Prezi

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in the manual

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Madeleine Leininger - Conceito de Saúde e de Ambiente

HEE II - 3º Ano, 1º Semestre
by Filipa Aleixo on 10 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Madeleine Leininger - Conceito de Saúde e de Ambiente

Madeleine Leininger
Conceito de Saúde e Ambiente
Sumário
Objectivos
Conceito de Saúde
Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidar Cultural
Conceito de Saúde
1. Objectivos
2. Breve síntese da biografia e da Teoria da Universalidade e Diversidade do Cuidar Cultural de Leininger
3. Conceito de Saúde* e Ambiente:
Definição segundo Leininger
* Conceito de Doença
Relação com a Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidar Cultural
Pressupostos relacionados
Relação com o Pradigma da Transformação
Relação com a Escola do Cuidar
Leininger vs. Florence Nigthingale
4. Relação dos conceitos com o Modelo Sunrise
5. Reflexão Crítica
6. Contributpos para a enfermagem actual
7. Conclusão
8. Referências Bibliográficas
Explicitar a Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidar Cultural e o Modelo Sunrise, relacionando estes com o conceito de Saúde e Ambiente;

Clarificar o conceito de Saúde e de Ambiente de Leininger;

Reflectir acerca do conceito de Saúde e de Ambiente para a prática de enfermagem.
Fundadora e líder da Enfermagem Transcultural e da Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidar Cultural
Relação com a Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidar Cultural
“Culturas diferentes percebem, conhecem e praticam o cuidado de maneira diferente, apesar de haver pontos comuns no cuidado de todas as culturas do mundo”



“ I believe that caring activities and processes could lead to cure, but especially to healing human ills or conditions”
Escola Superior de Enfermagem de Lisboa
Curso de Licenciatura em Enfermagem 2010-2014
História e Epistemologia de Enfermagem II
3º Ano, 1º Semestre
2012-2013
REGENTE: Prof. Jorge Ferreira
DOCENTE: Prof. Isabel Ferraz
DISCENTES:
Ana Lucília Nunes, 3338
Ana Raquel Lourenço, 3345
Filipa Aleixo, 4646
Sofia Patrício, 2782
Susana Sampaio, 3773
13/07/1925 - 10/08/2012
Modelo Sunrise
(anos 70)
OBRA DE LEININGER:
Culture care diversity and universality: a theory of nursing
Ano: 1991
País: E.U.A.
Conceito de Saúde
Definição segundo Leininger
Conceito de Doença
Conceito de Saúde
Relação com o Paradigma da Transformação
Conceito de Saúde e Ambiente
Conceito de Saúde
O cuidar é essencial para o bem-estar, saúde, cura, crescimento, sobrevivência e para enfrentar dificuldades ou a morte.

O cuidar é essencial ao tratamento e cura, pois não pode existir cura sem cuidar.

Para fornecer cuidado de enfermagem terapêutico, o enfermeiro deverá ter conhecimento de valores culturais, crenças e práticas dos clientes.
Conceito de Saúde
(Traduzido de Leininger, 1991)
“Health refers to a state of well being that is culturally defined, valued, and practived, and wich reflects the ability of individuals (or groups) to perform their daily role activities in culturally expressed, beneficial, and patterned lifeways”
(Leininger, 1991: p. 48)
“Um estado de bem-estar culturalmente definido, valorizado e praticado que reflecte a capacidade dos indivíduos (ou grupos) para desempenhar as suas actividades diárias em modos de vida culturalmente expressos, benéficos e padronizados”
(Welch, 2004: p. 578)
SINÓNIMOS:
Cura
Bem-estar
“Most nurse authors generally discussed medical, surgical, phychiatric, and related medical content to help nursing students learn symptoms, diseases, and treatments of diseases. The use of medical knowledge with the phrase “nursing care” seemed to legitimize nursing”
(Leininger, 1991: p.13)
Saúde vista como universal nas culturas, porém definida em cada uma delas de uma maneira que reflecte as crenças, os valores e as práticas de uma determinada cultura.

A saúde é tanto universal quanto diversificada, pelo que cada cultura tem diferentes formas de proporcionar bem-estar ou evitar a doença.

“All human cultures had some forms, patterns, expressions, and structures of care to know, explaind and predict well being, health or illness status”


O cuidado humano deve ser utilizado para proporcionar bem-estar, evitar a doença ou morte, tendo em conta os modos de vida das pessoas.

