Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Kanban, treinamento

No description
by

Rodrigo de Toledo

on 23 August 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Kanban, treinamento

Organizar a turma!


Começar a dinâmica!

Teoria das filas

Little´s law
mais

visibilidade
Um investidor

Não entende nada de sw

Mas tem uma nova ideia
Vamos começar com Scrum
Aos poucos vamos evoluir para o Kanban
Sofrer um pouco para aprender
Cenário
da dinâmica

Facilitar a conexão entre pessoas que podem ensinar e pessoas que querem aprender! Remover as barreiras burocráticas do caminho!
Observação:
Não se trata de ensino à distância
Iteração 1
Espaço físico do time
Pegar material
Criar quadro Scrum (to do, doing, done)
Selecionar 5 histórias da lista
Burn-up chart
Determinar P.O.
Investidor
Entregável!
Visibilidade do processo
Especialista em teste:
QA
Incluir produção de casos de teste
Lembrar de tratar exceções em preenchimento de campos
Não precisa testar as histórias que já terminaram
Só o QA testa!
Testes só podem ser feitos baseados na tela e nos critérios
Iteração 2
Visibilidade
Investidor
Gargalo
Consultor:
limitar WIP
Não entendi...
Iteração 4
Limitar WIP
Consultor
Efeitos de se limitar WIP e mecanismos de coordenação:
Limitar WIP
+
Mecanismos de coordenação
Iteração 5
Instrutor
Investidor
Mudanças
Investidor >> PO
PO >> Analista de negócio
1
Colocar em produção ao final da sprint
Parceiros para o negócio:
Espaço físico
Coffee breaks
Impressão (apostilas...)
Infra (data-show, flip-charts...)
Repassar tela com caneta colorida
Guardar dentro do envelope
Consultor
refactoring: 5 minutos
Iteração 3
planning: 5 minutos
refactoring: 5 min
planning: 2 min
stand up: 2 min
sprint: 10 min
Mapeamento do fluxo de valor
Instrutor
Consultor
refactoring: 15 minutos
(pode chamar consultores)
planning: 2 minutos
stand up: 2 minutos
sprint: 10 minutos
(todos podem testar)
Casos de Teste (Dados e ações concretas)











Consultor
Fluxo Contínuo e
Cadência

Instrutor
Investidor
Foco nos
parceiros
Iteração 7
Swimlanes para controlar balanceamento entre diferentes demandas
Consultor
Entregar valor aos parceiros
Instalações físicas $$$
Iteração 10
sprint: 12 minutos
Chamar novo PO para priorizar e homologar
Colocar em produção histórias em progresso
Um único caso de teste por história
Nova coluna no CFD
timestamp
ao escrever o post-it
ao colocar em produção
(zero nos que estão no ToDo)
Iteração 6
stand up: 2 minutos
sprint: 12 minutos
DEFINIÇÃO DE PRONTO (DoD):

Para cada historia:
layout de interface
critérios de aceitação

Padrões de qualidade:
sem rasuras,
sem erros de ortografia,
letra legível
linhas retas no layout
planning
Enxergar a cadeia de valor
refactoring: 10 minutos
stand up: 2 minutos
sprint: 12 minutos
Evoluindo para o fluxo contínuo
2
Métricas
Instrutor
Consultor
Stop the Line
Enquanto professor, gostaria de usar uma URL gerada pelo site para divulgar meus cursos a potenciais alunos

Critérios de Aceitação:

