Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Medicina CAA UFPE - MIES - Sistemas morfológicos e racionalidades médicas

No description
by

Gustavo Godoy Magalhães

on 29 March 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Medicina CAA UFPE - MIES - Sistemas morfológicos e racionalidades médicas

Um pouco de história
Medicina Ocidental Contemporânea
Tentativas de traduções...
Dor de cabeça?
Sistemas morfológicos e racionalidades médicas
Ensino integrado de ciências morfológicas
The design of randomized placebo-controlled studies in CAM is complicated by difficulties in blinding, creating an appropriate placebo (particularly for acupuncture), and designing a control treatment when the mechanisms of actions of the modality in question are poorly delineated (such as homeopathy). Additionally, the difference in philosophy of CAM interventions from conventional health care allows for significant variation in the way CAM modalities are practiced (ie, therapies are often individualized for a particular patient and their specific disease state). Finally, the efficacy of CAM therapies may be heavily influenced by the patient’s perception of his/her interaction with the provider, which is often more personal than the interaction between patients and allopathic health care providers. Thus, results may vary significantly among CAM providers, and studies of CAM must also account for the influence of the patient-provider relationship
em crise
Gustavo Godoy Magalhães
Exposição-dialogada para o Módulo Introdução ao Estudo da Saúde - Medicina NCV - CAA - UFPE

Suzana, estudante do primeiro ano de medicina do CAA, vem participar da exposição sobre um novo tema na última semana do módulo. Está motivada pelo assunto pois finalmente vai começar "anatomia", porém está com uma dor de cabeça tão intensa que dispensou sua atenção daquela aula. "Minha cabeça tá um aperto danado, vontade de sumir".
Sensibilização dos nociceptores periféricos nos músculos pericranianos OU de neurônios de segunda ordem na medula OU supra-espinhais.
OU ainda, por diminuição dos mecanismos antinociceptivos centrais, com diminuição do limiar da dor.
ativação inadequada das vias controladoras da dor, possivelmente devido à ansiedade, estresse e distúrbios emocionais.
1 - Tipo Vento com Umidade:

É causada pela energia perversas como Vento Frio, Umidade, atingindo região da cabeça provocando estagnação da circulação da energia e do sangue, causando dor de cabeça. Se conseguir liberar o Vento e o Frio, a dor passa; se a Umidade continua, quando encontra o dia frio e chuvoso a dor reaparece.

2 - Tipo Ascensão do Yang do Fígado:

Pode ser causado pela angustia, raiva, ansiedade que provocam estagnação da energia formando calor no meridiano do Fígado, subindo para a cabeça. Pode ser também causada pela deficiência dos Rins, os Rins potenciam o elemento Água, que não consegue nutrir o elemento Madeira do Fígado, causando Yang falso do meridiano do Fígado subindo para a cabeça provocando a dor.

Cavernas de Pindal (10000 a.C.)
Instinto anatômico
Práticas Mágico religiosas
Momento Hipocrático (500 a 300 a.C.)
"As enfermidades sagradas, assim como outras, tem causas naturais."
Dissecção cadavérica
Vivessecção (Egito)
China Antiga
700 a.C.
Grécia Antiga
Galeno
Galeno 121-210 (Grego, primeiro médico do império romano)
Idade Média - Dissecções proibidas
Espiritual > Material
1452-1519
Renascimento
1628
1637
Método científico experimental
Bichat, 1802
Ciências Morfológicas servem como base para o conhecimento científico da medicina
propiciando integração com outras áreas (a patologia)
Séc XIX: Desenvolvimento das ciências sociais e das instituições hospitalares. As ciências morfológicas distanciam das necessidades reais, isolamento.
Novas formas de Pensar a Saúde: Crise

Prof Doutorando Francisco Santos

Relação Médico Paciente

Paciente = consumidor (ética)
“Excessiva” especialização

Foco na Doença e na Diagnose
Heteronomia

Crise da Medicina

Custos Elevados


Baixa efetividade


Transição Epidemiológica







Crise da Saúde


Multiresistência bacteriana
AIDS
Infecção hospitalar

Limites do poder humano sobre a natureza (consciência ecológica)
Homo sapiens x Homo demens
"Nenhum ensinamento na medicina nos mostra a necessidade da simpatia de compreender o outro, nem a necessidade de "querer viver" (Nietzsche), do "conatus" (Spinoza)." Morin
Enfrentar as incertezas
"A inflação tecnológica da radiografia, da ressonâncioa magnética, da tomografia etc deverá ser bloqueada por um retorno às habilidades diagnósticas do médico no exame clínico: visual, auditivo, tátil, bem como pelo exercício da intuição." Morin
UpToDate 2013
Medicina Baseada em Evidências...
A ideia de verdade é a maior fonte de erro que se possa imaginar (MORIN;
MOTTA; CIURANA, 2003, p. 26).
[...] Existem duas espécies de ignorâncias: a do homem que não sabe mas quer aprender e a ignorância (mais perigosa) daquele que acredita que o conhecimento é um processo linear, cumulativo, que avança iluminando aquilo que anteriormente se encontrava na escuridão, ignorando que toda luz também produz sombras (MORIN; MOTTA; CIURANA,
2003, p. 61).
Full transcript