Prezi

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in the manual

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Anomalias do Cabelo e Couro Cabeludo

ABC escola
by Paola Isabella on 14 January 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Anomalias do Cabelo e Couro Cabeludo

Anomalias do Cabelo e Couro Cabeludo Excesso ou ausência de sebo
Bulbo atrófico, anémico e hipertrófico
Couro Cabeludo maleável e tenso
Peladas e seborreia
Tumores benignos, dermatoses e alergias As anomalias do cabelo e couro cabeludo são uma série de deficiências que atingem o foliculo piloso, que podem ser tanto de origem genética-hereditária, como hormonal ou nervosa. Excesso e Ausência de sebo As Glândulas Sebáceas são estruturas lobulares e saculares que se abrem no terço superior do folículo piloso através dos seus canais excretores e produzem o sebo, cuja função é lubrificar os pêlos e a pele.
Cada folículo é provido de 1 a 6 glândulas sebáceas. Excesso de Sebo Ausência de Sebo O Bulbo O bulbo capilar é o centro de produção do cabelo. Ele é permanentemente alimentado por nutrientes essenciais graças à papila dérmica.

É um órgão totalmente independente, tal como o fígado ou o coração, com seus próprios ciclos de vida e de crescimento. Desta forma, os cabelos não são sincronizados entre si: enquanto alguns começam a crescer, outros entram em fase de queda ou são expulsos. Bulbo Atrófico Bulbo Atrófico Bulbo Anémico Bulbo Hipertrófico Bulbo Sadio Raiz de aparência disforme e fina é indício de uma anomalia: a alopecia areata (mais comum em Cabelos secos). A papila não é estimulada e a circulação sanguínea é insuficiente.
O folículo não recebe os nutrientes e oxigénio que necessita, morrendo lentamente. Hipertrofia é o aumento quantitativo dos constituintes e das funções celulares, o que provoca aumento das células e órgãos afetados. A atrofia é uma forma de resposta adaptativa da célula,que podem ou não ocasionar lesões adaptativas, a novas condições impostas pelo organismo. Ela consiste na redução do tamanho celular resultante da perda de proteínas e outros materiais celulares (assim como de organelas), a redução das células se reflete também na redução do tecido ou órgão afetado Anemia é uma doença em que a capacidade do sangue em transportar oxigênio para os tecidos está reduzida, seja pela redução de eritrócitos (hemácias) seja pela redução de hemoglobina. Aumento do número de folículos capilares, assim como do seu tamanho. Cabelos grossos, fortes, e em muita quantidade. Causas Alimentação deficiente
Stress
Química
Mecânica
Medicamentos para emagrecer
Menopausa
Anemia
Hiper ou Hipotiroidismo
Gravidez
Genética/Hereditária Tumores Benignos do Couro Cabeludo Resultam do crescimento anormal de células benignas, sem prognóstico imediato de metástase Quisto Sebáceo Quisto Epidermóide Hereditário
Fina membrada de tecido conjuntivo revestido por células epiteliais que se transformam numa massa mole e branca
Módulo redondo e liso, não provoca dor mas pode infectar e inflamar Invaginação da epiderme na derme, ou seja, complicação de lesões inflamatórias ou feridas que proporcionam a penetração do tecido epidérmico na derme
Módulo redondo de consistência sólida que cresce e oscila entre 1 a 5 cm de diâmetro Queratose seborreica Foliculite decalvante ou Verruga Seborreica Desenvolvimento exagerado das células epidérmicas
Pequena zona de pele pigmentada que começa a crescer formando um tumor de superfície rugosa.
Pode originar prurido e consequentemente perigo de uma erosão que favoreça a sua infecção Processo infeccioso que leva à atrofia do pêlo, deixando áreas de alopécia que se expande com a progressão da doença. Dermatite Seborreica Doença cutânea inflamatória crónica
Caracteriza-se por:
Eritema moderado
Escamação gordurosa, húmida ou seca, com pedaços amarelos incrustados em várias áreas especialmente no couro cabeludo. Couro Cabeludo Couro Cabeludo Tenso Couro Cabeludo Maleável Existem várias razões para o couro cabeludo ficar tenso, a mais comum é o stress.
Diminuição da circulação sanguínea.
descréscimo do desenvolvimento celular
consequente diminuição da produção sebácea
Couro cabeludo seco e tenso

Pode provocar dores de cabeça e dor ao toque.
O cabelo torna-se áspero e frisado
Pode levar à queda do cabelo Cada pêlo está ligado a um pequeno músculo eretor que, em caso de stress, fica contraído, encurtado e dorido como qualquer músculo da perna, do braço ou do pescoço. Um dos tratamentos possíveis é a massagem de relaxamento no couro cabeludo. O couro cabeludo e o cabelo são protegidos por uma camada de lipidos responsáveis por fornecer maleabilidade aos mesmos. Um couro cabeludo normal deve ser maleável mas... Quando o couro cabeludo passa do ponto de maleabilidade normal e esta começa a ser exagerada, é indicio de que existe algum descontrolo a nivel hormonal. O couro cabeludo passa de maleável a oleoso e quase 'elástico'.
O cabelo fica 'colado' à cabeça, com aspecto viscoso e brilhante. Tratamento: a nível hormonal Fim Está relacionado com o HIPERTIROIDISMO. A tiróide é responsável por regular o metabolismo do corpo; quando segrega demasiada hormona, todos os outros orgãos entram em hiperactividade
O corpo queima a energia mais rápidamente do que o normal SINTOMAS
Distúrbios Mentais
Irritabilidade
Ansiedade
Insónia
Desconcentração
Alterações de humor Resulta também de uma hipersecreção das glândulas sebáceas e sudoríparas.
Dá origem a intolerância ao calor, náuseas e vómitos. No cabelo:
Couro cabeludo oleoso
Fios pegajosos
Cabelo colado com aspecto brilhante A camada de gordura sebácea que se desenvolve em volta do fio de cabelo, forma uma membrana impermeável que impede a entrada de água e nutrientes para o córtex. Está relacionado com o HIPOTIROIDISMO. Desenvolve-se quando o corpo não produz a hormona da tiróide em quantidade suficiente ou desenvolve resistência à mesma. SINTOMAS
Cansaço
Intolerância ao frio
Ganho de peso
Constipações
Depressão
Mudanças na pele
Cabelo seco ou queda de cabelo

Os sintomas desenvolvem-se lentamente, ao longo dos anos. A glândula da tiróide regula o metabolismo, processos celulares, crescimento e desenvolvimento.
É responsável pela divisão celular no folículo piloso, afectando todo o processo de crescimento do cabelo. No cabelo:
Provoca várias mudanças:
queda
textura
oleosidade
crescimento lento
porosidade A divisão celular é mais lenta nos folículos, tornando o crescimento mais lento.
Há menor produção de sebo, deixando o couro cabeludo seco e tenso.

O pouco sebo aumenta o risco de infecções fúngicas nos folículos pilosos TRABALHO ELABORADO POR:
Flávia Camacho
Carla Nóbrega
Paula Fariña
fabio
See the full transcript