O título do curso é utilizado para compor a url
Títulos longos são encurtados para gerar uma url válida
Acentos ou caracteres especiais são resolvidos quando a url é gerada
Espaços em branco são resolvidos quando a url é gerada
O trabalho de vocês:
Priorizar histórias (PO)
Atualizar burn-up chart (PO)
Manter o Quadro Kanban Atualizado
Construir o produto (Time)
incluir tarefas de QA
atualizar o burn-up
novo selected backlog:
(incluir histórias)
Investidor fica perguntado se a história já está testada ou não...
Mostrando que não está claro o status das histórias...
Interromper assim que essa dor ficar aparente!
Dor esperada: gargalo no teste.
colocar número limite na(s) coluna(s)
Fim do 1º dia
Instrutor
Objetivo: criar mais histórias para não ter starvation
Investidor prioriza, analista escreve as histórias
(a sprint deixa de existir aqui,
mas sem que percebam)
Dor esperada: PO se atrapalha ao decidir se prioriza ou homologa
começa a reprovar
P.O. lento
Dor: starvation na priorização
(a tendência é o time chamar o PO apenas quando não tem mais histórias)
Solução do consultor: cadência e quadro PO.
Novo PO:
Iteração 8
refactoring: 10 minutos
Iteração 9
refactoring: 2 minutos
(reposicionar itens rejeitados)
stand up: 2 minutos
sprint: 12 minutos
3
Burn-up >> CFD
time-stamp
Iteração 11
refactoring: 10 minutos
stand up: 2 minutos
sprint: 12 minutos
(2 P.O. com swimlanes)
O que é Kanban?
Visibilidade
Fluxo
Contínuo
Limited
WIP
Movimento Lean
x
Movimento Ágil
2007
Waterfall:
1 lote de 500 funcionalidades
RUP (PDCA, Espiral):
5 lotes de 100 funcionalidades
Scrum / XP:
50 lotes de 10 funcionalidades
Kanban:
500 lotes de 1 funcionalidade
(one piece flow)
Limited WIP
(Work In Progress)
Fluxo
contínuo!
Pare de começar e
comece a terminar!
VISIBI-
LIDADE
Fluxo
Contínuo
Limited WIP
Todo
Doing
Done
Writing
Acceptance
Tests
Coding
Ready to
Code
Ready
to Review
Início
10 minutos
Sobre a
dinâmica

Ready to
Test
Testing
Todo
Doing
Done
Lean Startup:
500 funcionalidades?? 2500 entregas!
Test AB,
Fake-feature
Colunas
Hands-off
Explicitar a disfunção ao invés de argumentar contra
Histórias
A história tem que fluir (andar com o estado)
Histórias se enfileram nas colunas
Raias horizontais deixam de existir
Tarefas
sub-colunas
antes, por cima ou depois do Postitão
sumir com postitinhos
check-box das tarefas no Postitão
Quais são os elementos visuais presentes em times que adotam métodos ágeis?
O que é visualizar?
Kanban
Quadro Físico x Quadro Eletrônico
Como incluir o deficiente visual na gestão visual?
Vantagens quadro eletrônico:
acesso remoto
dados históricos
extração de métricas
time
corporativas
atrelado ao código
muitos itens pequenos
Visão sistêmica. Ex:
Mudanças na Realidade:
Alteração no processo
Disfunções
Hand-off
...
O quadro não reflete
mais a realidade
Refactoring do quadro
O quadro deve refletir a realidade
Ciclo do
Quadro
DoD
Regras
Burndown
Dados realtime
Extreme Feedback
Quadro de Tarefas
impedimentos
notícias
bugs
schedule/agenda
contatos
...
Visibilidade simples
Vale para qualquer processo
Primeiro time Kanban
(David Anderson 2007)
Vantagens quadro físico:
1. Praticidade
2. Alta visibilidade
3. Imperfeições ajudam o mapa mental
4. Modelo mental funcional (bicicleta)
5. Mapa mental compartilhado
6. Estimula engajamento
7. Estimula o comprometimento
8. Gamification
9. Refactoring do quadro é fácil
(com menos restrições)
10. Orgânico, prazeroso
1. Praticidade
2. Alta visibilidade
3. Imperfeições ajudam o mapa mental
4. Modelo mental funcional
5. Mapa mental compartilhado
10. Orgânico, tátil, prazeroso
8. Gamification
9. Refactoring do quadro é fácil
Tem menos restrições
6,7. Estimula engajamento e comprometimento
Você vê mesmo que você não queira ver!
Algumas ferramentas:
Corporativas:
Mingle, Version One, Jira Greenhopper, Leankit Kanban, Kanbanize, Swift Kanban, Pivotal Tracker
Brasileiras:
ScrumBook, FireScrum, ScrumHalf
Simples:
Trello, Scrumy, GoogleDocsDrawing
Outras 50:
Carlos Willians, desenvolvedor
Sônia Moreira, chefe da Seção de Desenvolvimento
youtube.com/watch?v=3fp7V-e62R8&yt:cc=on
TRE, Rio de Janeiro
LEAN
KANBAN

Do Scrum ao Kanban: Novas perspectivas de gestão ágil de projetos de software
Participantes:
Nome e ocupação atual?

Qual o seu conhecimento de Scrum/Kanban?

