Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

EDUMATEC

No description
by

Eber Gomes

on 2 February 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of EDUMATEC

Defesa da Dissertação de Mestrado
Eber Gomes

DIZ-ME O QUE ESCREVES QUE TE DIREI QUEM ÉS: PERCURSOS ADOTADOS PELOS PROFESSORES AUTORES/CONTEUDISTAS AO PRODUZIREM MATERIAIS DIDÁTICOS PARA O PROGRAMA E-TEC BRASIL
Contexto da pesquisa
UFPE - Universidade Federal de Pernambuco
EDUMATEC - Programa de Pós-Graduação de Educação Matemática e Tecnológica
Centro de Educação
Eber Gustavo da Silva Gomes
Orientadora: Drª. Ana Beatriz Gomes de Carvalho

Recife, 13 de Janeiro de 2014
Problemática
Hipótese
Na história da EaD para cada momento teve-se a “tecnologia” ideal no processo de mediação, favorecendo as “interações” existentes no curso. Hoje com o advento da internet e as tecnologias digitais no processo de mediação, o olhar para a EaD poderá ser outro. Porém, pesquisas apontam que por mais tecnologias digitais que existam, os modelos de EaD ainda encontram-se de forma informacional, concretizados ainda pela concepção tradicional.
Problema
Como os professores estão produzindo os materiais didáticos para o Programa E-Tec Brasil?

Sociedade em rede;
Estado em desenvolvimento;
Necessidade de cursos técnicos para atender a sociedade;
Objetivo Geral
Analisar a produção dos materiais didáticos pelo professor autor/conteudista nos cursos técnicos na modalidade a distância no Programa E-Tec Brasil em uma instituição pública de Pernambuco.

Específico
Identificar os modelos do desenho didático elaborado pelos Design Instrucionais/ Educacionais orientados para a produção de materiais didáticos;
Específico


Analisar o percurso para a construção dos materiais e a estrutura do desenho didático dos materiais produzidos pelos professores autores/conteudistas;

Específico
Identificar as interações favorecidas pelos professores autores/conteudistas ao produzirem os materiais didáticos.

Capítulo I
1. SOCIEDADE, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD).
Moran(2000);Castells(2009); Lemos (2003); Lévy (1999).

1.1 Do Fordismo ao Conectivismo: as relações entre as teorias da aprendizagem e a EaD.
Botelho(2008); Behrens(2009); Lira(2007); Mattar (2012); Siemens (2004); Carvalho, (2007)

Capítulo II
2. MATERIAIS DIDÁTICOS NA PERSPECTIVA SÓCIOINTERACIONISTA.
MOORE & KEASLEY (2007); SANTOS & SILVA, (2012);MATTAR (2012);

2.1 O papel do design instrucional; Filatro (2009); Behar (2009); Mattar (2012)

2.2 Convergências na EaD: Linear ou Hipertextual; Mídias ou Hipermídias? Xavier (2009); Peters(2012); Kenski (2012); Lévy (2010)

2.3 Promover Interação ou Interatividade nos materiais didáticos para EaD? Silva (2006); Santos (2009) e Mattar (2012); Primo(2007)

2.4 Materiais Didáticos para EaD: Informacional ou Colaborativo? Villardi (2005); Filatro (2009); Fernandez (2009); Palange (2009)

Capítulo III
3. O PROJETO E-TEC E OS CURSOS TÉCNICOS NO BRASIL.
(Brasil, Lei 9.394/96); (BRASIL, Decreto 5.622.2005); (BRASIL, Decreto 7.589/2011)

3.1 A definição dos papéis dos autores envolvidos no E-Tec Brasil; (Lei n° 11.273/2006, Art. 1°);

3.2 O papel do professor pesquisador na EaD. Tiffin (2007)
Aporte Teórico
Metodologia



O percurso da pesquisa

“ a
abordagem qualitativa
de um problema, além de ser uma opção do investigador, justifica-se, sobretudo, por ser uma forma adequada para entender a natureza de um fenômeno social”. GAMBOA (2007, p. 79)



Descritiva
: “um nível de análise que permite identificar as características dos fenômenos, possibilitando, também, a ordenação e a classificação destes”. (GAMBOA ,2007, p. 71)
Caracterização do campo empírico
Instituição Pública Estadual;
Cerca de 7 mil educandos;
Nove cursos técnicos, entre eles: Biblioteca, Hospedagem, Restaurante & Bar, Logística, Comércio, Recursos Humano, Administração, Informática (Desenvolvimento de Softwares) e Segurança do Trabalho.
Sujeitos da pesquisa
Instrumentos de coleta

1) Entrevista
de forma semi-estruturada e individual;




2) A
nálise documental
:

a) dos planos de cursos;
b) das diretrizes institucionais estabelecidas para a produção de materiais didático;
c) materiais didáticos produzidos pelos professores autores/conteudistas
Método de Análise
Bardin (2011) "...descrição do conteúdo das mensagens...que permitam inferência..."


MORAES (1999) aponta:
1) Preparação das informações;
2)Unitarização dos dados;
3) Categorização dos dados;
4) Descrição;
5) Interpretação.
Análises dos dados
Propostas das Vídeos aulas
Vídeos Aulas
Propostas das atividades / avaliações
Falas dos sujeitos quanto a produção de material impresso
Considerações Finais
O processo é isolado;
Perfil atrelado apenas a formação;
Orientações isolada;
DI trabalho isolado;
Interações apenas nos encontros presenciais;
Avaliações individualizadas;
Obrigado!


Eber Gomes
E-mail: ebermatematico@gmail.com
Considerações Finais
Full transcript