“What the people need most to grow, remain well, avoid illness and survive or to face death is human caring”


“I theorized culture and human care as a holistic and unified perspective to reflect individuals or groups total caring lifeways or influences on their well being or illness”
(Leininger, 1991: p.24)
(Leininger, 1991: p.5)
(Leininger, 1991: p.23)
Pressupostos relacionados
(Welch, 2004: p.572)
Relação com o Modelo Sunrise
Foco: “abertura ao mundo” e “visão de mundo”
Forma como as pessoas percepcionam a sua vida e sobre o mundo em redor;
Condições que lhe propiciam bem-estar (saúde).
Deve-se ter em conta o valor e experiência veiculados segundo a perspectiva de cada pessoa, adequados aos padrões de saúde e estilos de vida.

“It was exciting to think that professional nurses would provide specific care so that healthy patterns, processes, and lifeways could be established and maintained, enabling individuals and groups to function and live through caring”


Os cuidados de enfermagem são realizados em função do bem-estar de cada pessoa, sendo isso que os torna únicos e os diferencia dos restantes, promovendo ainda a realização do potencial de criatividade de cada pessoa.
(Leiniger, 1991: p.29)
Relação com a Escola do Cuidar
(Leininger, 1991: p.29)
(Welch, 2004: p.570)
Leininger vs. Florence Nigthingale
Reflexão crítica
Saúde
Contributos para a Enfermagem actual
Referências Bibliográficas
GEORGE, Julia B. - "Teorias de Enfermagem: Os Fundamentos à Prática Profissional". 4ª Ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000, pp. 297-309, ISBN: 85-7307-587-2

LEININGER, Madeleine M. - "Culture care diversity and universality: a theory of nursing". Boston: Jones And Bartlett Pubs, 1991 XVI, 432 p.; 23 cm, ISBN: 0-7637-1825-4

LOPES, Manuel José - "Concepções de Enfermagem E desenvolvimento Sócio-Moral: Referências Teóricas". Lisboa: AP Enfermeiros, 2001, ISBN: 9789729814907

NIGHTINGALE, Florence – "Notas sobre Enfermagem". Loures: Lusociência, 2005, ISBN: 972-8383-92-4

WELCH, Alice Z. - "Madeleine Leininger: Cuidar cultural: Teoria da Diversidade e Universalidade", in TOMEY, Ann Marreiner; ALLIGOOD, Martha Raile - "Teóricas de Enfermagem e a sua obra (Modelos e Teorias de Enfermagem)". 5ª Ed. Loures: Lusociência, 2004, pp. 563-593, ISBN: 972-8383-74-6

SILVA, Luísa Ferreira da – "Saber prático de saúde. As lógicas do saudável no quotidiano". Porto: Edições Afrontamento, 2008

CARAPINHEIRO, Graça – A saúde no contexto da Sociologia

Código Deontológico. Ordem dos Enfermeiros, Stembro de 2009. Disponível em: http://www.ordemenfermeiros.pt/legislacao/Documents/LegislacaoOE/CodigoDeontologico.pdf

PADRÕES DE QUALIDADE DOS CUIDADOS DE ENFERMAGEM: ENQUADRAMENTO CONCEPTUAL, ENUNCIADOS DESCRITIVOS. Ordem dos Enfermeiros, Dezembro de 2001. Disponível em: http://www.ordemenfermeiros.pt/publicacoes/Documents/PadroesqualidadeCuidadosEnfermagem.pdf
Totalidade de um evento, situação ou experiência específica que confere significado às expressões humanas, interpretações e interacções sociais, particularmente contextos físicos, ecológicos, sócio-políticos e/ou culturais.
0s cuidados de enfermagem devem ter em conta a diversidade e a universalidade de culturas.

“Uma área de estudo e prática focada em comparar culturalmente o cuidado, os valores, crenças e práticas dos indivíduos ou grupos de culturas semelhantes ou diferentes, com o objectivo de proporcionar uma cultura específica e prática de enfermagem universal na promoção de saúde ou bem-estar, ou para ajudar as pessoas a enfrentar condições humanas desfavoráveis, doenças ou morte, em formas culturalmente significativas.”


Esta teoria tem significado numa sociedade que se está a tornar cada vez mais consciente da diversidade cultural dentro das suas fronteiras.

