Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Gestão da Qualidade em Projetos

No description
by

Marcelo Plens

on 6 March 2018

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Gestão da Qualidade em Projetos

Gestão da Qualidade em Projetos
Prof. Marcelo Plens, Dr - www.marceloplens.pro.br
Afinal, o que é qualidade?
o que dizem (e diziam) os
grandes pensadores
da qualidade
1. identificar os consumidores
2. determinar as suas necessidades
3. desenvolver características dos projetos que satisfaçam a essas necessidades
4. criar processos capazes de satisfazer a essas características
5. transferir a liderança desses processos para o nível operacional
o PMBOK consiste, na verdade em:
(1) uma
proposta de padronização
que identifica e conceitua processos, áreas de conhecimento, ferramentas e técnicas utilizadas na construção de projetos

(2) uma coletânea das melhores práticas que descreve o universo de conhecimentos necessários para o gerenciamento de projetos
PMBOK (autoria)
(1)
Project Management Institute
(PMI),
(2)
PMI Standards Committee

(comitê de padronização do PMI)
o gerenciamento da qualidade do projeto inclui os processos necessários
para garantir que o projeto irá satisfazer as necessidades para as quais ele foi empreendido
(pmbok)
projeto =
um
esforço

temporário
,
finito
Tem, portanto, início e fim bem determinados e empreendidos para se alcançar um objetivo exclusivo, ou seja, um resultado específico que o torna único
processos necessários para o gerenciamento da qualidade
planejamento
da qualidade
garantia
da qualidade
controle
da qualidade
EM SE TRATANDO DA GESTÃO DE PROJETOS:
capacidade DE TRADUZIR AS
NECESSIDADES

IMPLÍCITAS
EM
NECESSIDADES EXPLÍCITAS
POR MEIO DO GERENCIAMENTO DO ESCOPO DO PROJETO
QUALIDADE É A TOTALIDADE Das CARACTERÍSTICAS dE UMA ENTIDADE QUE A
TORNA CAPAZ DE SATISFAZER NECESSIDADES EXPLÍCITAS OU IMPLÍCITAS
planejamento
previsto
realizado
o planejamento da qualidade envolve identificar que padrões de qualidade são relevantes para o projeto e determinar como satisfazê-los
garantia da qualidade
foco na execução dos processos
PLANEJAMENTO
O processo de
identificação dos requisitos e/ou padrões da qualidade
do projeto e suas entregas

documentação
de como o projeto demonstrará a conformidade com os requisitos dA qualidade
Garantia da Qualidade
O processo de
auditoria
dos requisitos da qualidade e dos
resultados das medições
do controle de qualidade para garantir o uso dos padrões de qualidade e das definições operacionais apropriadas
Controle da Qualidade

O processo de
monitoramento e registro dos resultados
da execução das atividades de qualidade para avaliar o desempenho e recomendar as mudanças necessárias
planejamento da qualidade
processo de
auditoria

dos requisitos
da qualidade e dos
resultados das medições

de controle
(da qualidade) para garantir o uso dos padrões (da qualidade) e definições operacionais apropriados
o processo de melhoria da qualidade
1. reconhecer as necessidades de melhorias
2. transformar as oportunidades de melhoria em tarefas
3. qualificação permanente dos trabalhadores
4. avaliar a progressão dos resultados
5. premiar as equipes vencedoras
6. fazer publicidade dos resultados
7. rever os sistemas de recompensas
auditoria da qualidade
revisões estruturadas e independentes para determinar quais atividades estão sendo realizadas na execução e quais atendem aos padrões de qualidade
Podem ser programadas ou aleatórias
Conduzidas por auditores internos ou externos
Identificam se as boas práticas estão sendo implementadas
diagnosticam não conformidades e ineficiências
Propõem ações corretivas, preventivas e preditivas
controle da qualidade
processo de monitoramento e registro dos resultados da execução das atividades de qualidade para
avaliar o desempenho e recomendar as mudanças

necessárias
1. produtos e serviços de melhor qualidade
2. menores custos de produção
(
relação custo benefício
)
3. redução de falhas, desperdícios, retrabalhos, rejeitos, etc
(
incompetências
)
4. menores tempos de setup e manutenção
5. objetivos bem definidos e pessoas comprometidas
a satisfação dos clientes e a eficiência são obtidos por meio:
1. a melhoria da qualidade
(pela remoção das causas de problemas)
leva ao aumento da produtividade

