Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Apresentação Cientista Aprendiz

20/06/13
by

Ivan Pistelli

on 6 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Apresentação Cientista Aprendiz

Interferência eletromagnética na orientação
das abelhas de mel

Ivan Vieira Pistelli 1E
Introdução
Há muitas controvérsias sobre o desaparecimento das abelhas, que estão de fato acontecendo, desde que apicultores americanos perceberam uma grande redução das abelhas de mel .


Apis mellifera
Vários estudos levantam a hipótese de que ácaros, como o varroa, ou outros patógenos, possam ser os causadores do grande desaparecimento das abelhas de mel.
A DCC (Desordem de Colapso de Colônia) foi documentada em 2007 por apicultores dos EUA onde alertam que as abelhas estão, na verdade, desaparecendo das colméias. As abelhas desaparecem e morrem em seguida, porém fora da colméia. Não havia sinais de
ácaros, mas com abundância de alimentos e crias (observa-se uma quantidade de cria maior do que a capacidade das operárias de cuidarem das mesmas) e a presença da rainha.
Ainda não se sabe o que causa a DCC.

Desenvolvimento do Projeto
Até que distância as ondas eletromagnéticas emitidas pelos celulares ou antenas poderiam afetar as abelhas? Sabendo que as abelhas são criadas, em grande parte, apiculturas afastadas das grandes cidades, fazendo com que a radiação eletromagnética não seja tanta ao ponto de interferir no comportamento delas.
Experimentos comprovam que as abelhas, ao serem submetidas às radiações eletromagnéticas dos celulares, começam a produzir o barulho (que normalmente fazem), porém 10 vezes mais forte que o normal. Isso ocorre quando o celular está realizando uma chamada.
Agrotóxicos podem estar matando as abelhas
Estudo feito pelo IBAMA indica que as abelhas podem estar morrendo por causa dos agrotóxicos.

''Está em discussão no Brasil a possível proibição de defensivos agrícolas neonicotinoides, produtos sob suspeita de serem nocivos para abelhas, insetos que têm registrado um aumento da taxa de mortalidade em diversas partes do mundo.''
Fonte: http://g1.globo.com/natureza/noticia/2013/05/tipo-de-agrotoxico-suspeito-de-matar-abelhas-no-mundo-e-usado-no-pais.html
Neonicotinoide é uma classe de inseticidas, em que seus compostos, na última década, tiveram uma grande expansão tornando-se na maior classe de insecticidas usada na prevenção, controlo e tratamento de pestes. Foi o que se mais destacou, em termos de toxicidade, para as abelhas.
Neonicotinoide
Ideias para o projeto

Nós poderíamos verificar se as radiações emitidas pelos celulares à uma longa distância poderia ou não interferir no comportamento das abelhas.
Porém, as abelhas são animais pequenos e sensíveis, fáceis de estressas (o que pode levar à morte delas) e difíceis de manusear.
O crescimento das plantas perto de emissores de radiação
Foi feito um estudo sobre a interferência da radiação eletromagnética emitida pelos roteadores WiFi sobre o crescimento de plantas.
O experimento indicou que as sementes de agriões numa sala com rede WiFi não cresceram, e logo morreram. Enquanto isso, as sementesue estavam numa sala sem rede WiFi cresceram normalmente, no mesmo período de tempo.
Relevância

O projeto tem como objetivo poder ajudar as pessoas que queiram montar algum tipo de jardim num ambiente com alto índice de irradiação (numa cidade grande, por exemplo). O projeto verá quais tipos de plantas dentre as escolhidas* que se desenvolverá normalmente perto de um emissor de onda de rádio.
O emissor que utilizaremos será uma antena ou quaquer outro emissor de rádio, como roteador WiFi. Não será usado celulares pois só é emitida radiação quando ele faz uma ligação. Ou seja, não poderemos realizar uma ligação de 2 ou mais semanas de duração (tempo médio que uma planta demora para crescer).
A antena emitirá ondas de diferentes tipos, como a onda de rádio AM e FM, para verificar se esta mudança no comprimento de onda pode afetar o crescimento das plantas.
Além disso, observaremos se a distância da antena ou do emissor de radiação pode, talvez, interferir menos no crescimento das plantas
* ainda não foi determinado quais plantas usaremos
Full transcript