Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Denise Cunha

on 3 February 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Denise de Fátima Fernandes Cunha
Orientadora: Prof.ª Dra. Priscila de Souza Aquino Prevenção do câncer de colo uterino: fatores de risco para a descontinuidade do cuidado ginecológico O câncer de colo do útero... OBRIGADA! É um problema de saúde pública;

Possui uma evolução lenta e progressiva;

É considerado evitável em 100% dos casos, diferentemente dos outros tipos de cânceres. No Brasil, o CCU ocupa a segunda posição em termo de frequência na região Nordeste (18/100.000).

Estima-se em 2012 (BRASIL, 2011):
17.540 casos novos de CCU para o Brasil;
850 casos novos para o Ceará;
270 novos casos para Fortaleza. Epidemiologia Relevância do exame colpocitológico; Introdução PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA PREVENÇÃO DO CÂNCER DE COLO UTERINO Introdução Quais características presentes na população feminina têm influência sobre a descontinuidade do cuidado ginecológico? Entende-se como descontinuidade do cuidado ginecológico o fato de a mulher não retornar para receber o laudo do exame citopatológico e/ou não realizá-lo com a periodicidade recomendada pelo Ministério da Saúde. Introdução Identificar os fatores de risco para a descontinuidade da atenção ginecológica nas mulheres usuárias;
Analisar a relação entre as características sociodemográficas e gineco-obstétricas na ocorrência de descontinuidade da atenção. Objetivos A promoção da saúde no contexto da prevenção do câncer de colo do útero;

A educação em saúde como estratégia para reduzir a descontinuidade do cuidado ginecológico. Metodologia Tipo de Estudo Estudo documental, retrospectivo e correlacional. Local da Pesquisa Centro de Parto Natural Lígia Barros Costa (CPN), um local de atendimento específico de enfermagem, vinculada a Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Ceará (UFC). População e Amostra A população do estudo será composta pelos 3357 prontuários de mulheres atendidas desde o início do funcionamento, em Outubro de 2003, até Novembro de 2011. Coleta de Dados Período: de Fevereiro a Abril de 2013.

Instrumento de coleta de dados: formulário estruturado, composto por variáveis sócio-demográficas, obstétricas e ginecológicas da mulher, construído a partir da própria ficha de atendimento. Análise dos Dados Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), versão 18.0.

As variáveis preditoras serão: dados sociodemográficos (escolaridade, renda, idade, estado civil) e dados gineco-obstétricos (sexarca, paridade, história de DST e número de parceiros).

A variável desfecho será a continuidade do cuidado. Aspectos Éticos e Legais Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde do Brasil serão respeitados (BRASIL, 1996).

O projeto foi encaminhado ao Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará e foi aprovado sob o protocolo nº 183493. Objetivos Identificar os fatores de risco para a descontinuidade da atenção ginecológica nas mulheres usuárias;

Analisar a relação entre as características sociodemográficas e gineco-obstétricas na ocorrência de descontinuidade da atenção. Fortaleza, 04 de Fevereiro de 2012 O Câncer de Colo do Útero... Universidade Federal do Ceará
Departamento de Enfermagem
Programa de Pós-graduação em Enfermagem Vasconcelos (2012): Encontrou proporções mais altas de não comparecimento à consulta de retorno relacionadas às seguintes características: mulheres jovens (p=0,001) com início precoce da atividade sexual(p=0,047) e que foram classificadas durante o inquérito CAP com conhecimento inadequado sobre o exame colpocitológico (p=0,029). Gomes et al (2010): das 645 mulheres consultadas no período de janeiro de 2005 até junho de 2006, 101 não compareceram para receber o resultado do exame de prevenção (15,6% das mulheres). Prevenção primária: envolve a conscientização em relação aos fatores de risco;

Prevenção secundária: Pode ser feita a partir de métodos que detecem as lesões precursoras que poderão dar origem aos carcinomas invasivos (BRASIL, 2011).
Full transcript