Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

HISTÓRIA DAS POLÍTICAS DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NO BRASIL

No description
by

Tatiane Velozo

on 13 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of HISTÓRIA DAS POLÍTICAS DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NO BRASIL

CONCLUSÃO SAPS foi reorganizado em 1941 e em 1942, mas acabou sendo extinto em 1967. HISTÓRIA DAS POLÍTICAS DE ALIMENTAÇÃO E
NUTRIÇÃO NO BRASIL PNAN- POLÍTICA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO TRAJETÓRIA DAS POLÍTICAS DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NO BRASIL As políticas e os programas de alimentação e nutrição no Brasil iniciou-se na década de 30.
Em 1933 estabeleceu-se as relações entre alimentação e os itens garantidos pelo salário mínimo, pelo Josué de Castro.
SAPS – SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO DA
PREVIDÊNCIA SOCIAL FINALIDADE:

-Propiciar instalações e condições para uma alimentação adequada aos trabalhadores;

-Fornecer alimentos com preço acessível;

-Capacitar indivíduos para atividades de nutrição;

-Promover a educação alimentar
Analine Petrini
Bárbara Chagas
Gabrielle Totti
Tamara Costi
Tatiane Velozo
Em 1999 foi aprovado pelo Ministério da Saúde.
PROPÓSITO:

- garantia da qualidade dos alimentos;
- promoção de práticas alimentares saudáveis;
-prevenção e o controle dos distúrbios nutricionais;
- estímulo às ações intersetoriais que propiciem
o acesso universal aos alimentos. JOSUÉ DE CASTRO Professor polêmico que instituiu o inquérito sobre as “condições de vida das classes operárias”, ele analisou a necessidade da ocorrência de déficit calórico e de nutrientes.
Aprovado em 1938 e instituído em 1940.
Contudo o salário mínimo não era suficiente para fornecer uma alimentação adequada para os trabalhadores.
Esta situação levou a criação, em 1940, do Serviço de Alimentação e Previdência Social (SAPS).
CNA- COMISSÃO NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO Foi criada em 1945. Transferida em 1949 para o Ministério da Educação e Saúde.
Investida em 1951 na função de Comitê Nacional da Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO).

Tem como objetivo:
- Estudar e propor normas para a política nacional de alimentação. INAN- INSTITUTO NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO Foi criado em 1972. O INAN auxilia o governo a formular a Política Nacional de Alimentação, e a elaborar o Programa Nacional de Alimentação e Nutrição (PRONAN).
Foi extinto em 1997.
PRONAN- PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO -Promover sua execução;
-Supervisionar e fiscalizar sua implementação;
-Avaliar periodicamente os resultados e,se
necessário, propor revisão;
-Funcionar como órgão central das atividades de alimentação e nutrição.
PRONAN I- PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO
Instituído em 1973, constituído por um elenco de 12 subprogramas, integrantes de diversas estruturas governamentais, com um olhar inovador da desnutrição como uma doença.Mas por dificuldades, foi interrompido.
Em 1976, foi aprovado o PRONAN II com novo comportamento político-administrativo.
PRONAN II- PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO O objetivo era conseguir um impacto a partir:

-População alvo: renda e como limite até dois salários mínimos;
-Condições fisiológicas: deficiências nutricionais;
-Alimentos saudáveis no lugar de suplementos;
-Alimentos com custo mais baixo

DIRETRIZES DO PRONAN II PNS - Programa de Nutrição em Saúde,distribuía alimentos in natura;
PROAB - Programa de Alimentos Básicos em Áreas de Baixa Renda, abastecia os pequenos varejistas com alimentos básicos e preços reduzidos;
PROCAB - Programa de Racionalização da Produção de Alimentos Básicos, adquiria alimentos básicos diretamente do produtor.
Com a falta de comprometimento político com as causas sociais, dentre outros fatores, levou a uma série de cortes de recursos financeiros para o programa.
Foi desenvolvido o PNAN III,mas não foi implantado.
CGPAN- COORDENAÇÃO GERAL DA POLÍTICA DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO Surgiu após a extinção do INAN. Foi responsável pela elaboração da Política Nacional de Alimentação e Nutrição tendo contexto da Segurança Alimentar e Nutricional (SAN).
SAN- SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL Acesso permanente a alimento suficiente e de qualidade adequada e sem comprometer o acesso a outras necessidades essenciais, com base em práticas alimentares saudáveis. CONSEA- CONSELHO NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR Criado em 1993.
Elaborou um Plano de Combate a Fome e a Miséria, e que tinha como prioridade a geração de emprego e renda, a democratização da terra, o combate a desnutrição materno-infantil, a descentralização e o fortalecimento do PNAE.
PNAE- PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR Funcionava desde 1954.
Objetivo :
Complementar a alimentação dos alunos, contribuindo para que permaneçam na escola, tenham bom desempenho escolar e bons hábitos alimentares.
PAT- PROGRAMA DE ALIMENTAÇÃO
DO TRABALHADOR Criado em 1977, sob a coordenação do Ministério do Trabalho, onde possibilitava às empresas fornecer refeições aos trabalhadores. BOLSA ALIMENTAÇÃO Desenvolvido pelo Ministério da Saúde em 2001. Visa:
- à promoção das condições de saúde e nutrição de gestantes,

- mães amamentando e com crianças de 6 meses a 6 anos e onze meses de idade, em risco nutricional,

- famílias sem renda ou que possuam uma renda mensal de até R$ 90,00 per capita, mediante a complementação da renda familiar.
PROGRAMA FOME ZERO Foi criado em 2003, para combater a fome e as suas causas estruturais, que geram a exclusão social e para garantir a segurança alimentar de todos os brasileiros. As políticas de Alimentação e Nutrição no Brasil, surgiram com intuito de beneficiar a população brasileira com uma alimentação adequada, pois, é direito de todos obter uma alimentação, garantindo uma vida saudável e melhor.
É necessário um fortalecimento dos conselhos de controle social para as políticas serem efetuadas adequadamente.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

REVISTA BRASILEIRA SAÚDE MATERNO INFANTIL. Marcos referenciais da trajetória das políticas de alimentação e nutrição no Brasil.Recife,7(3):319-326,jul./set.,2007
Full transcript