2. as
pessoas que executam as tarefas têm mais conhecimento
sobre as mesmas

3.
as pessoas querem
se envolver e executar bem as tarefas

4. o
trabalho conjunto
produz maiores resultados

5. existem
ferramentas e técnicas
que auxiliam a
diagnosticas e a solucionar problemas

6. relações antagônicas entre
superior e subordinado
são contraproducentes

7. toda empresa (ou projeto) possui
"pedras preciosas"
prontas para serem lapidadas
FILOSOFIAS PARA A QUALIDADE E EFICIÊNCIA PRODUTIVA
7 ferramentas da qualidade
Guide to the Project Management Body of Knowledge
(Guia de Conjunto de Conhecimentos para Gerenciamento de Projetos)
PMBOK
os
projetos
diferem dos
processos e das operações
porque esses
são contínuos e repetitivos
, enquanto os projetos têm
caráter único e específico
áreas de conhecimento
(coletânea das melhores práticas, que descreve o universo de conhecimentos necessários para o gerenciamento de projetos)
gestão da qualidade em projetos
pmbok
a
qualidade
é uma das seis principais variáveis de um projeto
1. qualidade
2. orçamento
3. recursos
4. riscos
5. escopo
6. cronograma
Prof. Marcelo Plens, Dr
www.marceloplens.pro.br - 18 99749.6769
graduado em administração - uel/pr - 1994
m.b.a em gestão empresarial - fgv/rj - 1998
mestrado em administração - ufs/sp - 2000
doutorado em engenharia de produção - ufsc/sc - 2003
Pós-Doutorado pela ESALq/usp - 2010
marceloplens@uol.com.br
marceloplens@marceloplens.pro.br
década de 1920
final da Segunda Guerra
século XXI
a partir dos anos de 1970
1895
FREDERICK WINSLOW TAYLOR
American Society of Mechanical Engineers
: estudo experimental denominado
A Note of Belting
(Notas sobre as Correias)
Artigo:
A Piece Rate System
(Um Sistema de Rateio por Peças)
1889 - Bethelem Steel Works
eficiência (produtividade), organização racional do trabalho, padronização, processos e "
homo economicus
"
qualidade:
realizou ampla pesquisa envolvendo a variabilidade no processo produtivo, criando gráficos de controle, distinguindo as causas comuns e especiais
"para gerenciar um processo de forma econômica, basta mantê-lo sob controle estatístico"
qualidade:
WALTER SHEWHART
1. Reconstrução da indústria japonesa e promoção dos conceitos da Qualidade
2. Criação da Japanese
Union of Scientist and Engineers
(JUSE)
3. Conscientização pública e corporativa (filosofias e ferramentas)
4) Implementação dos conceitos de melhoria contínua e do
Total Quality Management
(TQM)
william edwards deming (1950)
joseph juran (1954)
armend feigenbaum
1. Milagre econômico japonês
2. Surgimento do Toyotismo e Sistemas de Produção Flexíveis
3. Nova visão: envolvimento e participação de todos
4. Gestão da Qualidade = Centro de Lucros
5. Engenharia da Qualidade e busca pelo "zero defeito"
philip b. crosby
NOVAS ABORDAGENS E ABRANGÊNCIAS
1895
década de 1920
obs.: os gráficos de controle de Shewhart são considerados o marco da moderna prática da qualidade
EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA QUALIDADE
anos de 1950
anos de 1970
dias atuais
PROGRAMA BRASILEIRO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE (PBQP)* E O
PROGRAMA NACIONAL DE GESTÃO PÚBLICA E DESBUROCRATIZAÇÃO
(GesPública)
1990
1990
*em substituição ao Programa da Qualidade e Produtividade - ProQP/1986
QUALIDADE NO SÉCULO XXI
(NOVAS ABORDAGENS E ABRANGÊNCIAS)

1. necessidade de
comprometimento
,
de
conhecimento
e de
participação ativa da liderança
em relação à melhoria contínua da qualidade (processo que nunca terminará)
QUALIDADE NO SÉCULO XXI
(NOVAS ABORDAGENS E ABRANGÊNCIAS)

2. estabelecimento (por parte dos líderes) de uma
visão de futuro
, de estratégias e de
objetivos
que conduzam a instituição em direção a um futuro promissor, com ética, constância de propósitos e valores consolidados
QUALIDADE NO SÉCULO XXI
(NOVAS ABORDAGENS E ABRANGÊNCIAS)

