Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Diagnóstico e Terapêutica II - Planos Terapêuticos para o tratamento da dor

José Afonso Corrêa da Silva
by

jose afonso

on 5 December 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Diagnóstico e Terapêutica II - Planos Terapêuticos para o tratamento da dor

PLANOS TERAPÊUTICOS PARA O TRATAMENTO DA DOR
Prof. José Afonso Corrêa da Silva
Verificado a Eficácia
A gestão clínica da dor, depende de uma avaliação precisa...
DIÁLOGO = LOCALIZAÇÃO E EXTENSÃO DA DOR
ESCALAS PARA MENSURAÇÃO DA DOR
Avaliação inicial
Tratamento para a primeira
gestão da dor
SEGUIMENTO
(nova)
Paciente
Experiência
intrinsecamente
subjetiva
DOR
Primeira fonte
precisa de informação
LESÃO
DOR
DOR
Dissociação
- Inibição segmentar;
- Sistema opióide endógeno;
- Sistema nervoso inib. descendente.
Terapia medicamentosa
- Analgésicos não-opióides;
- Analgésicos opióides.
AINES; Acetaminofen;
Dipirona; Glicocorticóides, outros.
Fortes e fracos.
modulação interna
AINES
GLICOCORTICÓIDES
"Inflamação"
Edema local
Inflamação crônica
Dor decorrente:
Assoc. a outros analgésicos
Cicatrização
Gota
Artrite R.

COX-2 - PGE² - Sensibilidade ao GLU
no 2º neurônio no corno dorsal.
COX-2 - Sensibilidade dos nocireceptores e sintomas da inflamação.
Lesões de M.E.
Leve e moderada
Dor decorrente:
Assoc. a opióides
Torsões
Luxasões


Terapia medicamentosa
Acetaminofen
Analgésico não anti-inflamatório.
Antitérmico leve. Não ácido, distribui-se por todo organismo. Pós-operatório; hepatotoxico.
Dipirona
Analgésico não anti-inflamatório.
Antitérmico forte. Não ácido. Pós-operatório. Reações celulares.
Outros analgésicos não opióides (adjuvantes).
Anticonvulsivantes
Antidepressivos
Fenitoína, carbamazepina, oxcarbazepina
lamotrigina, gabapentina, topiramato
divalproato, pregabalina
Dor Neuropática
Cefaléias primárias
Fibromialgia
GLU+
GABA
Canais (Na, Ca)
Venlafaxina, desvenlafaxina, imipramina
amitriptilina, duloxetina.
SER, NOR nas terminações
Terapia medicamentosa
Opióides
Suas principais indicações são para dor pós-operatória e de câncer; no entanto, também é usada para outras condições dolorosas graves (por ex., cólica, angina pectoris).
Agudas
Crônicas
Fortes
Morfina
Fentanil
Oxicodona
Hidromorfona
Sufentanil
Metadona
Fracos
Tramadol
Codeína
Meperidina
PLANOS TERAPÊUTICOS PARA
O TRATAMENTO DA DOR

Os efeitos adversos são fadiga, náusea, boca seca, obstipação, tontura, distúrbios do sono, visão turva, irritabilidade/nervosismo, sedação e toxicidade hepática.
Neuropatia diabética
Nevralgia do Trigêmeo
Nevralgia pós-herpética
Artrite reumatoide
Fibromialgia
Dor ciática
Dor oncológica metastática óssea
Entorse de tornozelo
Dor pós-cirurgia ortopédica
9
GRUPOS

5 min
Objetivo:
- Determinar a origem da dor;
- Escolher o medicamento da classe certa;
- Descrever os possíveis efeitos adversos do medicamento.
Full transcript