Os conceitos, significados e padrões do cuidar cultural, bem como as formas culturais do cuidar são diferentes (diversidade) e semelhantes (no sentido das comunidades ou universalidades) entre todas as culturas do mundo.
Conceito de Ambiente
Definição segundo Leininger
“Environmental context refers to the totality of an event, situation, or particular experiences that give meaning to human expressions, interpretations, and social interactions in particular physical, ecological, sociopolitical, and/or cultural settings”
(Leininger, 1991: p. 48)
“A totalidade de um evento, situação ou experiência particular que dá significado às expressões humanas, interpretações e interacções sociais em ambientes físicos, ecológicos, sócio-políticos e/ou culturais determinados”
(George, 2000: p. 303)
SINÓNIMO:
Contexto ambiental
Conceito de Ambiente
Leininger vs. Florence Nigthingale
Leininger não define especificamente o conceito de ambiente, mas apresenta a definição de contexto ambiental, numa parte específica da obra, contudo a sua utilização é feita de uma forma dispersa e escassa.
Conceito de Ambiente
Factores que influenciam as práticas de cuidado
Estrutura social (que engloba o contexto ambiental)
Relações, política, religião, leis, tecnologia
Língua, economia, educação (formal e informal)
Valores e crenças culturais
Ambiente físico
Sistemas e cuidados de saúde
Associados ao contexto ambiental (do qual a pessoa faz parte e é influenciada)
(Leininger, 1991: pp.37-38)
“(….) these cultural care lived experiences were influenced by specific cultural values, worldview, social structure factors, language uses, ethnohistory, environmental context, and health care systems.”
(Leininger, 1991: p.37)
Conceito de Ambiente
Os conceitos, significados, expressões, padrões, processos do cuidar cultural e formas estruturais do cuidar são diferentes e semelhantes entre todas as culturas do mundo.
O cuidar em enfermagem benéfico, saudável e satisfatório, culturalmente baseado, contribui para o bem-estar dos indivíduos, famílias, grupos e comunidades dentro do seu contexto ambiental.
Os valores, crenças e as práticas do cuidado cultural são influenciadas por e tendem a estar englobadas na visão do mundo, na língua, no contexto religioso, de parentesco (social), político (ou legal), educativo, económico, tecnológico, etno-histórico e ambiental de uma cultura específica.
Pressupostos relacionados
(Welch, 2004: p.578)
Conceito de Ambiente
Relação com o Paradigma da Transformação
O ambiente é um composto do universo do qual a pessoa faz parte integralmente.

Para Leininger, o contexto ambiental diz respeito a uma situação ou experiência que dá significado às expressões humanas, interpretações e interacções sociais em vários ambientes, ambientes esses no qual a pessoa se inclui.
(Leiniger, 1991: p.48)
“Environmental context refers to the totality of an event, situation, or particular experiences that give meaning to human expressions, interpretations, and social interactions (…)”
Conceito de Ambiente
O contexto ambiental engloba todos os aspectos contextuais nos quais se encontram os indivíduos e os grupos culturais (características físicas, ecológicas, sociais e visão de mundo)

A escola do cuidar realça a importância em compreender a forma como as pessoas vêem o mundo e os seus modos de vida (visão de mundo), o que consequentemente permite a integração desses conhecimentos na prestação de cuidados.
Relação com a Escola do Cuidar
(Leininger, 1991: p.37)
“Moreover, these cultural care lived experiences were influenced by specific cultural values, worldview, social structure factors, language uses, ethnohistory, environmental context, and health care systems. These dimensions needed to be fully discovered over time periods to see their influence on human caring, well being, health or illness, and to use this knowledge in people caring modes”
Não define nenhum deles e apresenta-os de forma dispersa e raras vezes ao longo da obra
O bem-estar (saúde) é influenciado por:
Crenças;
Valores;
Normas;
Padrões de cuidado.
“I preditcted that cultural beliefs, values, norms, and patterns of caring had a powerful influence on human survival, growth, illness states, health, and well being.”
(Leininger, 1991: p.36)
SINÓNIMOS:
Ilness;
Helth problems;
Disease.
São pouco referenciados ao longo da obra
“I believe that caring activities and processes could lead to cure, but especially to healing human ills or conditions”
(Leininger, 1991: p.5)
(Leininger, 1991: p.29)
“What the people need most to grow, remain well, avoid illness and survive or to face death is human caring”
“Human care with a transcultural focus had to be systematically studied with a comparative and interpretive focus to help people regain their wellness and to prevent unnecessary illness.”
(Leininger, 1991: p.5)
Para Leininger, saúde é um estado de bem-estar que reflecte a cultura de cada indivíduo ou grupo no seu desempenho de actividades diárias.
A escola do cuidar defende a abertura para as dimensões da espiritualidade e cultura, bem como a integração desses conhecimentos na prestação de cuidados.
(Welch, 2004: p.570)
“Não há definição universal de saúde: cada um de nós quer fazer qualquer coisa da sua vida e necessita para isso de uma saúde que lhe é particular. É no particularismo da relação do individuo com o seu grupo de pertença e portanto com a sociedade que se descobrem as componentes de grupo da gestão de saúde”