Qual sua expectativa para o treinamento?
Em que o Scrum é melhor que os métodos tradicionais?
Visibilidade do estado atual:
Situação da demanda após aplicar a visibilidade por estado:
Ao longo do tempo...
Quem é o gargalo?
Quem dita o ritmo?
Efeitos do limite:
Kanban propõe que a quantidade de WIP seja limitada
Use swarming e movimentação na cadeia de valor para experimentar as vantagens de limitar WIP.
Waiting stages
Funcionam como buffers:
tornam o fluxo homogêneo,
permitem que operações mais rápidas possam acumular algum trabalho na frente de operações mais lentas e que estas sempre tenham algo a puxar.
Folga (slack)
Movimentação
Swarming
A folga favorece a movimentação na cadeia de valor
Don’t build features that nobody needs right now.
Don’t write more specs than you can code.
Don’t write more code than you can test.
Don’t test more code than you can deploy.
Corey Ladas
Limitar WIP causa folga
Enxame
(força tarefa momentânea)
Outras opções:
Tarefas rotineiras
Automação
Melhoria contínua
Aprendizado/Estudo/Pesquisa
Ócio criativo
Pare de começar e
comece a terminar!
Exemplo:
Little's Law
Unidades de trabalho são posicionadas de acordo com o seu "estado" na forma de Filas.
Teoria das Filas
Uma fila por servidor
vs
Fila única / Múltiplos Servidores
Atribui
Puxa
Prioriza
Quando não há folga, diz-se que o sistema está em STRESS:
Scrum: Ponto de Partida
1. Escrever o que todos estão fazendo agora
2. Classificar
(ex: Dev, Análise, Teste)
3. Identificar o que é "real-mente fazendo" ou espera
Action stages
Fábrica de teares
Fábrica de carro com stop the line
Caso da Toyota no Brasil
Pneus GM
Projeto TW com centenas de bugs
Fator psicológico
Organizando células de trabalho
Kanban
Scrum
ITIL
Freedom of method >> Subordinate to pull
Tarefas atribuídas às pessoas
Para knowledge work há a figura de alguém que prioriza ou atribui.
Qual é o ágil e qual é o tradicional?
John Seddon
ajuste de
expectativas
O sistema puxado gera cadência
Cadência regular, ou 'heartbeat'.

Uma organização que entrega em uma cadência regular estabeleceu um processo previsível e pode facilmente medir sua capacidade.

Mary and Tom Poppendieck
Iterações time-box são uma forma de cadência, onde planejamento, review, retrospectivas e releases acontecem todas na mesma frequência de batida.
http://availagility.co.uk/2009/07/21/what-is-cadence/
Kanban permite o desacoplamento de cadência das cerimônias, de forma a respeitar questões específicas do contexto
Cadência de Transferência
(Batch Transfer)
- Time-box

- Quando uma fila atinge o seu limite máximo

- Quando uma fila atinge o seu limite mínimo

(bom para para interconectar times adjacentes)
Cadências mais lentas geram demanda maior por preparação e planejamento
Semântica de compromisso
Confrontamento com Estimativas
(Escopo entregue na data)
Alto custo de se perder uma janela
Necessidade por “compromissos” e "estimativas"
Estabilidade de Cadência
Cadência frequente e conhecida
O custo de se perder uma janela é mínimo
Alinhadas ao propósito:
incluindo ritmo e frequência.
Sistêmicas:
quantificar aspectos do sistema como um todo
cuidado com métricas que favoreçam otimizações locais.
End-to-end:
compreensíveis pelo seu cliente final;
medem o trabalho, não os trabalhadores;
Consideram que o sistema está sujeito a variações comuns e especiais (Deming);
Nivelamento
Service Level Agreement Due Date Performance
Características de Boas Métricas
Métricas Kanban
Os critérios de aceitação devem ser escritos durante a sprint
Expedite não é bug!
Gera ansiedade
Não lida bem com variabilidade
time vs individuos
Desfavorece o espírito de time
Cultura de heróis e vilões
Compromete a visão sistêmica
Desfavorece a multidisciplinaridade
http://limitedwipsociety.ning.com/page/tools
Descrição
do BUG
Evitar Refluxo
Redução do tempo entre criação-correção
+ rápido
relação causa-efeito
Consertar imediatamente ou esperar disponibilidade?
Post-it guardado para retrospectiva
O que fazer se o número de bugs for grande? Possível solução: raia exclusiva Princípio do escoteiro: Sempre deixe o local mais arrumado do que encontrou
Statistical
Process
Control
Timebox: 1 min
Timebox: 2 min
From Concept to Cash
From Hypothesis to Happiness
Instrutores:
Alisson Vale
Rodrigo de Toledo
Kanban Princípios e Práticas
Princípios
Comece com o que você faz agora
Acorde em buscar mudança incremental e evolucionária
Inicialmente, respeite papéis, responsabilidades e cargos atuais
Incentive atos de liderança através do exemplo (iniciativa) em todos os níveis na organização, desde os colaboradores individuais até a gerência sênior.
Práticas
Visualize
Limite o trabalho em progress (WIP)
Gerencie o Fluxo
Torne as políticas e regras explícitas
Desenvolva mecanismos de feedback dentro do fluxo de trabalho e entre fluxos de trabalho conectados na organização
Melhore colaborativamente usando modelos de experimentação
2013
sub-colunas
antes, por cima ou depois do Postitão
sumir com postitinhos
check-box das tarefas no Postitão
sprint: 10 min
stand up: 2 minutos
sprint: 12 minutos
Objetivos do Planning
Posicionar as 5 histórias selecionadas segundo a priorização
Criar Tarefas
Histórias em post-its grandes
Tarefas em post-its pequenos
sprint: 10 min
10 min
stand up: 2 min
sprint: 10 min
stand up: 2 min
Como estabelecer o WIP?
Existe correlação entre capacidade e número de pessoas
Experimentação
tem que ser pequena suficiente para esbarrar
não pode ser tão pequena que trave o tempo todo
Dica para redução gradativa:
começar com o número atual
subir o sarrafo a cada item que sair
janela quebrada
cultura da qualidade traz felicidade
Prioridade:
Direita para esquerda
Impedimentos
Analogias: 1ª classe; vaga deficiente; fastpass
stand up: 2 min
Triple A:
Arrange
Act
Assert
www.knowledge21.com.br/treinamentos/
Quadro PO
Control Chart
TO DO
DOING
DONE
Cliente
1956
From Concept to Cash
Tempo médio no processo
Numero de itens no processo (WIP)
Frequência de chegada
Tempo médio no processo
WIP
Frequência de chegada
X
=
=
caso real da Objective
Bibliografia
Theory of Constrains (ToC)

