Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Filosofia da Ciência - Rubem Alves

Trabalho sobre os capítulos 05 e 06.
by

Aline Fernandes

on 18 August 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Filosofia da Ciência - Rubem Alves


https://www.facebook.com/meuestudio?fref=ts
http://www.meuestudio.com.br
Filosofia da Ciência
Capítulo 5 - Decifrando Mensagens Cifradas
Capítulo 6 - Pescadores e Anzóis
Rubem Alves
Capítulo 5 - Decifrando Mensagens Cifradas
* Mensagens cifradas são um desafio à razão

* Mensagens cifradas são grandes estratégias de
guerra

* Natureza é algo sem sentido, precisa ser interpretado

* Ciência e senso comum decifram a natureza de modos diferentes
Johanes Kepler
* Criou três leis sobre os movimentos dos planetas

* Harmonia - Representar os planetas através de notas musicais

* Os Pitagóricos acreditavam que para compreender a natureza era necessário contemplá-a nas relações numéricas.

* Por outro lado, os pitagóricos também acreditavam que as relações numéricas se encontravam ilustradas na música.
* Assim, a matemática se transforma em Kepler, na chave para se ouvir a harmonia inaudível dos planetas.

* ELA É O SEGREDO QUE ABRE O 'COFRE'.

* Kepler, decifrou o "código" de Deus por meio de sua melodia:
pura harmonia, pura música.
Galileu
* Inaugurou uma ciência
diferente da de Kepler
* Seu grande desafio, era encontrar uma língua que seja falada pela natureza e pelos homens ao mesmo tempo

* Se esta língua for descoberta, poderemos enteder o que a natureza está falando

* As coisas se tornam símbolos a serem decifrados
* Finalidades
PARA QUÊ ?
Essa pergunta é fundamental para se compreender as coisas que fazemos.
* Para quê? Teleológico

* Ciência não é valorativa - matemática

* Os códigos devem ser racionais

* Ciência = pergunta
HIPÓTESES
* Hipótese → Resposta

* A Hipótese já determina a direção dos meus olhos

* Filtro de informações

* Quando as perguntas NÃO são boas, as respostas NÃO servem para nada

* Hipótese → Experimentação
EXPERIMENTAÇÃO
* O experimento tem muitas vantagens, ele permite medir as coisas com precisão.
"A ciência moderna se caracteriza pelo abandono da categoria substância, que é substituída pela função. O que importa não é o que as coisas são, mas como elas se comportam. E é este comportamento, representado pelo movimento no tempo e no espaço, que é objetivo do conhecimento nas ciências físicas."


Capítulo 6 - Pescadores e Anzóis
• Os CIENTISTAS compreendem que pertencem ao mesmo grupo que os
Caçadores
Pescadores Detetives
• Teorias são redes; somente aqueles que a lançam pescarão alguma coisa
• Uso da
analogia não
é gratuito
O pescador faz suas redes com fios. O cientista, com palavras.
• Uma rede vale não
só pelo que pega,
mas também pelo
que deixar passar.
Ciências Exatas
X
Ciências Humanas
• O rigor de uma ciência,
as leis e as regularidades
e monotonias.

• Caráter vem de um verbo grego (charasso) que significa gravar.

“Charakter” significa um gravador, um instrumento para gravar, uma coisa impressa ou gravada.

Em outras palavras: algo fixo, sem vida.

“A coruja de Minerva abre suas asas somente
quando o crepúsculo cai”

(Hegel, Filosofia do Direito, Prefácio)
• Ácidos sulfúricos, luzes, cães,
samambaias, os homens e as
possíveis variações
“O jogo da ciência só e possível se o cientista tem uma ideia muito clara da ordem que se espera da realidade.
Fora desse quadro de ordem, os fatos não tem absolutamente significação.”
“Os métodos predeterminam os dados da pesquisa.
Porque os métodos são preparados de antemão para pegar o que desejamos pegar”
TEORIAS DA COMUNICAÇÃO
Ercio Sena

Aline Fernandes
Ana Carolina
Bruno Santos
Júlia Costa
Patrícia Quites
Thaís Lima
Fim
Full transcript