3. atendimento equilibrado dos anseios de todos os interessados (stakeholders) pela organização, pautando as suas ações em
princípios sustentáveis
e
geração de valor
QUALIDADE NO SÉCULO XXI
(NOVAS ABORDAGENS E ABRANGÊNCIAS)

4.
envolvimento dos colaboradores
(em todos os níveis) por meio de novos comportamentos, ações e posturas
QUALIDADE NO SÉCULO XXI
(NOVAS ABORDAGENS E ABRANGÊNCIAS)

6.
pleno conhecimento dos processos internos
, reduzindo a sua variabilidade, compreendendo os riscos a eles associados e também minimizando as suas perdas
QUALIDADE NO SÉCULO XXI
(NOVAS ABORDAGENS E ABRANGÊNCIAS)

7. utilização de
ferramentas estatísticas
que induzam o aprendizado, que apoiem a tomada de decisões (na identificação e solução dos problemas) e também auxilie na
melhoria contínua
QUALIDADE NO SÉCULO XXI
(NOVAS ABORDAGENS E ABRANGÊNCIAS)

5. implantação de um sistema de gestão que sustente o
processo de melhoria contínua
Joseph Juran

qualidade é
"adequação ao uso”
divide qualidade em relação ao seu projeto, conformidade e serviços
o
controle estatístico
é uma das principais formas para alavancar os resultados e a qualidade empresarial
7 ferramentas
para o controle da qualidade
qualidade significa
conformidade às especificações
, estabelecendo-se no grau em que um determinado produto está de acordo com um projeto ou especificação

enfoca o desmembramento da qualidade em
oito diferentes dimensões ou categorias
:
(01) desempenho, (02) características, (03) confiabilidade, (04) conformidade, (05) durabilidade, (06) atendimento, (07) estética e (08) qualidade percebida
associa a qualidade com a
perda sofrida por desvios
das características dos produtos
(01) fluxograma, (02) carta de controle, (03) diagrama de causa e efeito/espinha de peixe,
(04) folha de verificação, (05) histograma, (06) gráfico de dispersão e (07) diagrama de pareto
(1) Foi criada a partir da união da International Federation of the National Standardizing Associations (ISA) com a United Nations Standards Coordinating Committee (UNSCC) em 1947.

(2) As normas ISO certificam produtos e serviços em termos globais.

(3) Baseia-se em um documento, que oferece um modelo padrão para a implantação do Sistema de Gestão da Qualidade.

(4) No Brasil estas normas são compostas pela sigla NBR, criadas e gerenciadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
As normas mais conhecidas são:

ABNT NBR ISO 9000
Sistema de Gestão da Qualidade: fundamentos e vocabulário
(documento que contém todos os termos utilizados no sistema)

ABNT NBR ISO 9001
Sistema de Gestão da Qualidade: requisitos
(explica os requisitos para obter a certificação)

ABNT NBR ISO 9004
Gestão para o êxito sustentável de uma organização: uma abordagem de Gestão da Qualidade
(instruções para implantar o Sistema de Gestão da Qualidade)

As normas ISO 9000 e 9001, são as principais normas relacionadas ao modelo de gestão da qualidade.

São utilizadas por empresas que desejam utilizar sistemas de gestão e serem certificadas e reconhecidas internacionalmente.
INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARTIZATION
Vicente Falconi Campos
produto
perfeito
sem
defeito
"baixo
custo
"
com
segurança
na hora certa, na quantidade certa, no local certo
(
atendimento
)
deve estar em
conformidade com os requisitos
solicitados para o produto/serviço
(nem a mais ou a menos)
(conjunto de
instrumentos simples para a identificação, análise e solução de problemas
para a melhoria do produto e/ou serviço)
David Garvin
propõe
05 cinco enfoques
:
I. o transcendental
(além dos limites conhecidos)
II. o centrado no produto/serviço
III. o centrado na fabricação
IV. o centrado no usuário
V. o centrado no valor
organização global que desenvolve normas e padrões para a qualidade
qualidade:
conjunto de características inerentes ao produto/serviço (previamente estabelecidos) e que obrigatoriamente deverá atender aos requisitos básicos
William Eduards Deming
Kaouru Ishikawa
Philip B. Crosby
Genichi Taguchi Elsayed
critérios de excelência, sustentabilidade, cooperação e geração de valor para a sociedade
Prêmio Nacional da Qualidade (PNQ)
Fundação Nacional da Qualidade (FNQ)

a essência de tudo...
...cliente satisfeito
Full transcript