Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Cérebro e Comportamento

No description
by

Michelle Pagura

on 28 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Cérebro e Comportamento

Organização da Memória para Retenção de Informações
- A memória é organizada por tipo de conteúdo

- Conforme retemos informações, construímos uma de conceitos. As informações encontradas nessas redes são chamadas de

- Toda informação armazenada e associada às outras se tornam disponíveis para serem acessadas.
rede
nódulos
O que Influencia a Retenção de Longo Prazo?
- Conhecimentos anteriores, experiências posteriores, repetição, atenção, incitamento, organização e integração.
Conhecimento Anterior: A Ideia de Esquemas
- Frederick Bartlett e Jean Piaget foram os primeiros a falar sobre esquemas mentais, a ideia básica é: “as pessoas têm redes de informação que abstraíram de suas experiências”.

- Os esquemas estão presentes em quase tudo. Auxiliam na codificação e na recuperação de informações.

- Podem anteceder ou suceder a codificação.

- Esquemas tendem a ser influentes, podendo distorcer as informações.
Experiência Posterior
- As memórias que temos de algum evento podem ser alteradas pelo conhecimento de outro de evento.

- As imagens inexatas podem excluir as imagens verdadeiras. Não se sabe se as lembranças originais podem ser recuperadas.
Incitamento
- O incitamento é proveniente de estímulos, motivações e emoções.

- O nível de incitamento precisa ser moderado. Altos níveis podem prejudicar o desempenho de aprendizagem.

- A complexidade do que está se aprendendo influencia o incitamento.

- Eventos marcantes e de alto nível emocional são mais fáceis de serem retidos.

- Os estímulos dependem da liberação de substâncias químicas como as substâncias adrenalina e noradrenalina e os hormônios corticotropina e vasopressina. Essas substâncias ajudam na memória, no auxílio de registro de lembranças e aprendizado de tarefas complexas.
Repetição e Expressão
Quanto mais repetição, melhor será a retenção e a recuperação da informação.
Memória Episódica

Semântica
Marigold Linton explica que memórias episódicas tendem a sumir com o tempo. Mas se elas coterem significado emocional, ou são lembradas constantemente não desaparecem facilmente. Se transformam em memórias semânticas.
Ambas precisam atingir um nível de
consciência e trabalham em conjunto
A memória semântica só tem qualidade se tivermos conhecimento e experiências.
Superaprendizagem
É o uso da repetição além do domínio do
conteúdo.
Por Que Repetição Ajuda?
- Hipótese de fortalecimento da associação: cada repetição fortalece a associação.

- Hipótese das cópias múltiplas: uma única informação pode ter uma série de representações.

- Hipótese das estratégias de codificação: uso de estratégias de codificação. Por exemplo, a organização.
Repetição e Perícia
Desenvolver vocabulários de forma lógica e eficiente que possa ser acessado rapidamente.
Atenção
- Estudar dividindo a atenção com outras atividades pode prejudicar o desempenho de aprendizagem.

- Pode-se dividir a atenção quando as tarefas são conhecidas e fáceis.

- A concentração ajuda a processar informações mais complexas.
Beatriz de Jesus Morales
Eric Catarino Delgado
João Victor Pimenta
Michelle Pagura Festa
Natália Soares Gusman


Memória
Viés na memória de longo prazo
- Atenção, percepção e memória são enviesadas

- Recuperação da memória Esquemas, emoções, censura

- Testemunhas oculares Estudos psicológicos
- Implicações
- Hipnose
Pessoas com memórias excelentes
- Imagens Eidéticas

- Capacidades perceptivas incomuns

- Estratégias lógicas e verbais
Sistemas múltiplos de memória
Sistema sensorial, de curto
prazo e de londo prazo


- Estudos sobre isso
Depósitos múltiplos
Pessoas e animais com
Amnésia
- Causas variadas - Em pequena ou grande parte
- Temporária ou Irreversível - Retrógrada e/ou Anterógrada
Depositos
de
memória
Depósitos sensoriais, verbais e emocionais
- Recordamos mais experiências sensoriais psicose de Korsakoff

- Não se divide em linhas sensoriais
Linguagem audição visão

- Riqueza de categorias

- Memórias emocionais tem um próprio circuito
Referências Bibliográficas
DAVIDOFF, Linda L., Introdução à Psicologia; 3 edição/São Paulo: MAKRON Books, 2001.

LORD, C. G. (1980). Schemas and images as memory aids. J. Pers. Soc. Psychol.

ATKINSON, J. W. (1977) Motivation for achievement. In T. Blass (ed.) Personality variables in social behavior. Hillsdale, NJ: Erlbaum, pp. 25-108.

GRIEVE, J., Neuropsicologia para Terapeutas Ocupacionais, 2 edição Editora Santos, 2006.

Anotações pessoais da aula de Cérebro e Comportamento.
Memórias para hábitos, habilidades e procedimentos
- Pessoas com amnésia permanente conseguem manter habilidades cognitivas e perceptivas

- Circuitos diferentes estão envolvidos na aprendizagem de hábitos e associações intelectuais

- Registro de hábitos é simples e primitivo
Processamento Voluntario



Processamento
Automático
Organização e integração
- Pesquisa de Gordon Bower

- Quando pessoas organizam o material enquanto o codificam, é mais fácil recuperar os itens que são relacionados

- Princípio de especificidade da codificação

- Processamento superficial e Processamento profundo
Mensagem aos estudantes segundo estudos de Bransford (1979) e Glass et al. (1979)


“A mensagem aos estudantes é clara: concentre-se na lógica interna daquilo que você está estudando em vez de memorizar mecanicamente. A sistematização é útil porque ela o força a observar as relações lógicas por trás de eventos e ideias.”
Também é de grande importância que as novas informações se integrem com as informações já existentes, assim como William James (1890/1950, p.662) já havia dito:
A quanto mais fatos um fato é associado na mente, tanto maior é sua retenção na memória. Cada uma das associações torna-se um anzol ao qual o fato fica preso - um meio de fisgá-lo quando ele está abaixo da superfície. Juntas, as associações formam uma rede de ligações entretecidas, formando o tecido inteiro do pensamento. O “segredo da boa memória” é, portanto, o segredo de formar associações diversas e múltiplas com cada um dos fatos que desejamos reter.
Estratégias Mnemônicas
- Organizar materiais e integrar os itens em agrupamentos mais significativos

- Rimas

- Imagens

- Recodificação
Usando Auxílios Externos
- Auxílio externo de recuperação na rotina


- Integrado na vida de forma útil
Memórias Dependentes do
Estado Físico
- Emoções relacionadas à memória

- Estudo de Gordon Bower
Prática Maciça


Prática Distribuída
Outras táticas ativas
Descobrindo por Si mesmo
Quando aprende sozinho
retém melhor o
estímulo
Leituras Programadas, Máquinas de Ensinar e Ensino Assistido por Computador
- Princípio de processamento ativo.

- Recebe feeback do que não teve êxito
SQ3R
- Estratégia mnemônica de recodificação

- Pesquisar, perguntar, ler, recitar e rever
Praticando a
Recuperação
- Eficaz se o material é recente

- Saber o tipo com antecedência
Full transcript