Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

BR_REC_MINERAIS

No description
by

Leandro Pinton

on 23 April 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of BR_REC_MINERAIS

Recursos Minerais do Brasil
Minerais fósseis – carvão; petróleo e gás natural.
- Combustíveis fósseis
, compostos por HC;
- Origem:
soterramento e compactação da matéria orgânica vegetal.
Jazidas: Região Sul (Bacia Sedimentar do Paraná)
Utilização:
-
termelétricas
.
- estrutura mais barata;
- manutenção mais cara.
-
Gás natural
: menor poluição; gasoduto BR-Bolívia.

-
Problemas
: doenças respiratórias.
Nióbio:
-
Utilização
: indústria de aços especiais - aeroespacial.
- BR: líder na produção de nióbio - Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração – CBMM.
-
Jazidas: Araxá - MG, Catalão – GO, São Gabriel da Cachoeira - AM e Serra Raposo Serra do Sol – RR.
Outros minerais metálicos
Cobre:
-
Utilização:
construção civil.
Há pouco no Brasil.
-
Maior produtor:
Chile.
Ouro:
- Utilização: ativos financeiros – confiança a empresas; indústria de jóias.
- Maior reserva: África do Sul.
- BR: pouco significativa – MG; PA; GO; MT e BA.
Garimpo de Serra Pelada - PA.
contaminação por mercúrio e assoreamento de rios.
Projeto Trombetas - PA

Bauxita Alumínio

Serra de Oriximiná (maior reserva do BR).

Exploração:

Mineração Rio do Norte (MRN)
: formada por empresas nacionais – Vale – e estrangeiras – Alcoa.

Porto fluvial no vale do rio Trombetas
Rio Amazonas cidade de Barcarena-PA.
Serra do Navio - AP


Exploração
:
ICOMI (Indústria e Comércio de Mineração S.A.) – EUA.
Início: déc. 50.
Atual: esgotada.
Infra-estrutura:
E.F. Amapá Porto de Santana.
Maciço do Urucum (MS)
Manganês
- Maior reserva do país.
Ferro
- baixa qualidade e distante do mercado consumidor.

Infra-estrutura:

- Hidrovia do rio Paraguai: Portos na Argentina;
- SE: E.F. Brasil-Bolívia;
Santa Quitéria (CE)
Sal
-
Origem
: marinha e subsolo;
-
Utilização
: alimentação humana e animal.

BR: maior produção é de origem marinha.
- RN:
Areia Branca (litoral);
Mossoró (vale do rio Mossoró);
Macau (vale do rio Piranhas ou Açu);
- RJ:
Cabo frio e Araruama.

Obs.: Clima quente e seco favorece a exploração;
variação do nível das mares favorece o represamento.
Problemas
: respiratórios e câncer de pele.
Petróleo e Gás natural
Rocha-mãe - sedimentar
Aumento da pressão e
temperatura
Maturação
Migração
Rocha capeadora
Exploração de petróleo no Brasil
Oceano – offshore
Recôncavo Baiano (BA);
Potiguar (RN);
Solimões (AM).
Potiguar (RN);
Campos (RJ);
Santos (SP).
Formas de relevo do oceano e limites
territoriais marítimos
Conferência das Nações Unidas sobre o Direito do Mar - 1982
-
Mar territorial
: extensão territorial.

-
Zona econômica exclusiva
: exploração e conservação dos recursos naturais.

-
Plataforma continental jurídica (350 milhas – 648 km)
: explorar o leito e o subsolo do mar.
Pré-Sal
- Camada de sedimentos (rica em matéria orgânica);
- abaixo de uma camada de sal (sucessivas épocas de evaporação).

Formação: a partir da separação do Gondwana (Mesozoico);

Extensão: 800 km de expansão – ES a SC;

Profundidade: 7 km.

Obs.: Óleo leve- mais comercial.
Fonte: Disponível em: http://www.ibp.org.br/main.asp?Team={D16EC88C-F8C0-42B0-8FA3-9F24B3036F82}. Acesso em jul. 2009.
Mar restrito
Ferro
Reservas (USGS, 2013): 1 – Austrália; 2 – Brasil; 3 – Rússia;
4 – China; 5 – Índia.
MRS Logística
Projeto Grande Carajás-PA
Déc. 80: recursos minerais; agropecuária e indústria.
Carajás
E.F. Carajás
Terminal de Ponta da Madeira (VALE)
Porto de Tubarão (ES)
Terminal de Itaguaí (RJ)
- Antigo Porto de Sepetiba.
E.F. Vitória Minas
Cassiterita - estanho. AM e RO.
Urânio
Utilização:

Usinas nucleares
Angra 1 e 2.
Angra 3 (2018?)
Produção:
Indústrias Nucleares
Brasileiras – INB.
Problemas:
– urbanização sem planejamento;
- desmatamento;
- alteração das formas de relevo;
- contaminação da água e do ar (problemas respiratórios);
- área de conflito pela terra.
Carvão
Estado físico
: sólido - rochas;

Matéria orgânica original
: vegetação superior.

Condições:
Ambiente anaeróbico (pouco oxigênio – evitar a combustão).

% C
Concentração do carbono
: turfa – linhito – carvão – antracito



BR: formado no período carbonífero da era paleozoica.
Céu aberto
Estado físico
: líquido e gasoso;

Matéria orgânica original
: vegetação inferior – fitoplâncton.

Período de Formação
: Cretáceo da era Mesozoica.
RS
Continente – onshore
Quadrilátero
Ferrífero
Candiota
Utilidade: Siderurgia e metalurgia;
Porto de Itaqui
(São Luís-MA)
Alumina
Barcarena/PA

Bauxita - alumina:

Alunorte (Alumina do Norte do Brasil S.A.): Vale + empresas estrangeiras.

Exportação:
Europa e Ásia (Japão).

Albrás (Alumínio do Brasil S.A.) – mercado interno.

Maranhão: Alumar (Alumínio do Maranhão S.A.).

Usina de Belo Monte no rio Xingu-PA (inserida no PAC) – 3ª maior do mundo; maior do BR.
Bauxita
Manganês
Utilização: ligas metálicas e pilhas
hulha
Carvão betuminoso
Principais minerais:
- Magnetita ( pureza - 72,4% de ferro)
-
Hematita
(69,9% de ferro) - BRASIL
(Ipatinga)
Minerais não-metálicos
*Brasil: Qualidade - altos teores de cinza e enxofre
Concentração
Prof. Leandro
Full transcript