Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of Pedagogia da presença comoComo alternativa na práticaPedagógica atual.

Apresentação de trabalho na Onda Cientifica na UNIPAC-Bom Despacho 04/set/2011
by

Kellen Paes

on 14 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of Pedagogia da presença comoComo alternativa na práticaPedagógica atual.

PEDAGOGIA DA PRESENÇA
COMO ALTERNATIVA NA PRÁTICA
PEDAGÓGICA ATUAL.  UNIVERSIDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS
UNIPAC - CAMPUS BOM DESPACHO
CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA DISCENTE: WASHINGTON AMARO CAMPOS FERREIRA
ORIENTADORA: ROBERTA FABIANA NEVES Me movo como educador porque,
Primeiro,
Me movo como gente.

Se a educação não pode tudo,
Alguma coisa fundamental
A educação pode. Paulo Freire REFERÊNCIAS ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. História da Educação. 2. ed. SP: Moderna, 1996. 255 p.

CASTILHO, Edson Donizetti. A Educação Para os na Escola Salesiana em São Paulo. Limites e Possibilidades. Roma: Università Pontificia Salesiana, 1998.

COSTA, Antônio Carlos Gomes. O Protagonismo Juvenil Passo a Passo – Programa Cuidar. 1. ed. BH: Takano, 2001. 130 p.

COSTA, Antônio Carlos Gomes. Pedagogia da Presença; da Solidão ao Encontro. 2. ed. BH: Modus Faciendi, 2001. 140 p.

COSTA, Antônio Carlos Gomes. Presença Educativa. 1. ed. SP: Salesiana, 2001. 78 p.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: Saberes Necessários à Prática Educativa. 39. ed. SP: Paz e Terra, 1996. 148 p.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. 1. ed. SP: Cortez, 1994. 263 p. Educação é toda forma de entusiasmar e interação que vão de encontro a formação da personalidade e o caráter do indivíduo em relação à sociedade e a superação de desafios da vida prática e deve ser adaptada conforme o contexto histórico ao qual a pessoa esta inserida. (LIBÂNEO, 1994) Os saberes são passados de geração em geração que assimilam e modificam a informação e é através da educação que é mantida a memória de um povo e permite ter condições favoráveis a sua sobrevivência, sendo a educação uma instância mediadora que faz acontecer à inter-relação entre indivíduo e sociedade. (ARANHA, 1996) Tem como objeto de estudo a ação do homem no mundo, mas restritamente na transmissão e modificação da herança cultural, ou seja, a teoria crítica da educação. (ARANHA, 1996) “A pedagogia é a ciência da educação e para educação”, sendo uma área de conhecimento que trata de investigar as finalidades, objetivos, métodos para que a educação em uma sociedade possa preparar o indivíduo para as tarefas da vida social. A prática educativa deve ser orientada, planejada, intencional e consciente e cabe a pedagogia desenvolver métodos que viabilizem esta prática. (LIBÂNEO, 1994) Paidagogos = Aquele que conduz a criança

São os gregos que ao discutir os fins da Paidéia, esboçam as primeiras linhas conscientes da ação pedagógica e assim influenciam por séculos a cultura ocidental. (ARANHA, 1996) Paidéia = Criação dos meninos A pedagogia foi formulada pela primeira vez como ciência no século XVIII, por Hebart. (LIBÂNEO, 1994) PEDAGOGIA
TRADICIONAL PEDAGOGIA DA
PRESENÇA A base é o ouvir e repetir.
Exposição oral e apresentação de figuras e objetos.
Caráter conteudista.
Avaliação em provas escritas.
Professor como o centro no ensino.
Autoritarismo. (LIBÂNEO, 1994) Três pilares inerentes a presença educativa:

Abertura

Reciprocidade

Compromisso (COSTA, 2001.) PROTAGONISMO JUVENIL: O educando é o centro no processo de aprendizagem:

“A expressão protagonismo juvenil designa a participação de adolescentes atuando como parte da solução, e não do problema, no enfrentamento de situações reais na escola, na comunidade e na vida social mais ampla.” (COSTA, Programa cuidar.) Compreender como é o processo de aprendizagem no indivíduo é de suma importância para o profissional da área da educação, mas esse conhecimento deve estar aliado a práticas com ação pedagógica coerente para realmente proporcionar a aprendizagem.
A pedagogia da presença visa à interação entre professores e alunos, desvinculando o individualismo, a indiferença nas relações interpessoais, para que através da construção de elos possa-se assim conseguir atingir o objetivo da educação, ou seja, proporcionar o aprendizado. EDUCAÇÃO PARA OS VALORES
PLANEJAMENTO
CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL
MENU DE METODOLOGIA
SABER ACOLHER SEM ROTULAR
TROCA DE GENTILEZAS
EDUCANDO PROTAGONISTA Educação é toda forma de entusiasmar e interação que vão de encontro a formação da personalidade e o caráter do indivíduo em relação à sociedade e a superação de desafios da vida prática e deve ser adaptada conforme o contexto histórico ao qual a pessoa esta inserida. Os saberes são passados de geração em geração que assimilam e modificam a informação e é através da educação que é mantida a memória de um povo e permite ter condições favoráveis a sua sobrevivência, sendo a educação uma instância mediadora que faz acontecer à inter-relação entre indivíduo e sociedade. (LIBÂNEO, 1994) (ARANHA, 1996) A pedagogia da presença é parte de um esforço coletivo na direção de um conceito e de uma prática menos irreal e mais humana de educação de adolescentes em dificuldades. Contribuir para o resgate da parcela mais degradada, em termos pessoais e sociais, de nossa juventude é, sem dúvida alguma – embora apenas um número reduzido de pessoas realmente acredite nisto –, uma das grandes tarefas do nosso tempo. (COSTA, 2001. p. 34.) EDUCAÇÃO PEDAGOGIA
Full transcript