Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Coração: moral, educação e sentimento.

Apresentação com uma brevíssima análise da obra Coração de Edmondo de Amicis.
by

Pedro Henrique Reis

on 26 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Coração: moral, educação e sentimento.

Coração, Edmondo de Amicis Coração Cuore, libro per ragazzi (1886) O autor Edmondo de Amicis, militar entusiasta de Garibaldi, lutou pela unificação italiana que só terminou em 1890 com a integração de Roma ao estado italiano. Começa a escrever diários que retratam a guerra de unificação como na obra Bozzetti di Vita Militare (Esboços da vida militar, 1868) e, após sair do exército, escrever reportagens sobre os países próximos da Itália. Sua obra mais conhecida é Cuore, libro per ragazzi escrito em 1886 em forma de diário. Leitura de formação Edmondo de Amicis. Militar entusiasta de Garibaldi, lutou pela unificação italiana que só terminou em 1890 com a integração de Roma ao estado italiano. Começa a escrever diários que retratam a guerra para a unificação como na obra Bozzetti di Vita Militare (Esboços da vida militar, 1868) e, após sair do exército, escrever reportagens sobre os países próximos da Itália.Sua obra mais conhecida é Cuore, libro per ragazzi escrito em 1886 em forma de diário. A obra Inclinações Enredo Enredo Coração é tido como o mais influente dos livros infantis dentro do âmbito escolar tanto na Itália, quanto em outros países, como no Brasil. A narrativa é composta no gênero diário em que alguns relatos diários são intercalados por contos escolares e cartas do pai para o personagem principal. A história gira em torno de Enrico, um menino de treze anos que decide escrever o que acontece com ele durante o seu terceiro ano escolar que vai da metade de 1881 até a outra de 1882. Sua antiga escola se contrasta com seus novos colegas e isso traz a ele experiências nunca antes vividas. Outra peça importante é seu professor, Perboni, exemplo para seus estudantes e incentivador dos bons costumes e do aprendizado. Além do ambiente escolar, Enrico também narra algumas história que acontecem consigo mesmo e com os amigos dentro e fora da escola. Inclinações A obra está baseada no ensino da moral, dos bons costumes e do valor cívico que mantêm a ordem social. De Amicis escreve esse livro mostrando aos jovens leitores as virtudes que julga serem importantíssimas para os cidadãos como valorização do trabalho, patriotismo, generosidade, honestidade, bondade, inteligência, boa instrução, força de vontade, heroísmo e defeitos como a mentira, a dissimulação, desonestidade, inveja, covardia, vaidade, usura, prepotência, impaciência, ira orgulho, insolência preguiça e vícios.. A leitura aqui se torna um instrumento importante para a transposição desses valores aos jovens cidadãos e garante uma próxima geração mais engajada e unida. Essas características, normalmente, são atribuídas a personagens específicos. Cada colega de Enrico contribui para o aprendizado de uma virtude e/ou uma apresentação de uma má ação.O aspecto afetivo é claramente usado para o ensino dos bons costumes. O aprendizado é estimulado pelas relações professore-alunos, filho-pais, colegas-colegas. Em suma, o menino é exposto a bastantes situações que o fazem absorver os bons e os maus costumes. “Coração expressa uma moral válida para todos, moral que exalta o sacrifício e o trabalho, o respeito à hierarquia social e à fraternidade humana. A exaltação do valor patriótico e social, a abundância de bons sentimentos, o espírito humanitário de viés paternalista, faz com que sua leitura desperte sentimentos ideais para uma sociedade idealizada” (BASTOS, 1998) “Este livro é dedicado em especial aos jovens do primeiro grau, aqueles entre nove e treze anos, e poderia ser intitulado: “História de um ano escolar, escrita por um aluno de terceira série de uma escola municipal da Itália”. E, ao dizer que foi escrita por um aluno da terceira série, não quer dizer que tenha sido escrita propriamente por ele, tal como está impressa. Ele ia anotando num caderno, do jeito que sabia, aquilo que havia visto, sentido, pensado, dentro e fora da escola. E, no fim do ano, seu pai corrigiu aquelas anotações, cuidando para não alterar as ideias, e conservar, tanto quanto possível, as palavras do filho. Então, quatro anos depois, já no Ensino Médio, o menino releu o caderno e acrescentou alguma coisa pessoal, valendo-se da lembrança ainda fresca das pessoas e das coisas. Agora, jovens, leiam este livro: espero que gostem dele e que lhes faça bem.” Então, o pai segurou-o por um braço e o empurrou até ficar cara a cara com Betti, quase se encostando, e lhe disse: “Peça desculpas”.O carvoeiro quis se interpor, dizendo não, não. Porém, o senhor não ligou para ele, repetindo para o filho: “Peça desculpas a ele, repita minhas palavras: ‘Eu lhe peço desculpas pela palavra injuriosa, insensata, imoral que pronunciei contra seu pai, a quem o meu tem a honra de apertar a mão’”. “Gravem bem aquilo que viram”, disse o professor, “está é a lição mais bonita do ano”. O carvoeiro e o senhor
7, segunda-feira (novembro/1881) Bibliografia BASTOS, Maria Helena Camara. Leituras de formação: CORAÇÃO, de Edmundo De Amicis (1886). Texto apresentado no I Seminário Brasileiro sobre o Livro e História Editorial. Rio de Janeiro, 2004. COELHO, Nelly Novaes. Panorama Histórico da Literatura Infantil/Juvenil. São Paulo: Editora Ática, 1991. AMICIS, Edmondo de. Coração: um livro para jovens. São Paulo: Ed. Cosac Naify, 2011
Full transcript