“ (…) ideal de saúde como bem-estar num corpo saudável (…), central ao sistema de valores e normas culturais (..) o saudável é medido em comportamentos de autodisciplina e autocontrolo”
(Carapinheiro, p.15)
(Silva, 2008: p.12)
Ambiente
Contributos para a Enfermagem actual
“A sociedade, no seu próprio “modo” de funcionamento, produz riscos que potencialmente ameaçam a saúde”
(Silva, 2008: p.15)
Conclusão
Artigo 81º- Dos valores humanos
O enfermeiro, no seu exercício, observa os valores humanos pelos quais se regem o individuo e os grupos em que se integra e assume o dever de:
f) Respeitar e fazer respeitar as acções políticas, culturais, morais e religiosas da pessoa e criar condições para que ela possa exercer, nestas áreas, os seus direitos
(Código Deontológico do Enfermeiro, 2009)
Contexto Ambiental
Evento, situação ou experiência específica
Influencia e é influenciado pelas expressões, padrões e práticas do cuidar


Confere significado às expressões humanas, interpretações e interacções sociais

Constituído particularmente por contextos físicos, ecológicos, sócio-políticos e/ou culturais
“O ambiente no qual as pessoas vivem e se desenvolvem é constituído por elementos físicos, políticos, económicos, culturais e organizacionais, que condicionam e influenciam os estilos de vida e que se repercutem no conceito de saúde. Na prática dos cuidados, os enfermeiros necessitam de focalizar a sua intervenção na complexa interdependência pessoa/ambiente”
Reflexão crítica
Contexto Ambiental
Onde as pessoas vivem e se desenvolvem
Condiciona e influencia os estilos de vida, repercutindo-se no conceito de saúde

Interdependência entre pessoa e ambiente

Constituído por elementos físicos, políticos, económicos, culturais e organizacionais
Reflexão crítica
Contexto Ambiental
Reflexão crítica
Condição de bem-estar que é culturalmente definida, valorizada e praticada, reflectindo a capacidade dos indivíduos (ou grupos) desempenharem as suas actividades diárias de modos culturalmente expressos, benéficos e modelares
http://www.ordemenfermeiros.pt/publicacoes/Documents/PadroesqualidadeCuidadosEnfermagem.pdf
Saúde
“A saúde é o estado e, simultaneamente, a representação mental da condição individual, o controlo do sofrimento, o bem-estar físico e o conforto emocional e espiritual. Na medida em que se trata de uma representação mental, trata-se de um estado subjectivo; portanto não pode ser tido como conceito oposto ao conceito de doença.
A representação mental da condição individual e do bem-estar é variável no tempo, ou seja, cada pessoa procura o equilíbrio em cada momento, de acordo com os desafios que cada situação lhe coloca. Neste contexto, a saúde é o reflexo de um processo dinâmico e continuo; toda a pessoa deseja atingir o estado de equilíbrio que se traduz no controlo do sofrimento, no bem-estar físico e no conforto emocional, espiritual e cultural”
Para Leininger:

Condição de bem-estar
Envolve o bem-estar culturalmente definido, valorizado e praticado
O bem-estar depende das actividades diárias de modos culturalmente expressos,
Reflexão crítica
Saúde
Para a Ordem dos Enfermeiros:

Simultaneamente um estado e representação mental da condição individual
Envolve o controlo do sofrimento, bem-estar físico, conforto emocional, espiritual e cultural
O bem-estar depende dos desafios que uma determinada situação coloca à pessoa
Conceito de Ambiente
Relação com a Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidar Cultural
Estrutura Social – Processo dinâmico e de natureza interdependente, que compreende elementos estruturais ou organizacionais da sociedade e o modo como esses interactuam e funcionam.

