Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

3. AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA: CONCEITO, MÉTODO E

No description
by

GEORGIA MENEZES

on 23 August 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of 3. AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA: CONCEITO, MÉTODO E

Caracterização AP
Contextos e atividades.
OBJETIVO DA AP
O objeto de estudo da Avaliação Psicológica
são os fenômenos e processos psicológicos,
tal como a
Psicologia em geral.

A
diferença
reside, principalmente,
no objetivo, nas orientações teórico metodológicos
no que tange ao uso recursos técnicos específicos, como os instrumentos psicológicos.
Avaliação Psicológica exige, inicialmente, caracterizá-la não apenas como um procedimento de trabalho do psicólogo.
Como um corpo de conhecimentos orientados metodologicamente para explicação e resolução de problemas humanos em matéria de Psicologia.
Para caracterizar a Avaliação Psicológica como uma disciplina científica, necessita-se explicitar quatro elementos: básicos:


objeto, objetivo, campo teórico e métodos
3. AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA: CONCEITO, MÉTODO E
MODALIDADES

Objetivo da Avaliação Psicológica
é estimar o valor ou qualidade dos fenômenos psicológicos e, para tanto,
é necessário recorrer aos pressupostos básicos do que denomina avaliar:
1) Descrever e interpretar o percebido pelas
pessoas, via autorelato e descrição de processos subjetivos; 2) Caracterizar as variações dos aspectos observados ocorrência, frequência, intensidade); 3) Estimar valores representativos dessas descrições e variações.
O campo teórico da Avaliação Psicológica são as teorias psicológicas, construídas com base em construtos,
isto é, construções teóricas, geralmente sistematizadas na forma de conceitos amplos ou específicos, que servem para explicar fenômenos e processos psicológicos não observáveis diretamente.

Assim por exemplo, percepção, atenção, cognição, ou mesmo, personalidade são construtos teóricos definidos em termos da base epistemológica na qual se sustenta a respectiva teoria,

Sejam elas oriundas da Psicologia Cognitiva, da Personalidade, do Desenvolvimento ou da Psicopatologia. Não se constrói conhecimento em Avaliação Psicológica sem definição de qual ou quais
construtos serão objetos de investigação.
Os métodos da Avaliação Psicológica são o clínico e o experimental.
Clínico:investigação por entrevistas
Clínico: testes psis.
Experimental
1) A observação do comportamento
(descrição física, autorelato),

2) O inquérito (estimular por meio de perguntas ou proposições, tal como na entrevista psicológica, uma consagrada técnica de inquérito utilizada pelos psicólogos)

3) A mensuração (atribuir valores às propriedades psicológicas investigadas por meio de instrumentos de medida construídos ou utilizadas para o fim que
se destina).
Avaliação Psicológica é um processo científico, fundamentado teórica e metodologicamente em teorias psicológicas, que busca estimar o valor ou qualidades de fenômenos
psicológicos nas condições de vida das pessoas.
1) Avaliação psicológica “stricto sensu”- Realizada no âmbito da produção de conhecimento, construção e aperfeiçoamento de métodos e instrumentos psicológicos.

É definida como processos de investigação psicológica cuja finalidade é produzir conhecimento sobre fenômenos ou construtos psicológicos, geralmente realizados por meio de pesquisa básica ou aplicada, em instituições universitárias.
Avaliação psicológica “lato sensu” ou profissional – Realizada no âmbito da intervenção profissional, é definida como o conjunto de procedimentos planejados e orientados por demanda oriunda da sociedade (indivíduos,
grupos, instituições)

Conforme a atividade profissional do psicólogo (neuropsicólogo, psicólogo do trabalho, perito
psicólogo, psicólogo do trânsito, etc), cuja finalidade é examinar características psicológicas relevantes por meio de técnicas e instrumentos psicológicos específicos, fundamentar juízo especializado ou, ainda, produzir um
diagnóstico.
O termo exame psicológico define pontualmente um procedimento de verificar as condições psicológicas das
pessoas por meio de instrumentos psicológicos (denominadas de técnicas de exame psicológico). Não pode ser
confundido com a Avaliação Psicológica, que é um processo, pois contém não somente procedimentos, mas um
juízo esclarecedor por parte do psicólogo.
O termo exame psicotécnico
(ou psicotécnico, como é conhecido) é utilizado, historicamente, para designar a atividade de avaliação realizada pelos psicólogos que atuam no sistema trânsito com o objetivo de verificar as condições psicológicas mínimas para dirigir, ou seja, para obter a Carteira Nacional de Habilitação.
O psicodiagnóstico
, por sua vez, é um termo utilizado para designar avaliações psicológicas realizadas em contexto clínico (consultórios, serviços de atenção psicológica)
Diagnóstico psicológico é um termo muitas vezes utilizado como sinônimo de psicodiagnóstico, embora este
último o inclua. Conceitualmente, diagnóstico psicológico é o resultado de um processo de avaliação psicológica
que tem por finalidade extrair um juízo crítico por parte do psicólogo das condições psicológicas das pessoas sob
avaliação. De um diagnóstico pode-se inferir um prognóstico. O fato das perícias psicológicas também conduzirem a
um diagnóstico, por meio dos laudos psicológicos, não confere, portanto, exclusividade de diagnóstico ao
psicodiagnóstico.
A perícia psicológica é uma modalidade de avaliação psicológica cujas características principais são o fato de
ser demandada judicialmente e de necessariamente fornecer um laudo psicológico. Se objetivo é examinar
problemas ou situações, conflitadas judicialmente, que exijam juízo crítico por parte de psicólogos que atuam como
peritos. A perícia psicológica responde às solicitações do judiciário e sua função básica é fornecer subsídios (provas
técnicas) que contribuam na decisão judicia
l
Full transcript