Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

COMBATE A FOME E A POBREZA EXTREMA

No description
by

Laís Mayene

on 28 June 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of COMBATE A FOME E A POBREZA EXTREMA

O Brasil cumpriu as metas de combate à fome e à redução da pobreza estipuladas mundialmente pela ONU.
METAS
No ano 2000, a ONU fixou o combate à fome e à pobreza extrema como alguns dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), visando a melhorar as condições de vida da população mundial até 2015. O Brasil, segundo a Organização, já cumpriu essas metas, pois reduziu em 50% a porcentagem de sua população que sofre com a fome e em 75% a pobreza extrema. As metas da ONU previam redução de 50% em ambos os casos até o fim de 2015.
Isso significa que o Brasil conseguiu reduzir pela metade o número de pessoas desnutridas no país.
Pobreza. Classificação da ONU
Sociólogo Herbert de Souza.
1993, lançou o programa Ação da Cidadania.
Objetivo: a mobilização de todos os segmentos da sociedade brasileira na busca de soluções para as questões da fome e da miséria.
Desde 1993, a Ação da Cidadania trabalha para estimular a participação cidadã na construção e melhoria das políticas públicas sociais.


Em relação à pobreza, pela classificação da ONU, "pobreza extrema" engloba as pessoas que vivem com menos de US$ 1 por dia; já a "pobreza" engloba as pessoas que vivem com menos de US$ 2 por dia.

Segundo o relatório, o Brasil conseguiu reduzir a pobreza extrema em 75% entre 2001 e 2012, caindo de 14% para 3,5%. No mesmo período, a pobreza foi reduzida em 65%, ou seja, caiu de 24,3% para 8,4%. No entanto, 16 milhões de pessoas ainda vivem com menos de 2 dólares por dia no Brasil.

COMBATE A FOME E A POBREZA EXTREMA
SOCIOLOGIA
Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida.
O movimento atua através de comitês locais: cidadãos solidários que se mobilizam por toda a nação. Todos os estados brasileiros têm comitês regionais da Ação da Cidadania e promovem ações conjuntas integradas pela coordenação nacional, com sede no Rio de Janeiro. Os comitês locais atuam junto às famílias, promovendo ações assistenciais e hoje mobilização das comunidades na luta pela conquista dos direitos sociais. Formados por voluntários, os comitês promovem, individualmente e por iniciativas próprias, projetos nas mais diversas áreas, como a doação de alimentos, a geração de emprego e renda, educação, creches, esportes e lazer, arte e cultura, saúde, assistência à população de rua e outras.
Todos os estados participam da Campanha e organizam suas atividades, definidas em fórum nacional, em seus estados. Os fóruns de debate da Ação da Cidadania são realizados periodicamente visando à formulação de diretrizes e o planejamento das ações da entidade. Nesses fóruns reúnem-se personalidades da sociedade civil, líderes comunitários, coordenadores da Ação da Cidadania dos estados, representantes de movimentos sociais, ONGs, universidades e do poder público.

Programa Fome Zero
A fome e a insegurança alimentar no Brasil não são causadas pela falta de alimentos. O problema é a falta de dinheiro para a compra dos alimentos. Por falta de recursos, dezenas de milhões de pessoas não têm acesso a uma alimentação adequada.

O Programa
Ação da Cidadania
parte do princípio de que a pobreza não é algo furtivo, ocasional, mas sim o resultado de um modelo perverso de desenvolvimento que tem levado à crescente concentração de renda e ao desemprego. Essa situação produz o círculo vicioso da fome.

A fome é causa e conseqüência da pobreza e passa de uma geração a outra. A fome impede o desenvolvimento do país e acentua desigualdades.


O objetivo do Programa Fome Zero é combater as causas estruturais da fome e da pobreza e ao mesmo tempo assegurar que haja comida na mesa de quem mais precisa. Organizado em políticas e ações, o Programa Fome Zero se propõe a garantir o direito ao alimento de qualidade, atribuição governamental que se concretiza com o apoio de entidades e organizações sociais.

Está claro que garantir a segurança alimentar e nutricional é garantir o desenvolvimento social e econômico do país. Por isso combater a fome é gerar empregos, aumentar a produção local de alimentos, dinamizar o comércio local e dar condições de cidadania às famílias.

O Programa Fome Zero reúne políticas estruturais que combatem as causas da pobreza, políticas específicas que buscam interromper o binômio “fome-pobreza” e políticas locais, urbanas e rurais que apoiam e divulgam iniciativas de prefeituras e da sociedade.
Full transcript