Cultura – Valores, costumes e tradições, que são aprendidos, transmitidos e partilhados dentro de uma sociedade.
(Leininger, 1991: p.23)
A estrutura social permite à pessoa dar significado às interpretações e interacções em vários ambientes.
O conceito de cultura está relacionado com o de ambiente.
Necessidade dos enfermeiros efectuarem: uma abordagem “biopsicosociocultural” dos clientes, e uma comparação de diferenças e semelhanças entre culturas
Possam ser utilizadas em diferentes contextos ambientais
“Nurses needed not only a holistic “biopsychosociocultural” view but also a comparative view of cultural differences and similarities as they worked with people in different environmental contexts.”
(OE, 2001: p.6)
(Welch, 2004: p.578)
(OE, 2001: p.7)
(Welch, 2004: p.578)
(OE, 2001: p.7)
(OE, 2001: pp. 6-7)
Conceito de Saúde e Ambiente
Relação com o Modelo Sunrise
Finalidade: auxiliar a compreensão de como os componentes da teoria influenciam o estado de saúde e o atendimento proporcionado às colectividades de uma cultura.
Para Leininger:
É necessário aplicar o conhecimento da visão do mundo do cuidado cultural e da estrutura social à situação do cliente
Cliente identificado como pertencendo a um determinado sistema de saúde
Sistemas de cuidados genéricos
Sistemas de cuidados profissionais
É igualmente importante, nesta fase, identificar as características que são universais ou comuns e as que são diversas ou especificas relativamente à cultura, na qual se insere o “ser pessoa”.
Na porção superior:
A estrutura cultural e social inclui os factores religiosos, de parentesco e sociais, políticos, económicos, educacionais, tecnológicos, bem como valores/estilos de vida culturais influenciam o comportamento humano em diferentes contextos ambientais
O ambiente é influenciado e influencia as expressões, padrões e práticas de cuidar
PORÇÃO SUPERIOR
Estrutura Social
Visão do Mundo
Contexto Ambiental
Etnohistória
PORÇÃO INFERIOR
Cuidados de Saúde
Sistemas Genéricos/Populares
Sistemas Profissionais
Cuidados de Enfermagem como ponto convergente
Conceito de Saúde e Ambiente
Relação com o Modelo Sunrise
Modelo Sunrise vs. Processo de Enfermagem
Foco: Cliente Foco: Cliente
Importância da cultura para a compreensão e conhecimento do cliente
Objectivo: Conciliar os dois sistemas de cuidados para que assim as decisões e acções do cuidar em enfermagem sejam congruentes com a cultura dos clientes.
Dá significado às expressões humanas, interpretações e interacções sociais em vários ambientes
Práticas comuns a todas as culturas e especificidades de cada uma
Deve ter-se conhecimento das condições que melhor propiciam o bem-estar, conforme as crenças, valores e modos de vida, isto é, a cultura, de cada indivíduo, família ou grupo cultural.
A visão do mundo do cuidado cultural flui para o conhecimento sobre os indivíduos, as famílias, os grupos e as instituições em diversos sistemas de atendimento de saúde:
Sistemas de cuidados genéricos
Sistemas de cuidados profissionais
A saúde holística influencia e é influenciada pela visão do mundo e pelo contexto cultural e ambiental
Providenciar um cuidado culturalmente congruente
Para Leininger:

É necessário aplicar o conhecimento da visão do mundo do cuidado cultural e da estrutura social à situação do cliente
Cliente identificado como pertencendo a um determinado sistema de saúde
Sistemas de cuidados genéricos
Sistemas de cuidados profissionais
É igualmente importante, nesta fase, identificar as características que são universais ou comuns e as que são diversas ou especificas relativamente à cultura, na qual se insere o “ser pessoa”.
Conceito de Saúde e Ambiente
Relação com o Modelo Sunrise
Para Leininger:
Planeamento e implementação das decisões e acções do cuidar em enfermagem:
Necessitam de ser culturalmente baseadas, de modo a atender às necessidades do cliente.

Os três modos de acção são:
Conservação/manutenção do cuidado cultural - assistência ou capacitação dos clientes na manutenção da saúde, na recuperação da doença ou no enfrentamento das deficiências ou da morte.
Ajustamento/negociação do cuidado cultural - capacitar ou assistir as formas de negociação ou ajustamento aos padrões de saúde e atendimento do cliente.
Repadronização/reestruturação do cuidado cultural - auxiliar os clientes, tendo em conta os seus valores culturais, a modificar os seus padrões de saúde ou de vida significativos para uns mais saudáveis.
Para Leininger:

Não existe avaliação;
Deve efectuar-se o estudo das acções dos cuidados de enfermagem, visando determinar quais são as mais apropriadas para obter a cura, a saúde ou o bem-estar, tendo em conta uma determinada cultura.
Para Leininger, este estudo no modelo Sunrise, é equivalente à avaliação no processo de enfermagem.
Avaliação Inicial
Diagnóstico de Enfermagem
Intervenções de Enfermagem
Resultados esperados
Avaliação Final
Artigo 82º - Dos direitos à vida e à qualidade de vida
O enfermeiro, no respeito do direito da pessoa à vida durante todo o ciclo vital, assume o dever de:
b) Respeitar a integridade bio-psicossocial, cultural e espiritual da pessoa
See the full transcript