Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Processos e Contextos de Socialização

No description
by

Inês Cunha

on 16 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Processos e Contextos de Socialização

Embora a socialização ocorra durante toda a vida, é habitual referirem-se dois tipos de socialização: a
socialização primária e a secundária
.
Os meios tradicionais de reprodução dos saberes, a escola e a família perderão cada vez mais importância como factores de socialização substituídos pela publicidade, a televisão, a moda, as conversas virtuais, os grupos juvenis. Ganharemos menos, saberemos menos, viveremos mais, teremos mais coisas para comprar e mais baratas (as lojas chinesas são um exemplo), mas cada vez mais o que fazemos será virtual e não real.
Pacheco Pereira
Os dois tipos de socialização...
Socialização Primária
Socialização Secundária
A socialização primária é responsável pelas aprendizagens mais básicas da vida em comum.

Aprendem-se formas de pensar,sentir, fazer e exprimir próprias de um determinado grupo social: as regra s de relacionamento entre as pessoas, os hábitos de cuidado com o corpo, hábitos alimentares, as regras de linguagem
Ocorre com muita intensidade durante os períodos de crescimento e no seio de grupos caracterizados por uma vida em comum, por relações pessoais e íntimas entre os seus membros, como a família, o “famoso” grupo de pares, a vizinhança, os jardins-de-infância, a escola.
A socialização secundária ocorre sempre que a pessoa tem de adaptar e integrar em situações sociais específicas, novas para o indivíduo. A mudança de escola, o primeiro emprego, a passagem à reforma, o casamento, o divórcio, o nascimento de um filho ou a perda de um familiar
Inês Cunha, 2G22, nº 3767
Porto, 16 de Março de 2014
Psicologia
O que é?
Socialização
Aprendizagem, Imitação & Identificação
Alguns Mecanismos...
A socialização é o processo através do qual cada um de nós aprende e interioriza os padrões de comportamento, as normas, as práticas e os valores da comunidade em que se insere.

Relativamente à socialização em grupos, cada pessoa não se limita a integrar as práticas, normas e valores do seu grupo. Enquanto membro desse grupo, participa activamente na produção, recriação e transmissão dos seus padrões de cultura e de socialização.
Inculcação e interiorização de valores, normas, regras e condutas. O modo como andamos, como arrumamos as nossas roupas e livros, como cumprimentamos e sorrimos aos outros, a linguagem, a leitura… tudo isto resulta da aprendizagem.
Processos e Contextos de Socialização
Se a socialização se refere, por um lado, às formas como cada pessoa interioriza e aprende elementos socioculturais que a rodeiam, por outro lado, refere-se à forma como a pessoa participa, age e se comporta em relações, práticas e instituições.
Exigem, a cada um, a criação de novas formas de ser que se adequem às novas tarefas, aos novos papéis, às novas relações.
Aprendizagem
Imitação
Corresponde, resumidamente, a uma cópia e consequente reprodução de atitudes, acções e expressões
Identificação
Mecanismo através do qual o indivíduo tende a identificar-se com pessoas que desempenham papéis importantes na sua vida.
Contextos de Socialização
A
família
desempenha um papel fundamental na socialização das novas gerações, assegurando a continuidade biológica e cultural das comunidades, mediante e mediando um qualquer sistema de normas e valores elaborado por aquelas. No interior da família começa a elaborar-se o comportamento social dos indivíduos, resultado de uma aprendizagem que se inicia quando a criança é capaz, não só de distinguir entre o eu e o outro, mas, mais propriamente, de interiorizar a imagem do outro (a mãe) e a imagem que esse outro tem dela.
A
escola
, enquanto agente de socialização, desempenha um papel de grande relevo na formação individual do ser humano, bem como na sua preparação para o futuro. É nas escolas que os jovens passam a maior parte do seu tempo, facto esse que resulta numa transmissão de valores e de componentes educativos.
FIM
Full transcript