Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Qualidade de vida e sexualidade no adulto de idade avançada

No description
by

Danielle Medeiros

on 20 May 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Qualidade de vida e sexualidade no adulto de idade avançada

Qualidade de vida e sexualidade no adulto de idade avançada Tem impulsionado políticas que visam a qualidade de vida do idoso
Não basta postergar a morte, mas é necessário que se mantenha a qualidade de vida dessa população
OMS: tem como prioritário o desenvolvimento de estratégias e políticas de saúde para a população idosa.
Programas de promoção, prevenção e reabilitação da saúde
Programas que buscam manter e recuperar a capacidade funcional do indivíduo
Objetivo: autonomia e independência
Desenvolvimento físico e cognitivo do adulto de idade avançada Mudanças físicas e cognitivas: juntamente com fatores subjetivos, psicológicos e ambientais, têm forte impacto na qualidade de vida do adulto de idade avançada Refere-se ao seu bem-estar biopsicossocial.
Depende de fatores como:
suas relações sociais (familiares e amigos)
seu bem-estar físico, psíquico e emocional (SANTOS et al., 2002).
seu desenvolvimento pessoal e realização
fatores ambientais: saneamento básico, educação, segurança, situação socioeconômica.
Qualidade de vida do adulto de idade avançada Envelhecimento da população brasileira A sexualidade do adulto de idade avançada Interesses sexuais
Disfunções sexuais:
Homens
Mulheres
Além desses fatores, a cultura desencoraja a atividade sexual e marginaliza a sexualidade na terceira idade, os fatores sociais podem acarretar estresse e pressões nas relações da pessoa idosa, levando aos quadros de depressão, baixa auto-estima e consequentemente aumento no declínio sexual. Aids na terceira idade Métodos Contraceptivos
Fatores Agravantes
Aids e Diagnóstico Apesar de fatores como o envelhecimento, a saúde física e os preconceitos sociais influenciarem a qualidade das relações sexuais nas pessoas idosas, a vida sexual nessa idade ainda é ativa – e como em qualquer outro período necessita de cuidados e proteções. Assim, alguns riscos considerados comuns às outras faixas etárias se tornam preocupantes também na terceira idade, como é o caso da Aids. “A diminuição da função imune com a progressão da idade, mudanças vaginais pós-menopausa e a maior possibilidade de contrair outras doenças de transmissão sexual pela maior vulnerabilidade biológica e social desse grupo etário. As mudanças de ereção do pênis podem causar situações difíceis no uso do preservativo e, nas mulheres, as mudanças que acontecem na vagina, por causa da idade, podem fazê-las mais vulneráveis à infecção do HIV.” (SOUSA, 2008, p. ). Apresentação do estudo: Sexualidade Na Terceira Idade: Um estudo com idosas Usuárias do Programa da Saúde da Família do bairro das Cidades – Campina Grande/PB. (PATRIOTA, ALMEIDA, 2009) A pesquisa teve como objetivo analisar as concepções de idosas usuárias do Programa Saúde da família em Campina Grande/PB a respeito da sexualidade

Coleta de dados : registros em diário de campo e entrevistas semi–estruturadas.

Foi realizada uma investigação análitica e descritiva com abordagem qualitativa e quantitativa acerca dos dados coletados. As entrevistadas apresentaram posturas diversas acerca da sexualidade, algumas mostraram muita rigidez, timidez e dificuldades diante do tema. Para essas a sexualidade tem um caráter negativo, o que é possível notar pelas seguintes respostas retiradas da pesquisa:
“Eu não sei explicar porque nunca estudei pra essas coisas, eu nunca estudei,não entendo. (Entrevistada 08);
Eu... depois de velha eu não entendo mais nada. É safadeza, pra velho é,pra velho da minha idade... até 50 anos eu acho que é... tenho tanto abuso de uma velha enxerida, velha fogosa (Entrevistada 10).” (PATRIOTA, ALMEIDA, 2009, p. 15- 16). Esses posicionamentos podem ser discutidos pela perspectiva sociocultural e levanto-se em conta os aspectos históricos de cada sujeito.

Porém também foram encontradas outras respostas carregadas de concepções positivas acerca do tema: “Eu acho que a pessoa merece né? Todo mundo quer, todo mundo tem direito, é uma coisa boa (Entrevistada 09).”
As respostas indicam a importância de se levar em conta as concepções anteriores à velhice a respeito da sexualidade para cada uma das idosas, pois esse ponto parece ter grande influência para o seu posicionamento atual

A sexualidade é algo inerente ao ser humano, e traz bem estar, qualidade de vida e saúde, tanto física como psicológica. E deve ser positiva e sem restrições direcionadas ao desgaste dos anos. (PATRIOTA, ALMEIDA, 2009) REFERÊNCIAS Declínio do funcionamento sensorial e psicomotor
apesar de ter incidência variável entre a população idosa, influencia o bem estar subjetivo, a capacidade de realização de tarefas diárias e as relações sociais do idoso (PAPALIA et al., 2010).
Perda da capacidade de reserva
diminui a capacidade do idoso para realizar tarefas que envolvem demandas físicas extras (PAPALIA et al., 2010).


Mudanças físicas Mudanças cognitivas Velocidade de processamento
Memória (PAPALIA et al., 2010) É importante ressaltar que essas mudanças físicas e cognitivas não são suficientes para, sozinhas, reduzirem a qualidade de vida do idoso, já que este por vezes consegue encontrar formas de compensar as limitações e continuar realizando as atividades que lhe dão prazer, aceitando e respeitando as mudanças Saúde da pessoa idosa De modo geral, a saúde se torna mais frágil (PAPALIA et al., 2010)
Aumento da incidência de doenças crônicas
O suporte social
tanto o suporte emocional como o suporte funcional oferecidos pela família tendem a diminuir os efeitos negativos do estresse, promovendo a saúde física e mental (RAMOS, 2002). PAPALIA, D. E.; OLDS, S. W.; FELDMAN, R. D.; VERCESI, C. F. M. P. Desenvolvimento humano. 10. ed. Porto Alegre: McGraw-Rio, 2010.
PATRIOTA, M. L; ALMEIDA, A. L. Sexualidade na tericeira idade: um estudo com idosas usuárias do Programa Saúde da família do bairro das cidades - Campina grande/PB. Qualit@as Revista Eletrônica, n.1, v. 8 , p. 1-20 , 2009.
RAMOS, M. P. Apoio social e saúde entre idosos. Sociologias, Porto Alegre, n. 7, p. 156-175, 2002.
SANTOS, S. R.; SANTOS, I. B. C; FERNANDES, M. G. M; HENRIQUES, M. E. R. M. Qualidade de vida do idoso na comunidade: aplicação da escala de Flanagan. Revista Latino-americana de Enfermagem, v. 10, n. 6, p. 757-764, 2002.
SOUSA, J. L. Sexualidade na terceira idade: uma discussão da AIDS, envelhecimento e medicamentos para disfunção erétil. DST - Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis, v. 20, n. 1, p. 59-64, 2008.
Full transcript