Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Psicomotricidade

No description
by

Rodrigo Fernando Bunese

on 3 May 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Psicomotricidade

Total
Envolve todo o corpo. O processo mental determina a redução da tensão muscular

Diferencial
Descontração de grupos musculares não necessários para determinado ato motor

Segmentar
Relaxamento alcançado em partes do corpo


Relaxamento

Capacidade de manter-se sobre uma base reduzida de sustentação do corpo

Combinação de ações musculares

Influência de forças externas

Equilíbrio

Capacidade de vivenciar as noções de direita e esquerda sobre o mundo exterior

Difere do conceito de dominância lateral

Lateralidade
Ordenação específica, característica e temporal de um ato motor

Estreita ligação com a organização espaço-temporal

Ritmo

Espacial
Capacidade de orientar-se diante de um espaço físico e de perceber a relação de proximidade de coisas entre si: perto, longe, em cima, embaixo, dentro, fora

Temporal
Relacionar ações à dimensão do tempo. Sucessões de acontecimentos e de intervalo de tempo

Espaço e tempo: no movimento, ocorrem em conjunto

Organização Espacial e Temporal

Trabalho de forma ordenada dos pequenos músculos

Atividade manual e digital, ocular, labial e lingual

Motricidade Fina

Capacidade de individualizar os segmentos corporais que tomam parte na execução de um gesto intencional
Dissociação de Movimentos

“Uma intuição de conjunto ou conhecimento imediato que temos de nosso corpo em posição estática ou em movimento, na relação de suas diferentes partes entre si e sobretudo nas relações com o espaço e os objetos que nos circundam”
(LE BOULCH, 1983)

A imagem e o conceito do corpo e suas partes

Localizar as partes do corpo

Esquema Corporal

Le Boulch opôs-se à Educação Física tradicional, criticando o viés mecanicista e a especialização esportiva precoce.

Através de diversas atividades, principalmente exercícios e jogos, procura promover o completo desenvolvimento físico, mental, afetivo e social.

O Educador deverá levar em consideração as
funções psicomotoras
que pretende reforçar nas crianças.
EDUCAÇÃO PSICOMOTORA

Lei da diferenciação
A partir dos movimentos generalizados do recém nascido, segue-se uma diferenciação contínua, mais localizada e fina
Lei da variabilidade
Progressões rápidas, estagnações e regressões que precedem grandes mudanças no conjunto


Fases de desenvolvimento
Fase de inovação: momento que a criança experimenta suas possibilidades em determinado movimento
Fase de integração: movimentos mais precisos e apurados, quando a criança integra informações que vão possibilitar um desempenho mais complexo
Fase do equilíbrio: período de repouso, seguidos de novas aquisições e progressos

Leis
Lei do desenvolvimento céfalo-caudal
Evolução psicomotora na criança, da cabeça para as partes inferiores do corpo

Lei do desenvolvimento próximo-distal
Sequência evolutiva direcionada do eixo do corpo para as extremidades dos membros

Leis

Psicomotricidade é uma ciência que tem por objetivo o estudo do homem, através do seu corpo em movimento, nas relações com seu mundo interno e externo.
(Sociedade Brasileira de Psicomotricidade)

A psicomotricidade atua diante dos componentes cognitivos, afetivos e sociais que acompanham o ato motor

CONCEITO

Estava interessado na sucessão de estágios que precedem o pensamento lógico do adulto

Oposição à educação facilitadora:
A cada momento que alguém ensina prematuramente a uma criança algo que a criança poderia descobrir por conta própria, essa criança está perdendo a oportunidade de exercer sua criatividade e de compreender totalmente o que foi ensinado. (PIAGET in: LIPSITT & REESE, 1980)

JEAN PIAGET

Integrou ao lado de Piaget e de alguns seguidores de Freud a escola mais representativa da Psicologia Genética

Movimento
Passivo ou exógeno
Dependência de forças exteriores, principalmente a gravidade
Ativo ou autógeno
Locomoção e preensão
Deslocamento de segmentos corporais


HENRI WALLON

Ao final da década de 30: escala de desenvolvimento infantil

a. características motrizes
b. conduta adaptativa
c. linguagem
d. conduta pessoal-social

Sua obra serviu de apoio para profissionais da Educação, Psicologia, Medicina entre outras para observação do desenvolvimento das crianças

ARNOLD GESELL

1900: Wernick utiliza pela primeira vez o termo composto psicomotricidade

1907: Dupré ao pesquisar relações psíquicas e motoras, conceitua
debilidade motora
: estado patológico, congênito do movimento, em geral hereditário e familiar, carazterizado pela exaltação dos reflexos tendinosos, perturbação do reflexo plantar, sincinesias, inépcia dos movimentos voluntários intencionais, que chegam à impossibilidade de realizar voluntariamente a resolução muscular
(DUPRÉ in: AJURIAGUERRA, 1983)
PSICOMOTRICIDADE

Na maioria dos movimentos, diversas funções ocorrem conjuntamente

Durante a prática de jogos infantis podem ser estimuladas inúmeras funções psicomotoras e qualidades físicas

Funções Psicomotoras

Ou
Motricidade Ampla

Ação simultânea de grupos musculares distintos
Execução de movimentos amplos e voluntários mais ou menos complexos
Principalmente: membros superiores e inferiores e tronco
Coordenação Global
Atividade primitiva e permanente do músculo

Tensão pela qual as posições relativas das diversas partes do corpo são mantidas, se opondo à modificações passivas

Tônus da Postura

Esquema Corporal
Tônus da Postura
Dissociação de Movimentos
Coordenações Globais
Motricidade Fina
Organização Espacial e Temporal
Ritmo
Lateralidade
Equilíbrio
Relaxamento
a. total b. diferencial c.segmentar

FUNÇÕES PSICOMOTORAS

Reeducação Psicomotora
Atendimento individual ou em grupo de crianças, adolescentes e adultos portadores de sintomas de ordem psicomotora (debilidade motora, atraso e instabilidade psicomotora, dispraxias, distúrbios do tônus da postura, do equilíbrio e da coordenação...)

Terapia Psicomotora

Educação Psicomotora
Integra a educação básica pré-escolar e escolar.
Uma atividade através do movimento, visando um desenvolvimento de capacidades básicas – sensoriais, perceptivas e motoras –, propiciando uma organização adequada de atitudes adaptativas, atuando como agente profilático de distúrbios da aprendizagem (MORIZOT, 1979)

Campos de Atuação

Estágios de Desenvolvimento
Sensório-Motor (nascimento até 1 ano e 6 meses a 2 anos de idade)
Pré-Operacional (2 a 7 anos)
Operações Concretas (7 a 11 anos)
Operações Formais

Jean Piaget

Estágios do Desenvolvimento

Impulsivo (0 a 3 meses)
Emocional (3 a 9 meses)
Sensório-motor (fim do primeiro ano, até aproximad. 3 anos)
Projetivo
Personalismo (2 anos e meio em diante, até a adolescência)
Adolescência

Henri Wallon

Prof. Esp. Rodrigo Fernando Bunese

PSICOMOTRICIDADE
Qualidades Físicas

Resistência
Aeróbica
Anaeróbica
Muscular localizada
Flexibilidade
Descontração
Total
Diferencial
Velocidade
De reação
De deslocamento
De membros
Força
Dinâmica
Estática
Explosiva
Equilíbrio
Dinâmico
Estático
Recuperado
Coordenação
Ritmo
Agilidade
Full transcript