Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Hipotálamo e Hipófise

Anatomia e Fisiologia
by

Clara Coutinho

on 23 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Hipotálamo e Hipófise

Hipotálamo e Hipófise
Anatomia e Fisiologia
Hipófise
Hipotálamo
Funções
O hipotálamo apresenta as seguintes funções:
Autónoma;
Endócrina;
Controle muscular;
Regulação da temperatura corporal;
Emoções;
Desenvolvimento e comportamento sexual;
Conexões
Sumário:
Hormonas
s
As hormonas produzidas pelo hipotálamo são:
hormona libertadora da prolactina (PRH);

hormona inibidora da prolactina (PIH);

hormona libertadora de gonadotropina (GnRH);

hormona libertadora da corticotropina (CRH);

hormona libertadora de tireotropina (TRH);

hormona inibidora da hormona de crescimento (GHIH);

hormona libertadora da hormona de crescimento (GHRH).
Conexões aferentes
Conexões eferentes
Regulação da ingestão de alimentos e água;
Regulação do ciclo sono vigília;
Morfologia
Breve descrição do sistema endócrino;
Hipotálamo:

- Conexões;
- Funções;
- Hormonas.
Hipófise:

- Morfologia;
- Conexão Hipófise-Cérebro;
- Hormonas.
Mede aproximadamente 1 cm;

Pesa 0,5 a 1 g;

Encontra-se na parte inferior do hipotálamo e encontra-se ligada a ele através do infundíbulo.

Encontra-se dividida em duas partes:
- Lobo anterior
ou
adeno-hipófise.
- Lobo posterior
ou
neuro-hipófise.

O lobo anterior da hipófise ou adeno-hipófise nasce como uma bolsa para o exterior do tecido da cavidade bucal do embrião, chamado por divertículo hipofisário ou bolsa de Rathke que se desenvolve próximo da neuro-hipófise.
Relação hipófise-cérebro
No que toca à irrigação sanguínea existe o
sistema porta-hipofisário.
conjunto de vasos sanguíneos que começa como uma rede primária no hipotálamo e termina como uma rede capilar secundária na adeno-hipófise.
Hormonas da Hipófise
Adeno-hipófise
Neuro-hipófise
- Hormona antidiurética (ADH);

- Ocitocina.
-
Somatotropos -
Hormona de crescimento humano (hGH);

-
Corticotropos -
Hormona adrenocorticotropina (ACTH);

- Tireotropos
– Hormona estimulante da tiróide (TSH);

- Gonadotropos
– Hormonas gonadotrópicas, que englobam a hormona luteo-estimulante (LH) e a hormona folículo-estimulante (FSH);

-
Lactotropos
– Prolactina (PRL).

Conclusão:
Após o término do presente trabalho, podemos constatar que os objetivos inicialmente definidos foram atingidos, e que aprofundámos o nosso conhecimento, não só acerca das glândulas Hipotálamo e Hipófise, mas também de uma pequena parte do funcionamento do sistema endócrino.
Para finalizar, destacámos uma citação que considerámos englobar todos os assuntos abordados e que corrobora o que foi trabalhado:
“O hipotálamo e a hipófise são duas pequenas estruturas situadas na base do cérebro, as quais regem a actividade hormonal de todo o organismo
.”
(Medipédia, 2012)
Trabalho realizado por:


Unidade curricular:
Anatomia e Fisiologia
Docente:
Manuel Gomes Afonso
Clara Coutinho, nº8351
Joana Ramos, nº14724
Maria Carvalho, nº14731
Catarina Portela, nº14778
Maria Teresa Seara, nº15329
Maria da Luz Martins, nº15332

1ºano Turma A
Breve descrição
O hipotálamo apesar de representar apenas 1% da massa total do encéfalo é uma parte importante do cérebro, pois faz parte do sistema nervoso, assim como do sistema endócrino. É constituído por massa cinzenta, é a parte mais inferior do diencéfalo, está localizado abaixo do tálamo.
O hipotálamo contém diversos núcleos e feixes nervosos e está ligado a uma outra glândula pequena e vital designada hipófise.
A adeno-hipófise está subdividida em 3 áreas de limites indefinidos: a pars tuberalis, a pars distalis e a pars intermedia.
O lobo posterior da hipófise é chamado por
neuro-hipófise
por estar em continuidade com o cérebro. Forma-se, durante o desenvolvimento embrionário, a partir de um prolongamento da parte inferior do cérebro na área do hipotálamo.


O prolongamento do cérebro forma o i
nfundíbulo
e a sua porção distal alarga-se para formar a neuro-hipófise.
“O funcionamento do sistema endócrino baseia-se num delicado equilíbrio da produção das diferentes hormonas, um equilíbrio que depende bastante da atividade da hipófise, uma pequena glândula situada na base do cérebro que rege todo o processo, pois algumas das hormonas, por si elaboradas, têm precisamente a função de controlar a atividade de outras glândulas.
Por outro lado, a atividade da hipófise é, em boa parte, regulada pelo hipotálamo, uma pequena estrutura também situada na base do cérebro.”
(Medipedia, 2012)

Eferentes amigdalianos.
Eferentes de passagem pelo feixe dorsal longitudinal;
Eferentes do corpo mamilar;
;

Eferentes parotálamo e habênula;
Aferentes límbicas;
Aferentes talâmicas;
;
Aferentes dos gânglios de base;
;
Aferentes corticais;
Decussação supra-óptica.
A hipossecreção crónica de GH, na infância, conduz ao
nanismo.
A secreção insuficiente de ADH dá origem à
diabetes insípida
.
Diabetes
significa a produção de um grande volume de urina.
Insípida
significa que a urina produzida é incolor, diluída e sem sabor.
A hipersecreção crónica de GH conduz ao
gigantismo
ou à
acromegalia
, dependendo de a hipersecreção ocorrer antes ou depois da ossificação completa nas placas epifisárias do esqueleto.
Várias hormonas libertadoras e inibidoras são libertadas dos neurónios hipotalâmicos:
hormona libertadora da hormona de crescimento (GHRH);

hormona inibidora da hormona de crescimento (GHIH);

hormona libertadora da tireotropina (TRH);

hormona libertadora da corticotropina (CRH);

hormona libertadora da gonadotropina (GnRH);

hormona libertadora da prolactina (PRH);

hormona inibidora da prolactina (PIH).
Full transcript