiro é abordado quais outras políticas de álcool e outra droga existe na região, depois é especificado o CAPS ad / Alameda em Niterói, seus projetos e sua rotina e, no final discorre-se sobre a atuação do serviço social nesses serviços.
Para o Serviço Social esse estudo também foi muito importante, visto a relevância que esse tema tem na sociedade, e como ele atravessa a maioria, se não todos, os campos de atuação da profissão. Por tanto, o assistente social precisa se apropriar desse debate e dessa temática para poder atender de forma eficaz o seu usuário que faz uso de álcool e outras drogas, assim como sua família, independente da instituição que o profissional atue, podendo ser com criança e adolescente, com idoso, com saúde, com assistência, sócio jurídico, entre outros. O álcool e as outras drogas estão presentes em todas as parcelas da sociedade, independente de etnia, gênero, classe social, religião, idade ou orientação sexual.
A importância desse estudo para a minha formação profissional foi, para além de conhecer mais aprofundadamente essa questão de álcool e outras drogas, pois essa atua em rede, e foi preciso estudar outras políticas e outros temas que se relacionam com a sua trajetória. Além disso, o trabalho também foi propulsor para aperfeiçoar minhas técnicas de pesquisa de uma realidade, ensinando-me que experiências empíricas não são suficientes para compreender o fenômeno, é preciso buscar autores e fundamentação teórica.
UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
ESS - ESCOLA DE SERVIÇO SOCIAL
SSN - DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL DE NITERÓI

Trabalho de conclusão de curso:
 
AS DROGAS COMO UMA EXPRESSÃO DA QUESTÃO SOCIAL E AS POLITICAS PÚBLICAS PARA SEU ENFRENTAMENTO


Orientadora: Profª Drª Eblin Farage
Aluna: Natália de Mattos Cesare Ponce

Obrigada
Full transcript