Livro:
A Meta - GOLDRATT, Eliyahu M. e COX, Jeff.

Video:
http://www.dailymotion.com/video/xyejn9_filme-a-meta_shortfilms
4
Limites criam opções de movimentação na cadeia de valor.

Visibilidade e coordenação ajudam a escolher a melhor delas.
Os limites são um convite a conversação.
Nome original do treinamento
É uma simulação da execução do teste
É uma instância do critério de aceitação
(pelo menos dois por critério de aceitação)
Exemplo:
DADO QUE João inseriu o curso com o título de "Empreendedorismo em Ação", QUANDO publicar,
ENTÃO o sistema gera a seguinte Url: "http://cursosonline.com.br/cursos/EmpreendedorismoemAcao"
Português:
dado que <cenário>
quando <ação>
então <reação>
(atualizar CFD)
(atualizar CFD)
(atualizar CFD)
(atualizar CFD)
(atualizar CFD)
Slack Time
O tempo de espera (waiting time) dobra quando a taxa de ocupação vai de 60% para 80%, dobra novamente de 80% para 90% e dobra mais uma vez quando vai de 90% para 95%.
https://hbr.org/2012/05/six-myths-of-product-development
Fallacy 1: High utilization of resources will improve performance.
Stefan Thomke &
Donald Reinertsen
http://www.ted.com/talks/tom_wujec_on_3_ways_the_brain_creates_meaning
3 ways the brain creates meaning
Tom Wujec
3 componentes ao visualizar ideias:
deixar claro
interativas
persistentes
https://prezi.com/mqbze9jykrfo/kanban-treinamento/
prezi.com/user/toledo
Lead time
=
waiting time
+
touch time
{
opções
CFC
MVPi
planing: 2 min
Expand / Collapse
BVI: Business Value Increment
MMF: Minimum Marketable Feature
MVP: Minimum Viable Product
User story
Task
item de trabalho do time
Sozinho não agrega valor
Pode ser atribuído a uma pessoa ou a um par
Business value unit
Valor para o usuário

Verificável pelo cliente

Indicação progresso
Unidade de valor técnico
Criar tabela no BD
Interface layout ...
Business Value categories:
MVPi: Minimum Viable Product increment
As a <stakeholder>
I want <key-result>
such that <objective>
in <time-frame>
Business epic:
Eu, enquanto <persona>
gostaria de <problema>
tal que <valor para usuário>
PS: Feature não é problema, é solução!
Hierarquia de unidades de trabalho:
Valor para o negócio
Valor para o usuário
Valor técnico
i
Retrospectiva: 2 minutos (uma única vez)
Full transcript