Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Linguagem e Comunicação

No description
by

Candida Jorge

on 22 February 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Linguagem e Comunicação

Linguagem e Comunicação
Linguagem
Capacidade exclusivamente humana de usar
símbolos verbais
para representar o mundo e, por esse processo, conseguir
comunicar
com os outros.
Língua
Conjunto das palavras e das regras gramaticais que regem a sua combinação.
É uma herança coletiva, que vai sendo transmitida de geração em geração.
Língua Padrão ou Norma
Variedade que se torna
meio público de comunicação
, difundida através da
escola
e dos
media
.
Variedades Geográficas
Diferentes formas
que uma língua assume ao longo da sua
extensão territorial
.
Variedades Sociais
Forma que uma língua assume quando usada por falantes que
partilham
o mesmo
ambiente socioeconómico e educacional
.
Variedades Situacionais
Forma que a língua assume resultante da
adaptação
dos falantes à
situação de comunicação
em que se encontram.
Variação Linguística
Propriedade que as línguas têm de se
diferenciarem
em função da
geografia
, da
sociedade
e do
tempo
.
Registos de Língua
Diferentes
formas de desvio
em relação à língua padrão ou norma.
Língua Cuidada
Nível de língua em que se utiliza
vocabulário menos corrente
ou
técnico
e
estruturas menos vulgares
.
Língua Popular
Registo da língua que, de um modo geral, reflete um
nível escolar pouco elevado
.

Pode incluir termos de
calão
e
gíria
, além de
regionalismos
.
Gíria
Nível de língua usado por
grupos socioprofissionais restritos
.
Regionalismos
Termos e outras características da língua usados numa
determinada região
.
Língua Familiar
Nível usado entre
amigos
e
familiares
, caracterizado pelo emprego de
vocabulário e frases não cuidados
.
Calão
Nível de língua que implica a utilização de
termos grosseiros e/ou ofensivos
.
Variedade Europeia
Falada em
Portugal Continental
e
Arquipélagos
, apresentando
variedades entre as diferentes regiões
.

A língua padrão corresponde à variedade de
Lisboa.

Variedade Brasileira
Falada no
Brasil
, apresenta diferenças ao nível do
vocabulário
, da
pronúncia
e da
construção gramatical
, resultante da influência de
outras línguas
(indígenas) ou de
línguas africanas
.
Variedades Africanas
Falada nos
países africanos de expressão portuguesa
, apresenta diferenças ao nível do
vocabulário
,
pronúncia
e
construção gramatical
, resultante da influência das
línguas africanas
.
Variedades do Português
Surgem devido ao contacto entre os falantes de língua materna portuguesa com
falantes de outras línguas
, ao longo da História de Portugal.
Processo de Comunicação
EMISSOR
CÓDIGO / MENSAGEM
CANAL
RECETOR
FEEDBACK
Princípio de Cooperação
Emissor e recetor devem
colaborar
entre si, para que o
ato comunicativo
seja
eficaz
.

Para tal, devem obedecer a
máximas conversacionais.
Máxima de Quantidade
O enunciado não deve conter nem mais nem menos informação do que a necessária.
Máxima de Qualidade
A informação transmitida deve ser verdadeira, evitando-se fazer afirmações para as quais não se dispõe de dados suficientes.
Máxima de Relação
O enunciado deve conter informação pertinente e relevante.
Máxima de Modo
O enunciado deve ser ordenado, claro e breve.
Princípio de Cortesia
Destina-se a preservar as r
elações interpessoais
e a
evitar conflitos
.

Para tal, os falantes devem obedecer a
estratégias linguísticas.
Frases Interrogativas
...em vez de frases imperativas, com o objetivo de atenuar uma ordem.
Elementos Modalizadores
...como o verbo "poder", o condicional e o pretérito imperfeito do indicativo.
Figuras de Retórica
...como o eufemismo.
Inserção de Expressões
...como "por favor", "na minha opinião" ou "desculpe".
EXEMPLOS:

"A sala está um pouco abafada, não acha
?
"
"Levas-me este saco
?
"
EXEMPLOS:

"
Podes
trazer-me um copo de água?"
"
Gostaria
de comprar uns ténis."
"
Queria
um café."
EXEMPLOS:

"Ele faltou com a verdade."
EXEMPLOS:

"Dá-me esse livro,
por favor
."
EXEMPLOS:

"
Desculpe
, mas não estou de acordo."
RUÍDO
ATOS ILOCUTÓRIOS
Os falantes realizam
diferentes atos de fala
para
atingir determinados fins
. Para além de transmitirem um determinado
conteúdo informativo
, permitem
agir sobre o interlocutor
.
Comprei o último romance de Saramago.
Vai comprar o jornal.
Prometo que chego a horas.
Odeio levantar-me cedo!
Vai comprar o pão.
Importas-te de ir comprar o pão?
ATO DE FALA DIRETO
Aquilo que o falante diz corresponde literalmente àquilo que pretende dizer.
ATO DE FALA INDIRETO
O falante usa uma
estratégia de cortesia
que, neste contexto, deve ser entendida como uma ordem.
Full transcript