Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Tv a cores e preto e branco

No description
by

Ludmila Castro

on 28 January 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Tv a cores e preto e branco

Tv a cores e preto e branco
Criação da televisão
- Década de 1840: vários cientistas estudavam a possibilidade de se realizar a transmissão de imagens em grande distância.
- 1842 : Alexander Bain conseguiu executar um projeto de envio telegráfico de uma imagem. - - 1873: o britânico Willoughby Smith comprovou que o selênio era uma substância química capaz de converter energia luminosa em energia elétrica.
- 1920: o escocês John L. Baird empregou os diversos princípios já desenvolvidos para esse tipo de tecnologia e montou um dos primeiros modelos de televisão que se tem notícia.
- 1923: o russo Wladmir Zworykin desenvolveu um tubo de imagem chamado de iconoscópio. A empresa norte-americana RCA contratou os seus serviços e fabricou o Orticon. Tínhamos ali, então, o primeiro modelo de televisor a ser produzido em escala industrial.
- Março de 1935, os alemães foram os grandes responsáveis por realizar a primeira transmissão televisiva.
Tv preto e branco
Assim como no cinema, as primeiras transmissões de TV foram feitas em preto e branco. No padrão americano (padrão M), também adotado no Brasil, a relação de aspecto da imagem (largura / altura) é 4:3, usam-se 525 linhas por quadro e são transmitidos 30 quadros por segundo. Cada quadro é constituído por linhas intercaladas de dois campos consecutivos, ou seja: existem 60 campos por segundo.

A TV Preto e Branco só foi possível graças à curva de luminosidade relativa do olho humano. A câmera de TV P&B enxerga a imagem conforme essa curva e cria um sinal eletrônico conhecido como sinal de luminância (Y) com faixa de freqüências de 4,2 MHz.
Tv a cores
TV a Cores Analógica
A televisão a cores só foi possível porque o olho humano possui sensores (cones) predominantes para três cores primárias: vermelho (R). verde (G) e azul (B). A câmera a cores tricromática cria três sinais: R, G e B, cada um com faixa de freqüências de 4,2 MHz.
Em 1954, quando a emissora norte-americana NBC empregou um sistema compatível com os televisores preto e branco para realizar a transmissão de imagens coloridas. Em 1962, o satélite Telstar realizou a primeira transmissão intercontinental enviando sinais de TV dos Estados Unidos para o Velho Mundo.
O que é televisão?
Televisão (do grego tele - distante e do latim visione - visão) é um sistema eletrônico de reprodução de imagens e som de forma instantânea. Funciona a partir da análise e conversão da luz e do som em ondas eletromagnéticas e de sua reconversão em um aparelho o televisor . As câmeras e microfones captam as informações visuais e sonoras, que são em seguida convertidas de forma a poderem ser difundidas por meio eletromagnético ou elétrico, via cabos; o televisor ou aparelho de televisão capta as ondas eletromagnéticas e através de seus componentes internos as converte novamente em imagem e som.
A televisão no Brasil
A televisão no Brasil foi inaugurada em 18 de setembro de 1950, trazida por Assis Chateaubriand que fundou o primeiro canal de televisão no país, a TV Tupi em São Paulo e em 20 de janeiro de 1951 entra no ar.

Em 19 de Fevereiro de 1972, foi realizada a primeira transmissão pública de TV em cores, com programação produzida no Brasil, a Festa da Uva, em Caxias do Sul - RS.
O sistema Pal M
PAL-M é o sistema de televisão em cores analógico utilizado pelo Brasil desde sua primeira transmissão oficial. Consiste em utilizar o sistema PAL de codificação do sinal de cor em uma sub-portadora, no padrão de formação de imagem "M". Foi a solução encontrada na época da adoção do sistema de cor para que, desta forma, as transmissões em cores pudessem ser recebidas pelos aparelhos em preto-e-branco sem a necessidade de adaptadores, e vice-versa.
Na verdade, desde 1963 era possível a recepção de programas em cores no Brasil no sistema NTSC, porém , o custo dos televisores importados dos Estados Unidos era proibitivo, a política tecnológica brasileira mudou e somente no início da década de 1970 o Brasil pôde desenvolver o PAL-M e viabilizá-lo.
O padrão PAL-M, híbrido dos sistemas norte-americano (de resolução de tela) e europeu (de codificação de sinais de cor), desde sua criação durante a ditadura militar até hoje é adotado apenas no Brasil.
O padrão M
Durante o desenvolvimento da televisão (preto e branco), foram criadas diversas normas; uma delas era a dependência com a frequência da rede de energia elétrica local. Como nos Estados Unidos a frequência da rede elétrica era de 60 Hz, o processo para transmissão de televisão deveria gerar 60 campos de imagem por segundo para evitar o efeito da cintilação.

A imagem seria formada por 525 linhas por fotograma (formado por 2 campos) e 30 fotogramas por segundo para dar a sensação de movimento. Estas características do sistema de transmissão de televisão norte-americana fazem parte das normas estabelecidas pela RMA (Radio Manufacturers Association) ou simplesmente "M", e acabou sendo adotadas por outros países com a mesma frequência de rede, como o Brasil e o Japão (ressalvado que a parte oriental do Japão usa 50 Hz).

Países onde a energia elétrica é gerada com a frequência de 50 Hz como Alemanha, Argentina, e outros, principalmente na Europa, o sincronismo da imagem é formado por 625 linhas de resolução em cada fotograma e taxa de atualização de tal imagem à 25 fotogramas por segundo, para dar a sensação de movimento.

O PAL-M será substituído pela transmissão digital no padrão nipo-brasileiro ISDB-TB até Dezembro de 2018.

A imagem
A televisão capta as imagens através de câmeras eletrônicas. Nessas câmeras existem sensores que decompõem a imagem linha a linha, obedecendo a leitura ocidental, da esquerda para a direita e de cima para baixo. Antes eram os tubos (ainda existem alguns) e hoje, o CCD (Charge Coupled Device).
A definição da imagem melhora a medida que é analisada com um número maior de linhas e freqüência de vezes que isso acontece. Como já disse, a televisão começou com uma definição de 30 linhas e hoje existe o desenvolvimento do HDTV (High Definition Television). No Japão a NHK, emissora pública japonesa, desenvolveu um sistema com 1.125 linhas, com um padrão de quadro de 16 X 9 - nos sistemas atuais a relação é de 3 X 4. Nos Estados Unidos existe um desenvolvimento para 1050 linhas (525 X 2) e na Europa um de 1250 (625 X 2). Para uma questão de comparação o cinema conta com uma definição aproximada de 1064 linhas.
No sistema PAL-M e NTSC a imagem é captada e transmitida com 525 linhas dividida em dois campos - um campo (field) com linhas pares e outro com ímpares - numa freqüência de 60 vezes por segundo (265,5 linhas ímpares 30 vezes e 265,5 pares, também 30 vezes, formando assim as 525 linhas). Por isso, nosso sistema é formado por 30 quadros (frames) entrelaçados. O PAL-G (G é inicial Germany), sistema alemão, tem 625 linhas e o SECAM, 819 linhas.
Full transcript